calendário nacional com graves lacunas em abril e maio

 

O calendário nacional de estrada para os escalões elite e sub-23 deu à estampa, depois da FPC ter apresentado o seu Plano de Atividades e Orçamento, discutido no passado fim de semana e aprovado por unanimidade.

Um calendário mais ajustado, mas mais pobre que em anos anteriores, com a particularidade de voltar a ter, pelo menos uma prova por etapas em cada mês, isto  é até o mês de agosto.

A Volta ao Algarve marca o mês de fevereiro, que começa na zona de Aveiro, numa prova que parece veio para ficar, e que tem o apoio da região da CIRA. O mês de março é, curiosamente, um dos meses mais competitivos do panorama nacional, em detrimento de meses que poderiam e deveriam ser mais intensos, em termos competitivos. O Cycling Portugal assim o obriga, com a Volta ao Alentejo a voltar ao seu lugar e passando a 2.2, mais de acordo com a realidade nacional, numa prova única e exclusivamente destinada a roladores.

O mês de abril pode ser um desmancha prazeres. Poucas competições e a única existente, a nível internacional, o GP das Beiras atravessa, neste momento grandes duvidas quanto á sua efetivação. A FPC joga muito com a possível participação de algumas equipas em provas espanholas, mas nada está assegurado e concretizado. O que existe no mês de abril é muito pouco.

E se abril é pouco competitivo, o que dizer do mês de maio,  que passa quase em branco, com uma clássica e o prémio JN, este mais em junho que em maio. É pena que assim aconteça, pois este mês justificaria um maior empenhamento de equipas e ciclistas nacionais.

Junho tem o Prémio Abimota e os Nacionais e, julho safa-se com o Prémio J. Agostinho.

Uma curiosidade é o pormenor da FPC prolongar a temporada por setembro dentro, terminando mesmo a época em 6 de outubro com uma prova da Taça de Portugal. Um esforço positivo da FPC, mas com a falta de um suporte de uma prova por etapas, neste período.

Uma palavra para a Volta a Portugal sub-23, que se espera seja destinada apenas para equipas de clube, pois não se compreende que seja de outra forma.

Vejamos o calendário nacional mais em pormenor:

Fevereiro

11 – Prova de Abertura CIRA, Aveiro – Troféu Liberty Seguros (1.12) FPC

14-18 – 44ª Volta ao Algarve (2.HC) FPC

Março

4 – Clássica da Primavera, Póvoa de Varzim (1.12) ACPorto

11 – Clássica da Arrábida – Troféu Liberty Seguros (1.2) FPC

14-18 – 36ª Volta ao Alentejo (2.2) Podium

25 – Clássica Aldeias do Xisto – Troféu Liberty Seguros (1.2) FPC

Abril

7-8 – Volta às Terras de Sta. Maria (2.12) SCSJ Ver

12-15 – 3º GP Beiras e Serra da Estrela (2.1) Fullsport

Maio

20 – Clássica (1.12) FPC

28/05-3/06 – 28º GP Jornal de Notícias (2.12) Fullsport

Junho

9 – Troféu Concelhio Oliveira de Azeméis (1.12) ECBN

10 – 10º Memorial Bruno Neves – 1ª Taça Portugal Elite/Sub-23 (1.12) ECBN

14-17 – 39º GP Abimota (1.12) Abimota

22 – Campeonato Nacional CRI Elite (CN) FPC

22 – Campeonato Nacional CRI Sub-23 (CN) FPC

23 – Campeonato Nacional Fundo Sub-23 (CN) FPC

24 – Campeonato Nacional Fundo Elite (CN) FPC

Julho

1 – Volta a Albergaria – 2ª Taça Portugal Elite/Sub-23 (1.12) C.Albergaria

12-15 – 41º Troféu Joaquim Agostinho (2.2) UDO

Agosto

1-12 – 80ª Volta a Portugal (2.1) Podium

18 – 18º GP Mortágua – 3ª Taça Portugal Elite/Sub-23(1.12) VC Centro

19 – Circuito do Bombarral (1.12) AC Lisboa

20 – Circuito de S. Bernardo – Alcobaça (1.12) AC Santarém

25 – Circuito Póvoa da Galega – Mafra (1.12) AC Lisboa

26 – Circuito da Malveira – Mafra (1.12) AC Lisboa

27 – Circuito da Moita – Marinha Grande (1.12) AC Lisboa

27 |-Circuito de Nafarros – Sintra (1.12) AC Santarém

Setembro

5-9 – 26ª Volta a Portugal do Futuro (2.13) Podium

16 – 4ª Taça de Portugal Elite/Sub-23 (1.12) AC Beira Litoral

Outubro

05 – Festival Pista de Tavira (1.12) CC Tavira

06 – 5ª Taça Portugal Elite/Sub-23 (Pista) CC Tavira