tim wellens abandonou ingloriamente

Tim Wellens foi hoje de malas aviadas para casa, despedindo-se do Tour, ao que parece com problemas fisicos resultantes de problemas de alergia.

O ciclista belga recusou qualquer tipo de ajuda que o regulamento em matéria de dopagem permite, nestas situações, afirmando-se como um ciclista limpo, que não utiliza o recurso a uma AUT ( autorização terapeutica), preferindo sofrer e agora abandonar.

É uma opção, que poderá suscitar algumas duvidas, do ponto de vista de um individuo que desempenha uma atividade profissional, cujos riscos são múltiplos e variados. Ao recusar o uso de um produto, de forma legal, que o ajudasse a ultrapassar dificuldades respiratórias, resultante do pólen, o ciclista belga poderá ter mostrado que  é um ciclista limpo, mas  também deu mostras de não ser um profissional à altura.

Um desportista tem direito a tratar-se em plena prova, especialmente numa prova por etapas e de longa duração, sempre que utilize medicamentações de acordo com a lei anti-dopagem. Ao recusar tratar-se, o ciclista prestou um mau serviço à sua equipa, e não é por este procedimento  que é um ciclista mais limpo que outro.

Recorrendo ao que a lei permite para resolver um problema de saúde, um desportista para além de preservar a sua boa condição física, tem possibilidades de apoiar a sua equipa .

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *