José Joaquín Rojas sucede a Rui Costa no Troféu Deiá

O espanhol José Joaquín Rojas (Movistar) ganhou esta tarde o Troféu Deiá, quarta e penúltima corrida do Chalenge de Maiorca. Apesar das dificuldades montanhosas da viagem de 143 quilómetros, o sprinter espanhol conseguiu integrar o numeroso grupo dianteiro, sucedendo a Rui Costa como vencedor desta clássica. O segundo classificado foi Gorka Izaguirre (Euskaltel-Euskadi) e o terceiro Juan José Cobo (Geox-TMC).

O melhor português foi Tiago Machado (RadioShack), 19.º com o mesmo tempo do vencedor. Bruno Pires (Leopard-Trek) terminou na 58.ª posição, a 1m29s. Nelson Oliveira (RadioShack) foi 131.º, a 10m52s, e o colega de equipa Sérgio Paulinho acabou em 145.º, a 13m13s.

Amanhã disputa-se o Troféu Magalufe – Palmanova, 158,5 quilómetros de autêntico carrossel, com quatro contagens de montanha de segunda categoria e uma de terceira.

1 comentário a “José Joaquín Rojas sucede a Rui Costa no Troféu Deiá”

  1. Só sucedeu ao Rui pk o Rui não correu, senão era bem capaz de vencer de novo 🙂

Os comentários estão fechados.