Cartaxo com os primeiros reforços

Os primeiros corredores confirmados na nova equipa Cartaxo – Capital do Vinho apresentam-se com um BI espanhol, mas trazem uma diversa experiência do ciclismo português. Manuel Lloret, antigo corredor da Comunidad Valenciana e que na presente temporada integrou os quadros da Barbot-Siper, é o nome mais sonante de um trio de contratações confirmado pelo director-desportivo, Renato Silva, e que se estende a Jose Antonio Garrido (ex-LA-MSS) e a Aketza Peña (ex-Euskaltel).
O mais recente projecto de ciclismo do pelotão profissional português avança com as primeiras contratações de um plantel previsto de 14 atletas, numa altura em que também se apresta a definir a imagem gráfica (equipamentos e veículo) e estrutura de apoio da equipa. O projecto Cartaxo – Capital do Vinho deverá contar com um segundo patrocinador no reforço de um orçamento total previsto entre os 300 e os 350 mil euros. A calendarização da formação ribatejana prevê, para já, um primeiro estágio no começo de Janeiro.

Manuel Lloret
O triunfo na Volta a Madrid em 2007 é o cartão de visita deste corredor de 27 anos, natural de Muro Alcoy (Alicante). Manuel Lloret, profissional desde 2005, afirma-se um valor sólido na montanha e no contra-relógio. Em Portugal, destaca-se o terceiro lugar na Volta a Santarém 2006 e a mesma classificação na Volta ao Alentejo 2007 – foi segundo no contra-relógio. Sem equipa profissional no começo de 2008, integrou o colectivo da Barbot-Siper na Volta a Portugal, competição na qual terminou no 95º lugar.

O que diz Renato Silva
“O Manuel Lloret é um reforço para as provas que incluam contra-relógio, especialidade na qual tem surpreendido e obtido bons resultados. Venceu em 2007 a Volta a Madrid”

Jose Antonio Garrido
Com 33 anos, Jose Antonio Garrido é o terceiro elemento da LA-MSS a integrar outra formação em 2009, anunciadas as transferência de Xavier Tondo e Angel Vicioso para a Andalucia-Caja Sur. O corredor natural de Baralkaldo iniciou a sua carreira profissional em 1999, ao serviço do Benfica, tendo três vitórias no seu palmarés, duas das quais em triunfos de etapa da Volta a Portugal (2000 e 2002). Representou o Benfica, a Jazztel – Costa de Almeria, a Paternina – Costa de Almeria, a Quick-Step e, em 2008, a LA-MSS.

O que diz Renato Silva
“O Garrido será o capitão de equipa. Trata-se de um ciclista que comandará a corrida e estará em ligação directa comigo, na necessidade de tomar decisões no momento de acordo com a estratégia escolhida”

Aketza Peña
O nome mais desconhecido da trio de reforços do Cartaxo apresenta zero vitórias no currículo profissional iniciado em 2004 no seio da Euskaltel-Euskadi. O corredor de Zalla, de 27 anos, acusou nandrolona no Giro del Trentino (Abril, 2007) tendo sido inicialmente suspenso por dois anos. O Tribunal Arbitral do Desporto ilibou em Agosto último o corredor por irregularidades do laboratório encarregue da análise.

O que diz Renato Silva
“É um corredor jovem e com talento para a montanha. Será uma mais-valia nas provas mais exigentes”