gallopin na AG2R e Barguil na Fortuneo

O ciclismo francês continua em alta, acompanhando em transferências os bons resultados que, nos últimos anos tem vindo a obter.

Grandes nomes que, estavam em equipas estrangeiras fazem o regresso ao paìs de origem, como o caso de Gallopin que deixa a Lotto-Soudal para integrar a AG2R, para andou foi também Venturini ( ex- Cofidis). Mas a mudança mais estonteante foi a efetuada por Warren Barguil que trocou a World Rour Sunweb, pela continental da Fortuneo. Para as duas partes a opção é boa: para a equipa sabe que tem lugar assegurado no Tour em 2018, para Barguil ir ao Tour é a sua meta, e o regresso a casa veio dar mais força ainda ao ciclismo gaulês.

Por outro lado, já se sabia que Kristoff não ficaria na Katusha, ganhava muito dinheiro para o pouco que fez no Tour. A sua saída foi aproveitada pela UAE – Emirates Arabes para onde foi de armas e bagagens, para alívio de Azevedo e seus pares.

Por seu turno, Sergey Shilov, ( Lokosphinx) bem conhecido nosso, acaba de assinar pela Gazprom . Por seu turno a equipa americana da Rally Cycling vai passar a Continental profissional, um passo para uma maior solidificação de uma formação que , anualmente passa pelo nosso país, em especial ns Volta ao Alentejo.