Celestino Pinho campeão nacional de ciclocrosse

Celestino Pinho confirmou favoritismo

Celestino Pinho (Louletano/Loulé Concelho) venceu hoje o campeonato nacional de ciclocrosse, disputado em Lordelo, Paredes. O corredor natural de Gaia confirmou o favoritismo, isolando-se na primeira das dez voltas, nunca deixando a concorrência aproximar-se. O segundo foi Rúben Nunes (Team Oliveira/Lapierre/Mavic) e o terceiro Tiago Santos (Santa Cruz/Bicicastro).

Isabel Caetano mostrou classe entre a elite feminina
Isabel Caetano mostrou classe entre a elite feminina

Isabel Caetano (CSM Epinay) sagrou-se campeã nacional entre a elite feminina, batendo por larga margem a colega de equipa Ana Rita Vigário e Ana Rita Vale (Team Oliveira/Lapierre/Mavic). Filipa Fernandes (Aktive BTT Team) foi a primeira veterana, mas não teve direito a camisola de campeã por escassez de participantes.

Mário Costa revelou execelente condição e sagrou-se campeão de sub-23
Mário Costa revelou execelente condição e sagrou-se campeão de sub-23

Mário Costa (ASC/Bravus Curas) esteve em grande nível, ganhando sem surpresa a competição de sub-23. O segundo foi Fábio Ribeiro (Candibyke/Metal Trigueira), diante de Fábio Oliveira (Santa Cruz/Bicicastro), terceiro.

Juniores da Candibyke sem rivais à altura
Juniores da Candibyke sem rivais à altura

A Candibyke/Metal Trigueira foi hegemónica entre os juniores, ocupando todo o pódio. Francisco Sousa venceu, Roberto Ferreira foi segundo e Carlos Silva terceiro.

Fábio Mansilhas foi o melhor cadete
Fábio Mansilhas foi o melhor cadete

Fábio Mansilhas (Silva & Vinha/ADRAP) derrotou a concorrência no escalão de cadetes. André Moreira (Santa Cruz/Bicicastro foi o segundo) e Rui Carvalho (Silva & Vinha/ADRAP) fechou o pódio.

Joaquim Silva não deu hipóteses aos outros veteranos
Joaquim Silva não deu hipóteses aos outros veteranos

O melhor veterano A foi Joaquim Silva (Santa Cruz/Bicicastro), cujo à-vontade foi patente. O segundo foi Nuno Monteiro (Candibyke/Metal Trigueira) e o terceiro Hugo Moreira (Aktive BTT Team).

António Sousa celebra oitavo título em diferentes disciplinas
António Sousa celebra oitavo título em diferentes disciplinas

A prova de veteranos B foi ganha por António Sousa (Candibyke/Metal Trigueira), diante de António Moreira (Pòvoa BTT) e Mário Costa (ASC/Bravus Curas). Joaquim Silva (Santa Cruz/Bicicastro) venceu em veteranos C, outra categoria sem campeão.

29 comentários a “Celestino Pinho campeão nacional de ciclocrosse”

  1. Só falta dizer que para ser como o Eduardo Fonseca “é preciso nascer 2 vezes”, que figura tão desconcertante.

    Chama de burros, tapados e aldrabões às pessoas dos outros posts, que moral tem para falar assim?

    É de lamentar que tente distorcer a realidade…meia dúzia de pessoas no público a assistir?

    Quantas fotos quer que lhe mostre a si e aos restantes para mostrar o quão está enganado e a tentar iludir quem aqui vem ler?

    Se ninguém o conhece no ciclismo e se pouca gente o conhece, porque anda a perder tempo aqui? Garanto-lhe que cá não faz amigos. Sabe o que parece? Um politico em campanha presidencial, só diz mal do adversário.

    Se usasse essa sua raiva e nervo todo a competir, ainda se percebia! Se, se service dessa sua atitude critica para encontrar um caminho melhor para o desporto, todos agradeciam. Se fizesse como o Luis.porto diz, talvez ganhasse uns amigos e fosse mais conhecido.

    Este é um posto dirigido a si, porque denigre ainda mais a imagem de um desporto que está no lixo. Devia ter tento na língua e pensar que a quem se dirige podem não ser catraios e possivelmente podem saber quem o Eduardo é.

    A sua escrita dá-me sono, não me tira do sério, é aborrecida e sem sal.
    FSF.

  2. boa tarde,
    Não sou nada de andar aqui a fazer coments inúteis que não levam nada nem ninguém a lado nenhum, mas depois de observar alguns coments, não resisto a mostrar o meu descontentamento.

    srº Eduardo, depois de ler o que escreveu, fico a pensar que está a brincar c isto… Viu bem o numero de pessoas que estavam presentes lá?? meia dúzia? contando apenas os meus amigos/conhecidos, +- 30… informo que está completamente errado. Mas foram bem mais de 30 pessoas, posso garantir-lhe que passaram por lá algumas centenas de pessoas. (algumas_ + de 2 🙂 ). Mesmo assim concordo que é pouco publico/atletas, mas já se questionou qual foi o orçamento da organização??e sabe qual é a disponibilidade financeira dos atletas para poderem adquirir uma maquina de ciclocross?? Informo-o que o ciclocross ñ tem estádios c valores de milhões, e atletas a auferir 12milhoes/ano??? nada que se pareça…conta apenas com a força e alguma disponibilidade de pessoas dedicadas ao desporto e que nada ganham com isto, apenas o prazer de poder contribuir para uma modalidade bonita que estava caída no esquecimento.
    O pouco dinheiro atribuído ao ciclismo fica pela fpc, e algum que resta vai para o ciclismo de estrada…o resto é paisagem…estamos em PT.

    Mas agora também posso deixar-lhe uma sugestão que não se podia aplicar ao campeonat nacional, mas numa prova que consequentemente atrairia mais portugueses para a modalidade, e que por fim teriamos um camp. nacional de ciclocross c muitos atletas/publico.

    Sabe como se conseguia trazer muito publico e muitos participantes a uma prova de ciclocross?? eu posso deixar-lhe aqui algumas dicas, caso pretenda contribuir, pelo que fala…
    (um exemplo)>>>>>>> pegava em 10 000 euros, e como era um project com um bom orçamento conseguia ainda mais patrocinadores para materiais, depois pagava um bom trabalho de divulgação, nacional e internacional, pagava um bom serviço de design, divulgava em mupis, outdoors, net, e todos os meios de comunicação que possa imaginar, depois d estas etapas aind teria 5000e em caixa, o mais correcto seria distribuir em prémios pelos atletas, pois eles merecem mais que ninguém, e são sempre os últimos a receber alguma coisa. Escolhia uma boa data, fazia uma boa pista. E depois tenho a certeza que conseguiria alcançar alcançar bons numeros. Os atletas seriam mais de uma centena, e teria mais de um milhar de publico. Convidava os media, ah e como estamos em portugal, é necessário “factor c”, mas conseguiria uma boa cobertura dos media…
    Consegue fazer isto?? ñ pois ñ?? então….s conseguisse seria optimo…
    Ah, apesar d o desconhecer, não chame todos d burrinhos, pense bem no que escreve…

    Quanto á Sandra, s é quem estou a pensar…no coment..

    divirtam.s, nada d stress, a vida passa rapido…
    cumprimentos
    Luís

  3. Tenho pena que em pleno século 21 ainda existam pessoas tão burrinhas, tão tapadinhas.
    EU ESTIVE LÁ E ESTAVAM LÁ MEIA DUZIA DE PESSOAS. TENHAM VERGONHA SEUS ALDRABÕES .
    Até a foto o comprova. Apenas constatei um facto , nunca me viram nem vão ver criticar por criticar. Estiveram poucas pessoas e eu disse-o, e daí qual é o problema ?
    Quanto ao assinar, não lhe admito que dúvida da minha palavra, porque é algo que muito prezo. Mas para apresentar a mentalidade que patenteou nos seus comentários será provavelmente mais um catraio que aqui vem em busca de ilusões, à procura de boas notícias, mas aqui contam-se não se inventam.
    Posso ser conhecido por pouca gente, mas isso não muda a minha identidade , Eduardo Fonseca.

  4. 🙂 é com cada uma.
    Não é Celine mas sim Celina e não é voceses… Ainda não aprendeste tudo na escola. E claro de ciclismo percebes zero, a noticia refere-se a quê??? Ciclocross e sim a Isabel é a melhor quer no Ciclocross quer nas outras vertentes do ciclismo, tem muitas camisolas e tu nenhuma ou a que tens foi a tal…que… tu sabes… A Ester, a Celina e a Moniz sim são também atletas de topo mas de estrada já as viste no ciclocross? Tu nem sabes o que isso é, já estou a ver. E escusas de assinar Sandra porque sabemos quem és pela maneira de falar e escrever 🙂 Neste país é mesmo dificil lidar com mulheres, porque não és humilde e dás os parabéns. Diverte-te nas corridas, não stresses porque vais morrer cedo. Aliás no ciclismo já ninguem te liga nenhuma e será que já tens equipa?

  5. Alguem conhece o nome ” Eduardo Fonseca” no Ciclismo????
    NÃO…… Então como é possível este senhor falar em ciclismo, sempre que o faz é para deitar abaixo quer a modalidade, quer os ciclistas, quer quem organiza. Estive na prova de Ciclocross e esteve muito gente durante a manhã, todas as pessoas comentaram o mesmo e vêm este senhor do contra dizer o contrário!!! Será que ele esteve no mesmo sitio que nós??? Parabéns a todos os que participaram e também aos organizadores. Está visto que o ciclocross vai ser para ficar. 🙂
    E oh No Sul Não Chove, não precisas de assinar porque o eduardo fonseca também não o faz. No mundo do ciclismo ninguem o conhece… 🙂

  6. Estas pessoas que nao meterem o nome deve ser as atletas que bla estiveram…
    enfim
    as melhores do ciclismo?por favor a melhor é a ester,a.moniz,celine,c.anastacio,m.magro e depois essas…voceses que estao ai a falar ,1 vejam a classificaçoes das provas de 2010…

  7. Mais uma vez tenho que aturar um idiota aqui no Jornal Ciclismo. Fique sabendo que assisti à prova e é misarebelista o número de pessoas que assistiram à mesma. Tenha vergonha e diga coisas de jeito.
    E já agora assine com o seu nome.

  8. Que eu saiba estavam la sem duvida das melhores atletas de Portugal…isto para quem conhece e acompanha o ciclismo feminino…para quem nao conhece informe-se! Para alem de que se trata de uma nova modalidade. So a pratica quem quer e so faz falta quem aparece!

  9. A Sandra é das que coça a micose enquanto critica… Ela e o Eduardo Fonseca faziam um belo casal…de jarras!!!! Jarras de enfeitar…pois fartam-se de enfeitar o jornal com comentários medíocres e de gente frustrada. “Só faz falta que lá está” já o ditado o diz…

  10. Viva,
    Só tem probabilidade de ganhar quem aparece não!!!!! que comentário fútil, cicloturismo!!!! 
    Em vez de criticar participem, ganhou sim e com mérito, tal como as outras atletas é de louvar a presença delas e de todos os que apareceram!!! não?
    O Ciclocross é uma modalidade espectacular, à que continuar o trabalho já  iniciado…

    Cumprimentos
    Rosendo

  11. sao sempre as mesmas..Isabel-que novidade ela ter ganho…nao la estava as melhores atletas de portugal…
    felicidades as 3 atletas (bela equipa)cicloturismo…

  12. bravo mansilhas (silva e vinha adrap sentir penafiel) es o maior…….. todos ganharam mas estao esquecidos que d a 20 anos para ca foste tu o primeiro a envergar uma camisola de campeao nacional parabens para ti e par o rui a adrap comparecu e foi ao podio com dois ciclistas este ano estao emtodas muitos parabens

  13. Parabens “Tino”…por teres dado a continuidade ao outro Tino (eu) pois o ultimo campeao nacional nesta bela vertente do ciclismo fui eu!!! ja la vao 20 anos!!
    grande abraço.

  14. Hoje estive lá e continuo deliciado em não saber quem tu és…não quero ter esse infortúnio.

  15. Grande corrida,muito bem organizada e com atletas de top a levarem isto muito a sério!

    Agora a federaçao? novamente mal,só me faz lembrar aquele espetacular nacional de rampa! Ora todas as categorias tinham de ter 5 atletas á partida para haver camisola…curiosamente a regra cumpriu-se em todas,menos em elites femininas…Grande vitoria para a marisa,sem duvida mercida,mas que raio de criterio é este que deixa de fora outras categorias? será que alguem me sabe explicar? era á geral entao?femininas só á geral?entao a 4ª classificada vai ao podio em 3º?

    que raio de federaçao esta…e explicaçoes por parte dos responsaveis? nenhuma,o habitual…

  16. Eu como participante digo que foi muito agradável  ver o apoio da imensa gente que se deslocou para ver este evento.
    É pena ainda haver poucos participantes, verificou.se categorias com menos de 5 atletas, categorias em que o vencedor não leva a camisola de campeão ou campeã Nacional como dita o regulamento 5 ou + atletas. contudo estão todos de parabéns os novos Campeões Nacionais.

    O Ciclocross não é primitivo em Portugal apenas esteve adormecido durante cerca de 12 ou 14 anos salvo o erro.

    Informo que dia 30 de Janeiro decorrerá da parte da manhã no Parque da Cidade de Paredes uma prova de Ciclocross.

    Cumprimentos
    Rosendo

  17. Fiquei absolutamente deliciado com a quantidade de público que assistiu à prova. Ciclismo no seu melhor à semelhança de todo o ano.

  18. O ciclocross em portugal ainda é muito primitivo! Há que continuar a apostar na modalidade e a evolução virá por acréscimo.

  19. De certa forma, com tem experiência(por participar em mais provas) e deve ser o único participante que se dedica a tempo inteiro a bicicleta o que tem mais possibilidades a nivel nacional para ser campeão.
    Já agora Parabens a todos os vencedores e participantes!
    O ciclocross é uma daquelas variantes que pode trazer muito publico para o ciclismo. Pois leva as pessoas as matas para verem uma prova onde os atletas estão sempre a passar, como mostra algo inovador aos olhos das pessoas.

  20. patrick, já foi a uma prova da taça de espanha e ficou em 27º. E olha que os espanhóis nem chegam perto dos belgas, holandeses, checos, franceses, suíços e etc

  21. parabens grande celestino foi o primeira grande vitoria deste ano para ti e para o louletano

Os comentários estão fechados.