Corridas do Mundo

Amstel Gold Race
A Amstel Gold Race é uma das principais clássicas da actualidade, integrando inclusive o calendário ProTour. No entanto, o seu arranque, em 1966, deu-se de forma, no mínimo, pouco ortodoxa. Dois holandeses amantes do ciclismo, Tom Vissers e Herman Krott, anunciaram para o dia 30 de Abril de 1966 uma prova de 280 quilómetros, a percorrer entre Amesterdão e Maastricht. Esqueceram-se, contudo, que uma competição de ciclismo não se faz em linha recta, sendo necessário usar as estradas e as pontes disponíveis. Quando o perceberam, alteraram o ponto de partida e o de chegada. Outras peripécias logísticas colocaram-se pelo meio e a primeira Amstel Gold Race esteve em risco de não chegar a ver a luz do dia. Finalmente, tudo se resolveu e a prova acabou mesmo por realizar-se… entre Breda e Meerssen, tendo o gaulês Jean Stablinski ficado para a história como o primeiro vencedor. Na actualidade, a corrida patrocinada pela cerveja Amstel é um dos objectivos da temporada de alguns dos melhores classicómanos. No dia 20 de Abril corre-se a 43ª edição, com partida de Maastricht e chegada no muro de Cauberg. Como outras provas de um dia do Centro da Europa, a Amstel Gold Race é um longa estirada de 257,4 quilómetros por entre colinas, estando incluídos no percurso 31 muros. Dentro de dias saberemos quem sucederá a Stefan Schumacher, vencedor em 2007.

La Fléche Wallonne
A Fléche Wallonne é o primeiro dos dois desafios que o pelotão internacional tem na região belga de Ardenas. Houve tempos em que a Flèche Wallonne e a Liège-Bastogne-Liège se disputavam no mesmo fim-de-semana, mas agora correm-se com uma diferença de dias: a 23 de Abril a primeira e a 27 a segunda. Tendo já mudado de local de partida e de chegada em várias ocasiões ao longo da sua história iniciada em 1936, a Flèche Wallonne tem vindo a disputar-se, nos últimos anos, entre Charleroi e o Muro de Huy. É aqui, após cerca de 200 quilómetros de pedaladas, que acaba a prova, à terceira passagem por esta subida que tem sectores onde a inclinação ronda os 15 por cento. A Flèche Wallonne foi uma iniciativa do jornal Les Sports, mas é, na actualidade, mais uma corrida da carteira de “produtos” da Amuary Sport Organisation, entidade que promove, por exemplo, a Volta a França e o rali Dakar.

Volta à Romandia

Uma das corridas por etapas com mais tradição, a Volta à Romandia celebra em 2008 a 62ª edição. Sendo uma das provas ProTour e realizando-se entre 29 de Abril e 4 de Maio, é um palco privilegiado para os melhores ciclistas da actualidade: uns procuram esta competição da região francófona suíça para limar as últimas arestas com vista ao Giro, os outros iniciam a preparação final para o Tour. A variedade do percurso, entre contra-relógios, etapas alpinas e tiradas menos duras, faz da Volta à Romandia uma espectacular iniciativa velocipédica. A primeira edição remonta a 1947, quando foi criada de modo a assinalar os 50 anos do ciclismo helvético.