Bidon de água muito caro

Uma das infrações mais caras,em termos pecuniários, numa prova de ciclismo de estrada, a nível profissional, é quando ultrapassada a barreira dos ultimos vinte kms, um ciclista recebe abastecimento liquido ou sólido do  diretor desportivo.

Não se sabe bem porquê, o certo é que, nestes casos, o diretor desportivo é sancionado com 1000 francos suíços, perto de 1250 euros e o ciclista mais 200 francos e 20 segundos de penalização.

Uma multa cara, sem grandes problemas quando se trata de equipas World Tour, mas muito complicado ao nível das equipas continentais, o que é uma barbaridade.

No Giro, e na etapa de hoje, José Luis Arrieta , um dos diretores desportivos da Movistar foi penalizado, por ter abastecido Victor de La Parte, já depois da pancarta dos ultimos 20 kms. Um bidon de água bem caro.