TAÇA DE PORTUGAL XCO DECIDE-SE EM OLIVEIRA DE AZEMEIS

Com todos os escalões ainda sem vencedor antecipado, a Taça de Portugal de XCO, principal competição por etapas disputada em solo nacional, decide-se, no Domingo, em Oliveira de Azemeis, cidade que volta, mais uma vez, a ser palco do ciclismo português.

Em Elites Masculinos, embora a vantagem pontual de David Rosa seja confortável, Mário Costa, ainda está na luta pela vitória na classificação geral. Nessa luta, numa hipótese mais remota, surge ainda José Dias, que estará mais preocupado com a possibilidade de fazer pódio em Elites e com a vitória na classificação de Sub-23, numa luta acesa que mantém com Gonçalo Amado, com vantagem para o primeiro.

Nas Elites Femininas, a espanhola Lúcia Crespo parte com dez pontos de vantagem sobre a estoniana Maaris Meier, diferença essa ao alcance da recuperação. Como nos Elites Masculinos surge também, com menos hipóteses mas possíveis, Joana Monteiro que, para além da perspectiva de luta no escalão principal, não se pode esquecer da classificação de Sub-23 que lidera e disputa de forma acesa com Ana Tomás.

Nos Juniores Masculinos, João Rocha segue na dianteira de Bruno Silva, enquanto nas Femininas, Marta Branco tem vantagem sobre Beatriz Lopes.

Nova disputa nos Cadetes com supremacia pontual favorável a Guilherme Mota, sobre Rodolfo Serafin, e nas Femininas de Raquel Queirós sobre Raquel Silva.

Num circuito concentrado num espaço pequeno, o que permite deslocações fáceis de público para vários locais, desde manhã até ao final da tarde, ficaremos a saber quem são os vencedores da Taça de Portugal XCO 2016, nos vários escalões em competição.
Luís Gonçalves