Alberto Contador conquista etapa-rainha e comanda País Basco

O espanhol Alberto Contador (Astana) assumiu hoje a liderança da Volta ao País Basco, depois de vencer isolado a terceira e mais dura etapa da prova, que ligou Villatuerta a Eibar, numa extensão de 172,5 quilómetros. O corredor da Astana atacou forte a 5 quilómetros da chegada, durante a última subida da tirada, e distanciou-se dos principais rivais. O anterior camisola amarela, Luis León Sánchez (Caisse D’Epargne), já estava ligeiramente atrasado na altura do golpe do madrileno, tendo, todavia, limitado a perdas e cortado a meta com um atraso de 36 segundos face ao vencedor da última Volta ao Algarve.

A viagem de hoje era considerada a mais difícil da corrida basca, prevendo-se que pudesse seleccionar o grupo de corredores capazes de manterem aspirações à vitória até ao contra-relógio do último dia. Assim foi. Alberto Contador beneficiou de um excelente trabalho do colega Chris Horner que endureceu a corrida, preparando o ataque demolidor do madrileno. Depois tratou-se de gerir o esforço e a vantagem, numa subida não muito difícil e, portanto, pouco propícia a marcar grandes diferenças.

Cadel Evans (Silence-Lotto), Samuel Sánchez (Euskaltel-Euskadi) e Antonio Colom (Katusha) resistiram e passaram o risco, por esta ordem, 9 segundos depois de Alberto Contador. Damiano Cunego (Lampre-NGC) teve um momento de fraqueza, acabando a jornada a 28 segundos do vencedor. Na ausência de bonificações, estas diferenças são replicadas na classificação geral individual.