Cândido e Blanco divergem quanto à procura de CERA

Cândido Barbosa e David Blanco: dois ciclistas, duas opiniões distintas, o mesmo futuro? A decisão do Laboratório de Análises e Dopagem enviar as 18 amostras de sangue recolhidas durante a última Volta a Portugal para o laboratório suíço capaz de detectar CERA – a EPO de efeito prolongado – está longe de ser consensual no meio velocipédico nacional. Exemplo disso são as opiniões antagónicas de dois dos mais categorizados ciclistas do pelotão português, o vencedor da última Volta, David Blanco, e o carismático Cândido Barbosa, dois corredores que poderão partilhar a mesma equipa em 2009.

“Parece-me muito bem que cada vez mais as coisas possam ser claras e justas e que, efectivamente, possamos trabalhar nesse sentido, para que os jovens, no futuro, tenham uma maior qualidade desportiva”, declarou Cândido Barbosa à margem da sua presença no Festival Bike para uma sessão de autógrafos. “Depois das análises recolhidas, tentarem explorá-las e obter um resultado mais concreto e justo, parece-me bem”, resumiu o ciclista de Rebordosa.

David Blanco, por sua vez, mostrou-se desagradado com as novas análises, insurgindo-se contra os controlos demasiado intensivos a que são sujeitos os ciclistas por contraponto com outros desportistas. “Parece que temos de demonstrar dez vezes que somos inocentes e os outros desportos já são inocentes antes de fazer as análises e o controlo. É o que há e o problema é que um ciclista não pode dizer não a estas coisas, porque, se não, já é culpado antes de fazer as análises”, sintetizou o galego.

Apesar da dissonância de opiniões, os dois corredores poderão fazer parte do mesmo plantel em 2009. Segundo a edição de ontem do jornal Record, Cândido Barbosa pode estar a caminho da Palmeiras Resort-Tavira. Para que isso aconteça terá de chegar a acordo com a Lagosbike, empresa com a qual tem contrato para 2009 mas pela qual não poderá competir uma vez que a equipa gerida por aquela entidade, o Benfica, deixa o pelotão de elite. Para o acordo com os tavirenses se consumar faltará que Lagosbike e os tavirenses se entendam em relação aos honorários de Cândido Barbosa, estando em aberto de a possibilidade de a firma do universo João Lagos Sports custear parte do vencimento do ciclista.