“Lisboa Ciclável”, centenas pedalam na, na “Semana Europeia da Mobilidade”

A Semana Europeia da Mobilidade decorre de 18 a 22 de Setembro, um pouco por todo o lado, as manifestações em prol de uma atmosfera menos poluída, de cidades menos ruidosas e com mais espaço livre, são tema de conversa e de acções de sensibilização, Portugal já há muito que aderiu, porem, talvez nem tanto como seria desejado.

A bicicleta explodiu nos últimos anos a sua utilização, inicialmente como complemento desportivo e forma de praticar exercício físico, e nos últimos tempos como meio de transporte para alguns, em Portugal existe já um número considerado de ciclovias, o que vem dar mais segurança a todos aqueles que utilizam a bicicleta diariamente, nas deslocações mais diversas, em especial o casa-trabalho-casa, ou casa-escola-casa.

Um pelotão amarelo passeou por Lisboa.
Um pelotão amarelo passeou por Lisboa.

Lisboa, a cidade das tão famosas sete colinas, muitos ainda tentam desacreditar a bicicleta na sua utilização diária, analisando a cidade, 90 a 95 % da mesma é Ciclável, e em nada as sete colinas metem medo, actualmente com o tipo de bicicleta existente, as mesmas são sem dúvida fáceis de ultrapassar, por isso a autarquia investiu nos últimos anos em vias ciclaveis, possui mais projecto ambiciosos, e dentro em breve será possível atravessar os pontos mais críticos da cidade, fugindo ao transito, utilizando a bicicleta, ao mesmo tempo que se economiza, e se protege o ambiente.

E foi em Lisboa que este domingo várias centenas de amantes e utilizadores diários da bicicleta, números que pela organização rondou os 850, se concentraram no Jardim Amália Rodrigues, no alto do Parque Eduardo VII, para participarem no passeio “Lisboa Ciclável”, evento inserido na Semana Europeia da Mobilidade, com o fim de dizerem que a bicicleta está bem viva, tem pernas não para andar, mas sim para pedalar, e que é urgente criar ainda mais condições para o fazer, o vento que teve organização da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa – Departamento de Ambiente e Espaços Verdes, representado pelo Vereador Sá Fernandes, o Verde Movimento Alfacinha, e o El Corte Inglés.

Uma ciclovia plena de ciclistas.
Uma ciclovia plena de ciclistas.

A concentração ocorreu pela 9 horas, sendo a partida dada pela 10,30, pela frente apenas um trajecto com cerca de 20 quilómetros, percorrido quase na totalidade nas ciclovias da capital, onde participaram diversos escalões etários, de ambos os sexos, as bicicletas eram as mais diversificadas, e muitas até originais, como objectivo, o mostrar a bicicleta, o dizer que se pode pedalar em segurança na cidade de Lisboa, e que as míticas e tão faladas sete colinas, afinal são facilmente ultrapassadas.

José Manuel Caetano, com Ricardo Sá Fernandes, na hora da partida.
José Manuel Caetano, com Ricardo Sá Fernandes, na hora da partida.

No final José Manuel Caetano, presidente da FPCUB dizia à nossa reportagem; “Lisboa Ciclável é um evento inserido na Semana Europeia da Mobilidade, pretendeu-se continuar a reivindicar condições de segurança e conforto para utilizar a bicicleta nas cidades, sendo uma redistribuição dos espaços públicos e rodoviário, aumentando outras formas de mobilidade, utilizar a bicicleta, é uma qualidade de vida urbana mais saudável para todos.
As pessoas tem de ser envolvidas na necessária mudança de comportamento em relação à mobilidade, ao utilizar a bicicleta e o andar a pé, será um complemento com o uso de transportes públicos, e alem da escolha ser mais saudável em termos físicos e psíquicos para quem pratica, reduz consideramente a emissões de poluentes.
Hoje tivemos aqui centenas de pessoas, das mais diversas idades, dos mais níveis económicos e sociais, o que quer dizer que o uso da bicicleta é para todos, por isso o nosso objectivo foi o de promover ainda mais o uso da bicicleta como forma de mobilidade sustentável, não poluente e ecológica, sendo saudável quer no meio de lazer, como nas deslocações pendulares, casa-trabalho ou casa-escola, tentamos percorrer as ciclovias de Lisboa, mostrando assim às pessoas que já existem condições, segurança, e que num futuro mais próximo mais haverá, e mais fácil será andar na capital a pedalar, e quero salientar ainda de que , ontem sábado e hoje domingo, tivemos mais uma prova de como as pessoas querem andar cada vez mais de bicicleta, tivemos a escola da bicicleta a funcionar, e mais de centena e meia iniciou o curso para aprendizagem de andar de bicicleta, com grande sucessos positivos, porque hoje tivemos aqui pessoas que aprenderam ontem e hoje quiseram já partir ao desafio, o que é gratificante para nós ”.

O comentário final:

A recente mensagem negativa que o presidente do ACP fez sobre as ciclovias criadas em Lisboa, apenas vem mostrar o velho lobby a favor do automóvel na cidade, quando a sua preocupação seria a de tentar que se criassem parques de estacionamentos na preferia da mesma, e não dentro, e depois, incentivar ao uso do transporte publico e da bicicleta, seriam o indicado, é certo de que o automóvel tem o seu lugar, ninguém o despreza, mas quando uma cidade como Lisboa é evadida diariamente por milhares de carros, se torna por vezes impossível andar, e se vem dizer que o dinheiro gasto em alternativas como a construção de ciclovias, em vez de parques de estacionamento, em nada abona o bom senso para a utilização da bicicleta, quando todos sabemos ao preços que os combustíveis estão, a crise que actualmente se vive, e as alterações climatéricas cada vez mais alteradas, é pena falar-se e criticar-se certas medidas, em vez de incentivar a que a bicicleta pudesse ter por exemplo, certos benefícios fiscais.

Numa manhã que acordou com Sol, onde algum vento se fez sentir, foi tempo de dizer bem alto, nós estamos aqui, queremos o nosso espaço, e não nos podem calar, e com muita vontade de pedalar e em segurança, era as expressões que se viam na cara dos participantes, uns mais novos, outros mais idosos, famílias completas, todos pedalaram por um objectivo, Mobilidade, Segurança, qualidade de vida, e mais ciclovias, porque utilizadores, esses temos já muitos, condições, essas é que ainda são reduzidas.

Texto e fotos: José Morais

One thought on ““Lisboa Ciclável”, centenas pedalam na, na “Semana Europeia da Mobilidade””

  1. Muito bem, é importante que se defenda o uso da bicicleta dentro das cidades, e se criem condições para as mesmas, porque se devem fazer mais parques para os carros, os que existem não chegam, ele à cada uma…

Os comentários estão fechados.