Catalunha: mais um tiro de Contador

“Não é uma subida demasiado exigente…Não tem a inclinação que gostaria, mas é o que temos e há que aceitá-lo”. As declarações de Alberto Contador no final da segunda etapa da Volta a Catalunha não caíram em saco roto pois o madrileno da Saxo Bank voltou a surpreender toda a concorrência com uma demonstração invejável de condição física tal como o havia demonstrado em Fevereiro, no Algarve, e, mais tarde na Volta a Murcia, onde somou a primeira vitória do ano. Ontem foi em Vallnord, Andorra, que Contador impôs a sua lei numa vitória de etapa que o colocou no comando da classificação geral. O madrileno atacou primeiramente a cinco quilómetros do risco – Levi Leipheimer tentou aguentar a pujança do espanhol – para isolar-se definitivamente com um segundo ataque o permitiu ganhar 23 segundos ao italiano Michele Scarponi (Lampre) e a Levi Leipheimer (Radioshack). Outros notáveis batidos por Contador foram Ivan Basso (com mais 38 segundos) ou Cadel Evans (50 segundos) – de permeio estiveram Daniel Martin (Garmin-Cervelo), Chris Horner (Radioshack) e Alex Cano (Colombia es Pasión), que minimizaram a perda com 35 segundos.
Com este resultado e, na ausência de dificuldades de monta nas restantes quatro etapas, Contador poderá ter já sentenciado aquela que será a sua primeira vitória à geral na Volta a Catalunha.
Por sua vez, José Mendes (CCC Polsat) voltou a estar em evidência ao terminar a selectiva etapa andorrana, na 33ª posição, a 2m10s do líder, a mesma distância que o separa de Contador na tabela geral e na qual o vimaranense é 32º. Manuel Cardoso (Radioshack) foi 168º, a 21m04s e, na geral, é 164º, a 33m53s.

11 comentários a “Catalunha: mais um tiro de Contador”

  1. podem falar mas se fosse o contador com a sua falta de fairr-play levava 1min no tour(no minimo)….podem falar mas quem tentou seguir o schleck na etapa que acabou em bagneres de bigorne(algo desse género)foi o vinokourov…akele que disse ao contador para atacar…..eu nao acho tbm o contador tao forte….

  2. vao cair recordes de vitorias… vao aparecer muitos “tubaroes” do ciclismo que ja devem estar preocupados… so espero que nao existam mais politiquices que impeçam contador de mostar todo o seu potencial como atleta…

  3. Boas. O” Patrao” voltou e espero que em defenitivo.

    Como é que ainda nao apareceu ninguem a dizer que é do bife Espanhol.

    Um abraço

  4. O Alberto Contador é o melhor e disso ninguém pode ter dúvidas… Mesmo com todos os problemas que teve, tem uma forma notável… Não tem adversários á altura, o que é uma pena porque assim só lhe tira a motivação. Vai ganhar o Giro e a Vuelta sem problemas, só é pena é quase de certeza não poder participar no Tour. Senao era este ano que ganhava tudo.. És o maior CONTADOR

  5. ainda ha duvidas que é o melhor do mundo? nao da hipotese, onde entra é para ganhar… é o ciclista mais completo e competitivo do mundo.

  6. Bem… Dar 23s ao super Scarponi do Milão – San Remo, e 38 ao Basso e 50 ao Evans do Tirreno, é obra… No Giro vamos ter o Contador mais forte dos últimos dois anos e, se a UCI não recorrer, ainda vai limpar o Tour. Grande dia para a Saxo Bank com esta e, especialmente, a vitória verdadeiramente espetacular do Nick Nuyens na Dwars Door Vlaanderen. De repente, já têm bastante mais palmarés esta época que a Leopard…

  7. Para um homem que viveu o terror psicológico que viveu durantes meses. que vive até na iminência de um golpe de teatro de possibilidade de recurso por parte da UCI ou da WADA no último dia para o efeito (amanhã), quicá no último segundo, à boa maneira de Spilberg, até que nem esteve nada mal.

  8. Excelente a vitoria de Contador na etapa rainha da Volta a Catalunha provando que nao precisa de substancias nenhumas para vencer, e o melhor em alta montanha e disso nao tenho duvidas!
    Percebe-se que hajam pessoas que o queiram ver fora do ciclismo porque ele a continuar assim desta maneira nao deixa muitas hipoteses aos outros de vencerem excepto o Andy Schleck ou o Nibali.

    Bem tambem o Scarponi e o Leipheimer.
    O Basso e o Evans ja se sabe que em alta montanha nao tem hipotese com o espanhol.

    Força “El Pistolero”!

  9. Grande trabalho de equipa e grande vitoria de CONTADOR.
    Mais uma vez a demonstrar que é o melhor e a calar os oportunistas.
    Dia perfeito para a SaxoBank que tambem ganhou a Dwars door Vlaanderen por intermédio do Nick Nuyens!

Os comentários estão fechados.