Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta”- quinze galardoados este ano

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) criou em 2006, o Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” de forma a reconhecer publicamente o contributo de determinadas entidades ou pessoas individuais que tenham promovido a utilização da bicicleta nas suas múltiplas vertentes, através da criação ou melhoria de condições e facilidades em Portugal e/ou da divulgação de iniciativas fomentadoras do uso deste veículo não motorizado.

No âmbito da atribuição do Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” são anualmente consideradas as categorias: Autarquias, Cidadania, Comunicação Social, Empresas e Clubes, Ativismo e Intervenção Social, Dinamização Cultural da Bicicleta, Entidades Públicas. O Prémio é simbólico e constituído por peças em vidro artesanal português.

A edição deste ano, a 8ª, realizou-se esta quarta-feira dia 18 de setembro em Lisboa, no Museu do Design e da Moda-MUDE, com a receção dos participantes e convidados pelas 158 horas. Pelas 18,30 apresentou-se mais uma edição, falando da Mobilidade em Bicicleta, e da Semana Europeia que está a decorrer até ao próximo dia 22.

Seguiu-se a entrega dos prémios, este ano com quinze galardoados, divididos em 6 categorias, sendo elas as seguintes:
Cidadania
I Bike Barreiro
Braga Ciclável
Major Poiares
Subcomissário Gancho
Comunicação Social – Escrita
Idálio Revez
O Praticante
Jornal Pedal
Empresas e Clubes
BK Portugal
CTT – Correios de Portugal
SPORTZONE
Futebol Clube do Porto
Dinamização Cultural da Bicicleta
Festival Bike Portugal
Autarquias
Câmara Municipal de Torres Vedras
José Sá Fernandes – Vereador do Ambiente Urbano, Espaços Verdes e Espaço Público
Entidades Públicas
Grupo de Trabalho para a Segurança Rodoviária da Assembleia da República

De salientar que em 2011, também o Jornal de Ciclismo foi galardoado com o prémio de comunicação on-line.

O Secretário de Estado, Sérgio Monteiro e José Manuel Caetano.
O Secretário de Estado, Sérgio Monteiro e José Manuel Caetano.

A cerimónia veio a terminar cerca das 20 horas, com o secretário de Estado dos Transportes Sérgio Monteiro a encerrar o evento, onde manifestou a satisfação de mais um ano estar, referindo a importância do Prémio da Mobilidade, já que é um estimo a fazer mais e melhor. Referiu as atuais alterações ao novo código da estrada, onde a bicicleta vai ser mais protegida. Deu ainda em primeira mão, a informação de que o Metropolitano de Lisboa a partir de hoje transporta bicicletas todos os dias, independente da hora, não haverá horário nem dias específicos, também a CP, irá implementar brevemente o transporte de bicicletas, seja no intercidades, como regionais, o que passará a fazer o transporte tanto na parte urbana, como no longo curso, decisões importantes.

Sobre os benefícios fiscais para a bicicleta, tanto na redução do IVA, como em deduções fiscais, o mesmo continuou a afirmar o que disse há um ano, “isso é um problema fiscal, atualmente a situação do país não o permite, mas tudo é possível”.

Grupo trabalho

Com um auditório bem composto, este Prémio da Mobilidade galardoou figuras, entidades, com algo importante na Mobilidade, cada qual da melhor forma, onde todos juntos conseguem promover a bicicleta e a sua utilização, numa mesa que foi composta por, Pedro Roque de Oliveira, Deputado e representante da FPCUB, Sérgio Monteiro, Secretário de Estado dos Transportes, Fernando Nuno Silva, Vereador da Mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa, e José Manuel Caetano, Presidente da FPCUB, que também foi moderador da mesa, o qual nos dizia também no final à nossa reportagem estar satisfeito mais um ano com a participação, “os galardoados foram escolhidos pelos seus méritos, pela promoção da bicicleta, sendo assim um estimulo a continuarem o trabalho que tem feito até aqui, ao mesmo tempo que entusiasmar outros a seguir o exemplo, que da parte da FPCUB vai continuar a trabalhar com afinco como tem feito até aqui, estar atenta, e no próximo ano espera trazer aqui novos galardoados com valor, como todos os que por aqui passam ao longo deste oito anos de nomeações”.

Pouco mais para dizer, apenas esperar nova edição, novos galardoados, e que o “Prémio Nacional da Mobilidade em Bicicleta” continue a crescer e a incentivar como tem acontecido até hoje.

Texto e fotos. José Morais