Corridas do Mundo

Volta à Suíça
A alternativa ao Dauphiné-Libéré para preparar a Volta a França. As suas etapas, em que cabem selectivas jornadas de montanha e um contra-relógio, servem para que os candidatos ao Tour possam testar ali as suas forças e preparar a afinação final de forma com vista ao grande objectivo do ano. A prova helvética arrancou em 1933, sendo a edição deste ano a 72ª, uma vez que a corrida não se realizou em quatro anos. Em 2008, a Volta à Suíça estende-se por nove etapas e 1411 quilómetros, disputando-se de 14 a 22 de Junho, sendo uma das corridas que integra o calendário ProTour. O último vencedor foi Vladimir Karpets, estando o recorde de triunfos – quatro – em posse do italiano Pasquale Fornara.

Halle-Ingooigemn
A região belga da Flandres é sobejamente conhecida no mundo do ciclismo pelas suas clássicas da Primavera. Mas este tipo de provas não se resumo àquela estação do ano, havendo corridas com configurações semelhantes em pleno Verão. É o caso da clássica Halle-Ingooigemn, cuja 61ª edição que sai para as estradas no dia 25 de Junho. Apesar de ter nascido em 1945, só em 2006 integrou pela primeira vez o calendário internacional da UCI. Em 2008 faz parte do circuito Continental Europeu, tendo a categoria 1.1. O percurso faz-se pelas acidentadas estradas da região, onde têm brilhado alguns ciclistas com peso no pelotão mundial.

Rota do Sul
A Rota do Sul (Route du Sud) é uma corrida por etapas que se desenrola no sudoeste francês. A prova começou a disputar-se em 1977, tendo na altura a designação de Tour du Tarn. Em 1982 passou a chamar-se Tour de Midi-Pyrénées, mudando de novo a designação em 1988, quando assumiu o actual título de Route du Sud. Esta competição prima pelos traçados selectivos que permitem a grandes corredores mostrar a sua classe nas estradas do sudoeste francês. Dada a sua localização no calendário, é encarada com grande seriedade pelos gauleses que vêm nesta corrida uma boa oportunidade de preparem o campeonato nacional. Ainda assim, há um claro equilíbrio entre franceses e forasteiros no número total de triunfos. Os ciclistas da casa conquistaram 16 das 31 edições já disputadas. Apesar disso, é um suíço, Laurent Dufaux, que detém o recorde de vitórias: escassos dois triunfos que o distinguem de todos os outros vencedores, que só o foram numa ocasião. Este ano, a Rota do Sul está inscrita no calendário Continental Europeu da UCI, no escalão 2.1, correndo-se de 19 a 22 de Junho.

1 comentário a “Corridas do Mundo”

Os comentários estão fechados.