Marcel Kittel quebra hegemonia de Guardini

O alemão Marcel Kittel (Skil-Shimano) impôs-se ao sprint na terceira etapa do Tour de Langkawi, prova que se disputa na Malásia e que continua liderada pelo italiano Andrea Guardini (Farnese Vini – Neri Sotttoli), vencedor das duas primeiras tiradas. O português José Mendes (CCC Polsat) voltou a chegar no pelotão, com o mesmo tempo do melhor do dia.

Tal como se previa, os 144,9 quilómetros que uniram Taiping a Sitiawan terminaram com o pelotão compacto. A dúvida residia em saber se Guardini conseguiria fazer o “tri”. Mas o transalpino, apesar de bem colocado, não conseguiu esse objectivo, acabando na terceira posição, atrás de Kittel e do malaio Anuar Manan (Terengganu ProAsia Cycling).

A camisola amarela de Andrea Guardini está segura por sete segundos sobre Amuar Manan e de 18 sobre Marcel Kittel, que são os mais directos perseguidores. José Mendes ocupa a 62.ª posição, a 28 segundos do comandante.

A quarta etapa, 137,6 quilómetros entre Ayer Tawan e Cameron Highlands, promete mexer com a classificação geral. Os corredores vão enfrentar uma contagem de montanha de primeira categoria e outra especial nos últimos 30 quilómetros, estando a derradeira dificuldade a menos de dez quilómetros da chegada.

1 comentário a “Marcel Kittel quebra hegemonia de Guardini”

Os comentários estão fechados.