Volta do Futuro: Cyril Barthe (Fundación Euskadi) primeiro vencedor

Um pelotão pequeno, alinharam à partida 11 equipas, mas de muita qualidade, foi a nota dominante da primeira etapa da Volta a Portugal do Futuro.

Na prova marcaram presença as melhores equipas amadoras espanholas, faltou só a Caja Rural, em contraste com as habituais equipas galegas, bastante fracas, que nos costumam visitar e a equipa mais jovem da Delko-Marseille, que deu à prova um cunho ainda mais internacional.

A primeira etapa iniciou-se em Oliveira de Azeméis para terminar noutra Oliveira, mas do Hospital, uma tirada valonada, mas que não provocou uma hecatombe no pelotão. No final 35 ciclistas têm ainda possibilidades de disputar a corrida, sinal evidente de uma maior preparação de algumas equipas

O francês Cyril Barthe (Fundación Euskadi) foi o vencedor da primeira etapa , num total de  146,1 quilómetros e assumiu o comando da geral individual.

A etapa ficou marcada por muitas tentativas de escapadas, mas a unica que se poderá considerar mais séria, foi a que envolveu prIbai Azurmendi (Fundación Euskadi) e Carlos Ruiz (Lizarte). O duo chegou a ter cerca de dois minutos como vantagem máxima, mas o pelotão esteve atento.

A tirada  terminou  sprint, com Cyril Barthe a não dar chances a Francisco Campos (Miranda/Mortágua),  e Paulo Silva (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés) para o terceiro lugar.

Cyril Barthe junta a camsola dos pontos à geral individual, Francisco Campos é o melhor jovem, Floryan Arnault (Delko Marseille) comanda a tabela dos trepadores e a Lizarte comanda por equipas.

A segunda tirada, a disputar amanhã ligará  Arganil, às 11h20, para  um total de  150,9 quilómetros, que terminará no alto de S. Macário, S. Pedro do Sul, por volta das  15h40.  É etapa rainha da Volta e, muito provavelmente irá reduzir o leque de candidatos ao triunfo.

Classificação da 1.ª Etapa e Geral Individual
1.º Cyril Barthe (Fundación Euskadi), 3h59m33s
2.º Francisco Campos (Miranda/Mortágua), mt
3.º Paulo Silva (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés), mt
4.º Cristian Mota (Aldro), mt
5.º João Fernandes (Maia), mt
6.º Jonathan Covanor (Delko Marseille), mt
7.º Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros/Carglass), mt
8.º Lucas de Rossi (Delko Marseille), mt
9.º Roger Adria (Lizarte), mt
10.º Francisco Galván (Lizarte), mt

COMUNICADO: