Vuelta: final nas Ilhas Canarias ?

A Vuelta tem sido caraterizada nos ultimos anos, por uma constante procura de inovações, que tornam a prova mais interessante, mediática e sobretudo espetacular.

Os percursos são rebuscados e todos ao anos surgem novas montanhas, novas vilas/etapa, com partidas e chegadas inovadoras. Este ano, a maior competição do país vizinho quererá terminar a Vuelta nas Ilhas Canárias, num claro assomo de arrojo organizativo. Segundo um jornal local, as Ilhas Canárias estarão disponíveis para receber os últimos quatro dias da competição, proporcionando algumas etapas de rara beleza e elevado grau de dificuldade.

A situação não é inovadora, pois já em 1993 e 2014 a Vuelta terminou fora de Madrid, mas o problema que se depara aos organizadores é a dificuldade de transporte de toda a logística, pormenor que está a ser estudado. Caso de venha a confirmar este final de Vuelta, será de prever duas chegadas em alto, praticamente no final da Vuelta : o alto de las Nieves ( 1954 metros de altitude) e o alto de Teide, em Tenerife com 3718 metros.