chegada complicada marcada por quedas

Não nos lembramos de um final de etapa tão atribulado como a chegada da tirada de hoje. Castelo Branco é uma cidade que faz parte da história da Volta, e tem várias opções de chegada, com uma marca de selo, pelo facto do seu final ser marcado pelo paralelo quase centenário do centro da cidade.

Mas hoje, o final  de etapa escolhido não foi o melhor. Muitas curvas,um percurso muito mais rápido que o de anos anteriores, estradas amplas que , repentinamente estreitavam, curvas de gancho e os ciclistas iam caindo aos molhos.

Não nos lembramos de tantas quedas num final de etapa, bastante ciclistas maltratados, os principais Rafael Silva ( Efapel ), David Rodrigues (RP-Boavista) e Edgar Pinto ( LA-Metalusa), o que ficou em estado mais grave. Todos recorreram ao hospital .

Quando assim acontece algo não esteve bem. Quem esteve bem, porém, foi o Júri que decidiu classificar todos os ciclistas com o mt, pois as quedas deram-se nos últimos três kms.