Jens Voigt herói do Criterium International, Rui Costa furou

Jens Voigt conquistou pela quinta vez o Criterium International disputada a dupla jornada, a segunda e a terceira etapa da prova francesa. Pela tarde, um contra-relógio individual de 8.3 quilómetros em Charleville-Mézières conquistado pelo alemão Tony Martin (Columbia) acertou o ordenamento da geral individual após a segunda etapa conquistada pelo alemão Jens Voigt, apenas quinto classificado na prova individual.

De manhã, entre Les Vieilles Forges (Les Mazures)  e Monthermé Voigt atacou para a vitória numa etapa que conhecia ao pormenor. ” Parti bastante cedo e esperei companhia, como foi o caso (Danny Pate), duvidei na parte final, quando senti o pelotão aproximar-se mas felizmente deu para vencer”, avaliou o veterano alemão, recordista de vitórias na competição.

A etapa matinal foi prejudicial às ambições de Rui Costa. O corredor da Caisse d’Epargne, segundo melhor classificado da equipa na etapa da véspera, foi vítima de um furo na parte inicial da corrida. Sem substituição de roda imediata, o atraso foi impossível de recuperar tendo posteriormente sido “aconselhado” a abandonar pelos comissários de prova. Na geral individual, Voigt foi secundado pelo checo Frantisek Rabon (Columbia), a dois segundos e pelo norte-americano Danny Pate (Garmin), a 9 segundos.