Faleceu Armando Santiago, ex-homem forte da Volta a Portugal

Faleceu esta madrugada, fruto de complicações de saúde após doença prolongada, Armando Santiago, ex-secretário geral da Volta a Portugal e um dos principais responsáveis pela organização da corrida maior aquando da atribuição da prova à empresa JN e, mais tarde, Sport Notícias. Santiago, como era carinhosamente conhecido no meio velocipédico teve a seu cargo a organização das mais diversas provas de ciclismo, grande parte das quais desempenhou funções auxiliares a Serafim Ferreira, a quem a sua passagem no ciclismo fica indelévelmente ligada.
Profundo conhecedor da modalidade e coleccionador ávido de informação sobre a Volta a Portugal, seus protagonistas e demais corridas – nessa condição o seu contributo fez-se notar na cobertura online do Jornal Ciclismo na última Volta a Portugal – Santiago iniciou a sua carreira no jornal Comércio do Porto, casa à qual regressou nos últimos anos de actividade daquele periódico após mais vinte anos de ligação ao jornal OJogo e Jornal de Notícias. Nos últimos anos, antes da doença o acometer a uma vida com mobilidade limitada, foi um importante dinamizador do futsal no Norte do país colaborando, entre outros, com a Rádio Clube de Matosinhos.
Com pouco mais de 50 anos, Santiago, cuja ligação primordial ao ciclismo cessou com a atribuição da organização da Volta a Portugal à PAD (Produção de Actividades Desportivas), estrutura que desenvolveu esforços para o contratar, deixa em luto a sua esposa, Júlia, e os filhos Mónica e Litos.
O papel de Armando Santiago no desenvolvimento do ciclismo – foi contemporâneo da internacionalização da Volta a Portugal e das demais competições portuguesas integradas no calendário da União Ciclista Internacional – deixa um vazio difícil de preencher, mesmo quando há vários anos desenvolvia uma actividade com distância formal à modalidade.
O corpo de Armando Santiago encontra-se em Câmara Ardente na Igreja de Paranhos (Porto), estando o funeral previsto para as 15h00 no cemitério local. A Federação Portuguesa de Ciclismo e a organização da Volta ao Alentejo associam-se à dor da família enlutada e tem previsto um “minuto de silêncio” à partida das competições velocipédicas de fim-de-semana.

6 comentários a “Faleceu Armando Santiago, ex-homem forte da Volta a Portugal”

  1. Amigo de infância, juntos brincamos e crescemos nas ANTAS, só agora descobri tão triste desenlace meu querido amigo.
    Ficarás para sempre no meu pensamento.Rezarei pela tua alma e que Deus te tenha acolhido no seu divino reino. Até sempre Armando——

  2. Partiste, pensei que era falsa partida. Na verdade não foi. Deixaste obra e por isso serás lembrado. Os amigos nunca se esquecem, são sempre lembrados e seguidos como exemplo. A toda a família os mais sentidos pesames. DESCANSA EM PAZ ARMANDO

  3. Partiu um GRANDE amigo, um mestre em termos organizativos de eventos de ciclismo. Vais deixer muitas saudades.
    Mas como sempre, só dos bons reza a história. A toda a família os mais sentidos pesames.
    Para nós os do ciclismo, Armando estarás sempre entre nós.
    DESCANSA EM PAZ

  4. Perdemos um Grande Homem da modalidade sempre ao lado do ciclismo, pessoa perfeita no lugar certo,amigo do amigo, sem mais palavras.Que DEUS o tenha entre nos,destes, a muito poucos um grande BEN-HAJA os mais sentidos persamos a toda a familia e Amigos.

  5. Vão-se os bons, e fica cá toda a espécie de porcaria…
    designios cruéis do destino. foi-se uma grande alma. que repouse em paz.

  6. O Santiago tinha três características fantásticas: era trabalhador, divertido e companheiro. Trabalhei com ele e conheci-o. Não era seu amigo mas tinha muita consideração por ele. Tenho muita pena e recordo-o com grande saudade.

Os comentários estão fechados.