Dylan Groenewegen (LottoNL – Jumbo): intratával – Tiago Machado o homem do dia

Tiago Machado and Manuele Boaro are the final survivor's of the stage 2 breakaway at parisNice

Dylan Groenewegen (LottoNL – Jumbo) foi o vencedor da 2ª etapa do paris-Nice, que ficou marcada pela desistência de Rui Costa, que não recuperou da queda de ontem e pela fuga de Tiago Machado.

Oliver Naesen (AG2R), Thomas  De Gendt (Lotto Soudal), Anthony  Delaplace (Fortuneo) ,  Lars Boom (Lotto-Jumbo) faziam parte de uma fuga, da qual se escaparam, Tiago Machado (Katusha-Alpecin) e Manuele Boaro (Bahrain Merida) , que foram apanhados pelo pelotão a 4 kms do risco de meta., e que alcançaram a vantagem máxima ao km 45 com três minutos de avanço.

Dylan tem-se revelado neste início de temporada como o melhor sprinter do pelotão internacional, e já vai o seu quinto triunfo, enquanto, por exemplo, Kittel ainda não levantou os braços em sinal de vitória.

Classificação: 2ª etapa

1. Dylan Groenewegen (Lotto-Jumbo)
2. Elia Viviani (Quick Step Floors)
3. Andre Greipel (Lotto-Soudal)
4. Phil Bauhaus (Sunweb)
5. Arnaud Demare (Groupama-FDJ)
6. Mike Teunissen (Sunweb)
7. Alexander Kristoff (UAE Team Emirates)
8. Jean Pierre Drucker (BMC)
9. John Degenkolb (Trek Segafredo)
10. Iván García Cortina (Barhain Merida)

Geral
1. Arnaud Demare (Groupama-FDJ)
2. Gorka Izagirre (Bahrain Merida) a 7″
3. Christophe Laporte (Cofidis) a 8″
4. Julian Alaphilippe (Quick Step Floors) a 10″
5. Mike Teunissen (Sunweb) a 13″
6. Tim Wellens (Lotto Soudal) a 13″
7. Tony Gallopin (Ag2R La Mondiale) a 15″
8. Jhoan Esteban Chaves (Mitchelton Scott) a 15″
9. Jon Izagirre (Bahrain Merida) a 15″
10, Heinrich Haussler (Bahrain Merida) a 15″