Bairrada: Veloso triunfou por dois segundos numa etapa dantesca

podio

Alejandro Marque foi o vencedor da segunda etapa da Volta à Bairrada, depois de uma fuga bem sucedida na companhia de Delio Fernandez, numa etapa marcada por fortes aguaceiros ,e com a partida a ser adiada em 15 minutos, devido ao mau tempo.

Gustavo Veloso acabaria por vencer a corrida, com dois escassos segundo de vantagem sobre o seu colega de equipa. A tirada teve duas fases distintas. Uma primeira parte a rolar, em que o pelotão rolou compacto, controlando com facilidade uma fuga de quatro ciclistas, e o ultimo terço de corrida, marcado por uma forte aceleração da Rádio Popular-Boavista, no início da primeira contagem do PM, que dividiu o pelotão em vários grupos. No grupo da frente ficou um numero restrito de ciclistas, não de mais de 30 elementos, mas os ataques foram pouco consistentes.Num desses ataques a cerca de 25 kms da linha de chegada, Marque atacou e a W52 preferiu responder ao esticão do ciclista da Efapel com um ciclista melhor classificado na geral individual, acabando por ter sempre  a corrida controlada.

Cá atrás, o Tavira era a mais interessada em perseguir, mas a fuga dos dois ciclistas da frente acabaria por não ser anulada e foi com um rasgo de sorte, que Veloso acabaria por ganhar a prova, reduzindo de 45 segundos, na passagem pelo Luso, a 10 kms para a meta para 13 segundos na linha de chegada.

A prova esteve em bom plano mas, no melhor pano cai a nódoa. A cerimónia do pódio só se realizaria passado cerca de uma hora, sem publico e com responsáveis autárquicos, federativos, ciclistas, equipas e público, visivelmente agastados com a situação. Quando a organização chegou com camisolas e as meninas do pódio, já pouco publico estava presente no local.

Gustavo César Veloso também conquistou a classificação por pontos, Ivo Oliveira (Liberty Seguros/Carglass) foi o melhor jovem, Frederico Figueiredo (Rádio Popular-Boavista) foi coroado o melhor trepador e Bruno Sancho (Anicolor) venceu a classificação das metas volantes.

Classificações
2.ª Etapa: Luso – Mealhada, 161,5 km
1.º Alejandro Marque (Efapel), 3h45m38s (Média: 42,946 km/h)
2.º Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa), mt
3.º Domingos Gonçalves (Efapel), a 13s
4.º Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista), a 16s
5.º Gustavo César Veloso (W52-Quinta da Lixa), mt
6.º Samuel Caldeira (W52-Quinta da Lixa), mt
7.º Diego Rubio (Efapel), mt
8.º Oscar González (Efapel), mt
9.º Rafael Reis (Team Tavira), mt
10.º João Benta (Louletano-Ray Just Energy), mt

Geral Individual
1.º Gustavo César Veloso (W52-Quinta da Lixa), 3h56m11s
2.º Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa), a 2s
3.º Rafael Reis (Team Tavira), a 3s
4.º Diego Rubio (Efapel), a 10s
5.º Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista), a 13s
6.º Oscar González (Efapel), 17s
7.º Alejandro Marque (Efapel), a 20s
8.º Samuel Caldeira (W52-Quinta da Lixa), a 36s
9.º Domingos Gonçalves (Efapel), a 52s
10.º José António de Segóvia (Louletano-Ray Just Energy), mt