Crono-escalada curta é novidade na Volta a Albufeira

A quinta edição da Volta a Albufeira – Troféu José Martins, na estrada nos dias 12 e 13 de Março, tem como principal novidade uma crono-escalada de 3 quilómetros, na etapa vespertina do primeiro dia de competição.

A corrida abre com uma etapa de 86,5 quilómetros, entre Albufeira e Ferreiras, que tem como principal dificuldade uma contagem de montanha de terceira categoria, na Picota, sensivelmente a meio da tirada. Na tarde desse mesmo dia realiza-se a crono-escalada de três quilómetros, entre o Purgatório e a Aldeia dos Matos.

A competição encerra com a mais longa viagem da prova, 99,3 quilómetros com partida da Guia e chegada a Albufeira e uma meta de montanha de terceira categoria a meio da deslocação.

A Volta a Albufeira homenageia mais uma vez o algarvio José Martins, vencedor da Volta a Portugal em 1946 e em 1947, falecido no início de Fevereiro aos 93 anos.

A corrida será antecedida por um festival de pista, que se realiza a partir das 20h00 de dia 11 de Março, na Pista de Loulé. Serão disputadas provas de perseguição, eliminação e scratch.

18 comentários a “Crono-escalada curta é novidade na Volta a Albufeira”

  1. se a prova fosse de um só dia, talvês os poucos patocionadores e apoios não se mostrassem interessados em fazê-lo, daí, esta prova em Albufeira, condicionalmente, tenha que se realizar em mais de um dia…

  2. Como Cidadão do concelho de Albufeira esta prova deixa-me cheio de orgulho, é umas das únicas provas que tenho a possibilidade de presenciar, ainda mais sendo disputada na minha terra. Apesar de todas as criticas, são estas provas de juniores (como são aqui tratadas por alguns adeptos deste fantástico desporto), que dão emprego aos nossos ciclistas, se não houvesse este tipo de provas o calendário português ainda seria mais pobre do que é!
    Como isto é a volta a Albufeira e não a outros concelhos, aconselho-vos a pesquisarem área do concelho de albufeira! é um concelho muito pequeno, dai a pouca quilometragem., ainda para mais vão utilizar uma subida que fica no concelho de Loulé, limiar do concelho de Albufeira.
    Pessoalmente prefiro uma prova com diferentes etapas mas curtas, do que um circuito de 4 km, onde os ciclistas dão 30 a 40 voltas (julgo haver uma prova deste género no calendário português de ciclismo). A crono-escalada vai trazer espectáculo, apesar de curta não é uma subida fácil.
    Lá estarei para ver…

  3. Bem no que toca á etapa de sábado ser curto acredito que tenhoa sido já aqui explicado que ao ficar mais curta a etapa não se gasta tanto em dinheiro e pode se dar um pouco mais de condições de deslocações ás equipas virem de bastante longe.

    No domingo havendo 2 sectores, um crono e 1 etapa em linha nunca os ciclistas poderiam fazer uma grande quilometragem, pois as leis deste desporto de 2 rodas assim o diz que tem de haver várias horas a separar o fim e o inicio de cada etapa no mesmo dia…a não ser que queiram que os ciclistas cheguem de lanterna na mão e ai ja poderriam marcar uma etapa de 120/130 kms mais o crono. Espero ter tirado algumas duvidas que por aqui existem. Abraços PM

  4. Aprova pode ter poucos Kms comparada com algumas outras, eu também não percebo porque as etapas não ultrapassam os 100Km, mas praticamente não tem plano ou sobe ou desce, por isso também de certeza que não vai ser a mais fácil do campeonato. 

  5. Para quem gosta de falar de kms Por exemplo o festival de pista de Tavira tem as 100 voltas que da 30 kms. Vossas excelências não davam nem 10 voltas sem serem eliminados. Viva o cicloturismo e as pedaladas do domingo (atenção que eu tambem gosto…).

  6. Estes comentários vão de mau a pior. Temos poucas provas e ainda criticam as que existem. Porque não metem mãos a obra e fazem melhor, toda a gente agradecia mesmo que fizessem igual.
    Neste momento o ciclismo esta como esta e os patrocínios todos nos sabemos como estão. Por isso só assim se consegue apoios, tendo dias de corrida dias de publicidade, forma de chegar e partir de vários locais que e o que vende e a única hipótese de ter apoios das autarquias. Curtos, poupa-se no policiamento (que levam quase 50% do orçamento das provas) e esses só se conseguem poupar reduzindo as quilometragens.
    A Volta a Albufeira sempre teve esta quilometragem e não foi por isso que deixou de haver espectáculo aamorim.

  7. “A competição encerra com a mais longa viagem da prova, 99,3 quilómetros “, LoL que engraçados que eles são , ou antes que palhaçada.

  8. Dois dias de competiçao e nem 200 km fazem, isto é brincar ao ciclismo

  9. Daisy, por amor de Deus. São profissionais, realmente parece uma prova de juniores.

  10. É que eu tenho um grave defeito… sempre que posso, estou presente nas provas! (In)felizmente a volta decorre maioritáriamente no Norte. Para mal de uns e para gáudio de outros… E eu sou sempre um dos felizardos!
    Bom, bom, era que todos nós aparecessemos nas provas. Não são muitos os desportos em que há a possibilidade de conviver de perto (partidas e chegadas) com os nossos idolos e não só!!! Felizmente.

  11. Cara Daisy.
    Na verdade não conheço a subida, mas se fosse mais perto, garanto que lá estaria (estou no norte…).
    Mas, é óbvio que estava a usar de sarcasmo!!! 80 ou 90 kms podem ser muito duros, depende da média e do ritmo imposto. Pelo contrário, 200 kms podem ser “fáceis”…
    E, claro está, qualquer crono-escalada É SEMPRE MUITO DURO, óbviamente.
    Quem me dera poder estar presente…
    Cumprimentos

  12. Ó aamorim dá para ver que não conheces a subida. pega numa bicicleta e vai faz-ela para veres quanto tempo demoras. 

  13. lololol concordo aamorim e spongebob.
    ora deve dar duas horitas e pouco de corrida. o mais dificil deve ser a crono. mas n se pode falar pq depende de quem vai lá e do ritmo que metem.

  14. Esta notícia refere-se a qual escalão? Júniores???
    É que com esta quilometragem…
    Mais vale juntar tudo numa só etapa, já dava uma prova agradável! Com muito menos custos…
    Ou o importante é apenas “os dias de competição”?
    Enfim, mais do mesmo ciclismo que vamos tendo.

Os comentários estão fechados.