Participar numa clássica, incluída nos Cinco Monumentos, é um feito,Talvez por isso, se possa sentir o fervor, o entusiasmo e a alegria do Nuno Bico

Poucos ciclistas, muito poucos mesmo, no nosso país, viverão o mundo de fantasia de uma atleta, quando este sonha com as grandes provas, que pensa não estarem ao seu alcance, porque não estão de acordo com as suas características, porque são de acesso muito restrito, e porque só estão ao nível dos grandes ciclistas .

As grandes clássicas do ciclismo mundial, fazem a legenda da modalidade, os grandes feitos de atletas, as grandes façanhas são apanágio de meia dúzia de provas, em que se incluem os chamados Cinco Monumentos e o Tour. As outras, em termos de história, de feitos épicos narrados, em jeito de romance e drama, não fazem nem nunca farão parte deste circulo reduzido.

Participar numa clássica, incluída nos Cinco Monumentos, é um feito, uma obra que poucos se poderão gabar. Talvez por isso, se possa sentir um pouco, o fervor, o entusiasmo e a alegria do Nuno Bico por poder ter tido a possibilidade de participar, nas grandes clássicas, como o Tour de Flandres e, no próximo domingo, no Paris-Roubaix. Não sabemos, no futuro, se Bico será um grande corredor de clássicas, quer técnica quer do ponto de vista morfológico, o que sabemos, isso sim, que estará a viver momentos de grande felicidade .