Circuito da Malveira : o primeiro triunfo de Daniel Freitas

Daniel Freitas da Efapel- Glassdrive foi o vencedor do Circuito da Malveira, uma das provas mais tradicionais do ciclismo nacional, e organizada pelo Clube Atlético da Malveira. Com um passado de grande importância, o Circuito da Malveira é o circuito mais prestigiante de todos quantos se disputam no nosso país, mantendo uma tradição de longos anos.

Pelas 13.00 realiza-se o circuito propriamente dito, 60 kms em 30 voltas, seguindo-se depois na pista de ciclismo , um festival que reúne os ciclistas que tomaram parte nesta prova, num festival de pista com entradas pagas.

Mantendo-se fiel a este tipo de figurino, a prova tem resistido à erosão dos tempos, granjeando um publico fiel, que gosta de aplaudir os ciclistas que, uma ou duas semanas antes competiram na Volta a Portugal. É um dos mais carismáticos “criteriums” nacionais, um pouco semelhante ao que acontece nos criteriums pòs Tour de França.

Daniel Freitas foi o vencedor, conquistando assim o seu primeiro triunfo como ciclista profissional, à frente de Samuel Caldeira e Bruno Silva.

Na pista, Daniel Mestre Carmim-Prio) venceu o criterium e Bruno Silva ( LA Alumínios) a prova de eliminação.

Classificação do circuito:
1º Daniel Freitas ( Efapel-Glassdrive)
2º Samuel Caldeira ( Carmim-Prio)
3º Bruno Silva ( La Alumínios)
4º Sérgio Ribeiro ( Efapel)
5º Hugo Sabido ( idem)
6º Domingos Gonçalves ( Onda-Boavista)
7º João Matias ( ASC)
8º Helder Oliveira ( Onda)
9º Luis Fernandes ( OFM)
10º Marcio Barbosa ( LA Alumínios )