Barbot-Siper quer encurtar em um dia o castigo de Sérgio Ribeiro

A equipa Barbot-Siper pediu à Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) que o castigo de dois anos que está a cumprir Sérgio Ribeiro seja reduzido em um dia. O objectivo é permitir ao ciclista a participação no GP Internacional Paredes Rota dos Móveis, o que só será possível se a FPC der como cumprido o castigo a 14 de Maio, um dia antes de terminar a pena e data de arranque da próxima prova por etapas do calendário nacional.

“Já fizemos uma exposição à FPC, pedindo que o castigo seja encurtado em um dia, o suficiente para podermos contar com o Sérgio. Confiamos que assim decidirão porque o que é um dia face a dois anos?”, disse à Agência Lusa o director-desportivo da Barbot-Siper, Carlos Pereira.

Sérgio Ribeiro está suspenso desde Maio de 2007, depois de ter acusado o consumo de EPO, quando corria pelo Benfica. O ciclista foi despedido pela formação encarnada na sequência do “positivo”, ficando desempregado até ao início da presente época, altura em que foi contratado pela Barbot-Siper. O corredor matosinhense, 28 anos, ganhou o ranking nacional em 2006, ano em que competiu pela equipa que agora lhe dá uma nova oportunidade.

3 comentários a “Barbot-Siper quer encurtar em um dia o castigo de Sérgio Ribeiro”

  1. a federação se retirar a este, quero ver como vai ser daqui para a frente… ou será que a federação pode alterar os regulamentos UCI??!!!

  2. era bonito noticiarem a volta a marrocos uma vez que está uma equipa portuguesa , se fosse o baovista ou a liberty era de certeza assim nada acho triste mas é o que temos

Os comentários estão fechados.