Mike Hall, ciclista de longas distancias , morreu hoje em plena prova

mike1

Hoje de manhã, ao nascer do dia, numa estrada distante da Austrália, o britânico Mike Hall foi morto , quando participava na  Indian Pacific Wheel Race, uma corrida de ciclismo de 5500 kms, sem assistência, tipo de provas em que era um dos melhores especialistas mundiais.

Segundo a polícia local, o acidente ocorreu pelas 6.25, depois de ter sido abalroado por uma viatura, estando ainda por esclarecer as causas do acidente.

Mike Hall encontrava-se a  400 km da chegada, prevista para Sydney, depois de 13 dias de corrida contínua, a uma média diária de 380 kms . Alguns dias antes, Mike tinha confidenciado estar bastante fatigado, e com problemas de visão na parte noturna dos seus raides.

Com 35 anos, o britânico era uma das figuras mais proeminentes de provas de longa distancia, tendo sido vencedor da TransAm Race (6000 km nos Estados Unidos ). Mike Hall era detentor do record da volta ao mundo em bicicleta com um total de 92 dias.

Este tipo de prova “ultra”, tem-se desenvolvido nos últimos anos, tendo na sua essência o facto de cada prova ser disputada numa única etapa de vários milhares de kms, que os corredores cumprem autonomamente, gerindo o seu esforço, rolando 10 a 15 dias continuamente, gerindo o seu repouso segundo os seus critérios.

Um espírito e regras inspiradas nos Estados Unidos em corridas de bicicleta livres de grandes regras, uma reação às corridas oficiais, e no qual se pretende  encorajar a coragem e a integridade.” – pensamento e Mike Hall em relação a este tipo de provas, muito próprias dos excessos americanos.