bairrada : ezquerra levantou os braços no momento certo

A primeira etapa da Volta à Bairrada até nem  esteve mal . Houve emoção, velocidade, um vencedor algo inesperado, um fugitivo para animar, e uma primeira hora percorrida a 54 kms/h.

Jesus Ezquerra foi o vencedor da etapa, que terminava na sequência de uma contagem do PM de 4ª categoria, algo complicada,  ainda mais complicada se atentarmos que era à quarta passagem que a etapa se decidia.

Pelo  caminho, Domingos Gonçalves (RP-Boavista) apertou os sapatos, fez-se ás metas volantes, que davam bonificações, conseguiu os seis segundos da bonificação e depois meteu-se à aventura com Márcio Barbosa. Percorreu sózinho os ultimos 40 kms, foi apanhado a faltar cinco para a meta, e esbanjou os preciosos seis segundos que tanto tinham custado a ganhar.

Cá atrás, no pelotão, foi a Efapel a perseguir, com o Louletano a dar uma ajuda para terminar com as veleidades do axadrezado, que saiu da freguesia de  Barcouço, na Mealhada, com quase todas as camisolas, menos a mais importante, que foi para os ombros de Ezquerra, que o ano passado venceu uma etapa na Volta a Portugal e que hoje confirmou as suas aptidões para este tipo de chegadas.

Poucos contariam com ele . Uma queda a cinco kms da meta atirou ao chão Gustavo  Veloso e Samuel Caldeira ( W52 FCP) e ainda João Benta (RP-Boavista), o que justifica os seus atrasos na linha de meta.

Sem nada decidido, as bonificações e o percurso poderão ter uma palavra importante amanhã.