este é um problema que se enquadra perfeitamente no caso de André Cardoso

Quais as consequências futuras para Froome , esta a grande questão que se coloca. A primeira é a perda do seu triunfo na Vuelta, que passa para as mãos de Vincenzo Nibali. Esta é uma consequência de que Froome não se livra.

Para além desta penalização, Froome poderá ser alvo de uma sanção que vai de uma simples advertência até uma suspensão máxima de dois anos. Tendo em linha de conta um caso similar, Diego Ulisse foi suspenso por nove meses, na altura acusou 1900 nanogramas por mililitro, dose praticamente similar à de Froome, esta poderá ser a sua sanção futura.

Tecnicamente, e segundo os métodos adotados pela AMA, é considerado como um controlo positivo, quando o procedimento contraditório e cientifico ficou concluído. Na atual situação, Froome teve um caso considerado como “ resultado de análise anormal”.

Aliás, este é um problema que se enquadra perfeitamente no caso de André Cardoso, o que leva a considerar abusivo que a UCI tenha colocado o ciclista naquela horrível lista, que mais parece a lista dos alunos mal comportados e que, hoje em dia é considerado como aberrante, do ponto de vista pedagógico.

Tendo em vista o exposto, quanto mais cedo Froome resolver a sua situação mais depressa pode correr, mas poderá ser muito difícil a sua participação no Giro, prova que falta praticamente cinco meses para o seu inicio. Em todos os casos, a penalização começará na data da sua decisão. Quer seja a da UCI ou do TAS, e se uma das partes ( Froome ou a AMA) decidirem recorrer,  a situação pode piorar para o britânico.

3 comentários a “este é um problema que se enquadra perfeitamente no caso de André Cardoso”

  1. Boa tarde,

    Como é que está a situação do André? Nunca mais se soube mais notícias sobre a evolução deste assunto?

  2. O que mais me intriga neste caso, em comparação com o do André, é que desde Setembro até agora, o Froome já teve os resultados da análise A e B, e no caso do André Cardoso nunca mais se falou na análise B, não houve suspensão efetiva do atleta e continua afastado da competição desde Julho!
    Acho incompreensível…

Os comentários estão fechados.