clássica da arrábida domingo retoma ciclo internacional

A Clássica da Arrábida é a próxima prova da calendário nacional, e inscrita no calendário internaconal, como 1.2 e  terá 169,6 quilómetros de extensão , ligando Sesimbra a Setúbal, com passagem por Palmela, os três municípios parceiros que sustentam a competição . A partida será dada às 11h40, na Avenida da Liberdade, Sesimbra, esperando-se que o final aconteça cerca das 16h00, na Avenida José Mourinho, Setúbal.

A clássica terá quatro troços de macadame , o primeiro situa-se na Estrada de Lagameças, ao quilómetro 95,4, ( 1,5  kms),  segue-se, ao quilómetro 100,1, o troço de Cajados, ( 1,7 kms). O terceiro setor, ao quilómetro 103,8, tem 1,4 quilómetros, na zona do Golfe do Montado. Com 117,1 quilómetros percorridos, os corredores entram na Estrada da Cobra para um troço com 1,4 quilómetros, em subida, que levará ao prémio de montanha de segunda categoria, em Palmela.

Depois de ultrapassados os setores de terra, os ciclistas vão entrar em plena serra da Arrábida, tendo de enfrentar três subidas de terceira categoria: Alto das Necessidades (Km 132,9), Picheleiros (Km 141,3) e Arrábida (Km 155).

A Clássica da Arrábida será disputada por 20 equipas. Às nove continentais e de clube portuguesas vão juntar-se duas formações continentais profissionais espanholas, Caja Rural-Seguros RGA e Euskadi Basque Country-Murias, duas continentais, a britânica Team Wiggins e a russa Lokosphinx, e a amadora galega Aluminios Cortizo-Anova.  equipas de clube portugueses e uma equipa de Portugal… com quatro ciclistas completam o leque de ciclistas.