Pedro Lopes continua a liderar hostes louletanas na Volta a Marrocos

O algarvio Pedro Lopes continua a ser o melhor representante do CC Loulé-Louletano-Aquashow na Volta a Marrocos, quando estão disputadas cinco das dez etapas da competição. Pedro Lopes ocupa a oitava posição da geral individual, a 11m48s do cazaque Alexandr Dymovskikh (Briaspor), que lidera a prova. Na quinta etapa, ganha pelo polaco Tomasz Kiendys (CCC Polsat), Pedro Lopes foi o 12º a cortar o risco, sendo também na tirada o melhor elemento da formação louletana.

A Volta a Marrocos é uma corrida 2.2 do circuito continental africano da UCI. Com metade das etapas já disputadas, ainda não houve qualquer chegada em pelotão compacto, o que explica as grandes diferenças de tempo entre os dez melhores, que resultam de consecutivas fugas. Nestas circunstâncias e numa prova sem controlo efectivo de qualquer uma das equipas, o CC Loulé-Louletano-Aquashow tem conseguido alguns lugares de honra.

Na primeira etapa, Pedro Soeiro (2º) e Pedro Lopes (3º) foram os melhores portugueses. A segunda não correu tão bem, com Lopes a ser 21º e número um da equipa de Jorge Piedade. A mais dura das jornadas até agora realizadas foi a terceira, na qual Pedro Lopes resistiu ao vento e aos altos e baixos do percurso para terminar no sétimo posto. Ao quarto dia foi a vez de Hugo Vítor se mostrar, concluindo a ligação no quinto lugar.

Classificação Geral
1º Alexandr Dymovskikh (Brisaspor), 18h48m20s
2º Bartlomiej Matisiak (CCC Polsat Polkowice), a 4m49s
3º Ioannis Tamouridis (SP Tableware), a 6m44s
4º Kemal Kucukbay (Brisaspor), a 7m08s
5º Yohan Boissy (Chambery Cyclisme Competition), a 8m48s
6º Mert Mutlu (Brisaspor), a 11m12s
7º Adrian Honkisz (CCC Polsat Polkowice), a 11m39s
8º Pedro Lopes (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 11m48s
9º Jaan Kirsipuu (Geofco Jartazi), a 12m03s
10º Adil Jelloul (Marrocos), a 12m47s
25º Pedro Soeiro (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 26m04s
33º Hugo Vítor (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 32m40s
53º Alexandre Oliveira (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 41m24s
54º César Quitério (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 41m48s

11 comentários a “Pedro Lopes continua a liderar hostes louletanas na Volta a Marrocos”

  1. Sr. Manuel joaquim , as camadas jovens têm que ter vesibilidade sim porque são o futuro do ciclismo, tem que ser dada motivação para os miudos não abandonarem a modalidade, o que diz não tem sentido nenhum.

  2. As diferenças advêm de só à sexta etapa ter havido uma chegada em pelotão. Em todas as outras etapas houve fugas com vários minutos de diferença, o que se explica pela dificuldade de controlar a corrida quando cada equipa alinha com um máximo de 6 ciclistas e a maioria coloca homens nas fugas. Portanto, quem tiver entrado na maior parte das fugas vitoriosas vai acumulando diferença para os outros corredores.

  3. Fazia uma sugestão ao Jornal de Ciclismo. Que abram uma secção de críticas/sugestões, de modo a que as notícias sejam comentadas pelo seu conteúdo e não pela sua forma. Assim quem quisesse criticar a vossa linha editorial não vinha encher os comentários das notícias. Parabéns pelo vosso trabalho que considero bastante bom.
    Já agora, alguém me esclarece a razão das diferenças serem tão grandes na Volta a Marrocos?

  4. superciclismo foi dos melhores que ja vi ate hoje…foi pena ter deixado de existir a revista e agora o site esta pouco actualizado,porque? nao sei… mas ao menos eram serios, nao faziam jornalismo sensacionalista (parolos), nao estavam sempre a falar do doping e a fazer entrevistas ao CNAD para depois publicarem aqui e ensinarem como se doparem… nao eram tendenciosos, nao defendiam as suas “cores” ou clubes, pois nao os tinham…. percebeu agora o que eu quis dizer Sr Paulo???? ate acho que as pessoas que trabalham no jornal de ciclismo sao trabalhadoras e aplicadas, mas nao devem aproveitar a posiçao previligiada para dizer o que pensam, o que sentem ou o que acham…para isso façam um blog… como jornal têm que ser isentos….

  5. O Jornal Ciclismo está a fazer um bom trabalho!
    Pode não ser o melhor mas já é algo, é um começo, temos poucas publicações com tanta actualidade como o JC, que tal se em vez de criticar fizessem algo construtivo como colaborar com o Jornal e ajudar a obter informações, não me parece que alguém do Jornal esteja a ganhar dinheiro que compense o trabalho que têm, o acesso à informação até é de borla… e só lê quem quer, eu leio!
    Gosto de ler o que o pessoal escreve como crítica, é o FADO Português, é tudo mau.
    Mas há melhor?
    Será que quem deita abaixo consegue fazer melhor? Se consegue porque não faz?

  6. pode ser o mais actualizado.. quanto á organizaçao nao posso falar porque nao sei… mas quanto ao trabalho está a anos luz de ser um bom trabalho, isento,honesto, e serio…

  7. Criticar á muito fácil, contudo neste momento em Portugal julgo que o Jornalciclismo é o mais actualizado que temos, parabéns á organização, continuem com o bom trabalho, agradecemos a vossa dedicação a esta modalidade.

  8. Em cinco etapas da Volta a Marrocos, publicámos três notícias. Não se trata sequer de uma opção editorial, mas de acesso à informação. Não faz sentido publicar uma notícia com o resultado do melhor português, quando ninguém nos sabe dizer quem foi o vencedor da etapa e quem é o camisola amarela. Da mesma forma que não faz sentido dizer quem ganhou se não nos chega a informação de quem foi o mais bem colocado da equipa portuguesa. Ou seja, é preciso conseguirmos acesso a informação completa para podermos fazer uma triagem que corresponda a critérios jornalísticos com o mínimo de lógica.

    Quanto às camadas jovens, pensamos que estamos a dar uma visibilidade merecida.

  9. N se percebe como é q após de tantos dias de competição só hj se tenha publicado alguma coisa sobre a volta a Marrocos!!!
    É triste pois em vez de andarem a dar tanta importância a juniores e a miúdos q ainda têm mt p crescer e aprender deviam era debruçar se sobre o apoio ao escalão superior da modalidade.
    N é q deixem de apoiar os miúdos,é apenas n lhes dar tanta importância q ainda ira resultar em egos astronómicos q + tarde irão ser destruídos da pior forma…

  10. foi preciso pedir pra voces escreverem sobre isto, mas os meus parabens ,já agora a noticia do claudio apolo já cansa penso que todos já viram ,já tem mais de 1 mes

Os comentários estão fechados.