vegni quer froome no historial do giro

O ciclismo agita-se, e  tudo se conjuga para que nada seja como já foi, para bem do ciclismo, dos ciclistas e da sua credibilidade.

Hoje, numa entrevista, o diretor do Giro Mauro Vegni, mostrou o seu desconforto em relação ao caso Froome e, indiretamente lançou algumas achas para a fogueira. Na verdade, Vegni mostrou-se desagradado que, sendo ele, responsável pela segunda maior prova do mundo, não tenha sido informado,em devido tempo, quer pela UCI quer por Froome do seu caso de salbutamol.

Vegni apostou forte com a saída do Giro de Israel, onde já tem uma série de problemas para resolver, em questões de segurança, e o caso Froome não veio dar uma boa imagem do Giro.

Mas Vegni  compreendeu que o ciclismo profissional, altamente mediatizado, não pode mais, ser influenciado por diretores sem grande força, movidos por forças exógenas .

Vegni está resoluto a criar um caso e já avisou : ” Se Froome alinhar no Giro e, venha a ser castigado posteriormente, não retiro o seu nome do historial do Giro. Para mim ele será sempre o vencedor. Não haverá outro caso Contador.” 

Mais um caso de afrontamento para o atual presidente da UCI que tem vindo, nos últimos tempos a sofrer alguns desapontamentos, que começaram  com o caso Lance Armstrong .