Ministério Público recorre da absolvição de Zeferino e Maynar

O Ministério Público (MP) da Póvoa de Varzim recorreu para o Tribunal da Relação do Porto da absolvição de Manuel Zeferino e Marcos Maynar, decretada, no dia 2 de Julho, pelo tribunal daquele concelho nortenho. O MP discorda das conclusões do colectivo de juízes que julgou em primeira instância e pede a condenação dos antigos director-desportivo e médico da LA-MSS pelos 16 crimes de dopagem e manipulação de substâncias alimentares e medicinais de que ambos foram absolvidos.

No recurso, citado pelo Diário de Notícias, o procurador do Ministério Público contesta a não valoração da entrega por Marcos Maynar de um saco com centenas de produtos dopantes ao corredor Pedro Cardoso. O MP chega a afirmar que, pelo lógica que presidiu à decisão do tribunal poveiro, qualquer dia pode-se “substituir os julgadores por programas informáticos”, que apenas condenariam havendo testemunhas presenciais ou confissões de determinado crime.

“Um médico de uma equipa de ciclistas, em vez de guardar em sua casa ou no seu local de trabalho os produtos dopantes, viaja de Espanha para Portugal para deliberadamente pedir a um simples ciclista – que, por acaso, até era ciclista da equipa que ele acompanhava – que lhe guarde os produtos na sua residência? Mas alguém poderá conferir verosimilhança a uma tão esfarrapada versão dos factos?”, interroga o MP no recurso remetido à Relação do Porto.

O procurador do Ministério Público defende ainda que os ficheiros informáticos encontrados no computador pessoal de Marcos Maynar, contendo aquilo que o próprio disse em julgamento serem planos de dopagem, têm de ser considerados propriedade intelectual do próprio. O médico afirmou em tribunal que tais ficheiros foram-lhe entregues pelos corredores e que seriam do seu antecessor, que identificou como Jesús Losa. Só que quem precedeu Marcos Maynar no cargo foi o português Benjamim Carvalho e os ficheiros estavam redigidos em castelhano e alguns diziam respeito a ciclistas que apenas entraram na equipa no mesmo ano do que Marcos Maynar.

Já depois de absolvido deste caso, Manuel Zeferino envolveu-se noutro problema relacionado com os regulamentos de dopagem, faltando ao controlo após uma corrida de veteranos, realizada em Famalicão. Este novo caso está sob alçada das instâncias disciplinares desportivas.

23 comentários a “Ministério Público recorre da absolvição de Zeferino e Maynar”

  1. pois e companheiros mas este dd no 4º Circuito Terras de Camilo (Campeonato Regional do Minho) foi sorteado para ir ao control antidoping no final da prova o mesmo desapareceu…….e agora pergunto porque?????

  2. excelente pessoa????!!!!
    como és capaz de dizer isso de uma gajo que anda a matar a nossa juventude????
    nao podemos apoiar este sr….
    tenham vergonha!!!!

  3. António Miguel , sobre o Zeferino eu concordo contigo, como d.d. excelente , como pessoa espectacular. só não entendo porque não havia a Liberty de apoiar a Vanessa e porquê falar dela se foi sempre uma atleta exemplar. se agora o brilho é menor os motivos são publicos e as tuas insinuações são injustas.sobre o cândido se sabes alguma coisa diz, assim ficamos todos a saber.é de mau gosto lançar acusações , ficando assim no ar suspeitas que nada tem a ver com o tema. Vê bem António eu agora porque não gosto do atleta X resolvia dizer que estava envolvido nisto e naquilo e assim no anonimato se manipula a opinião publica. defendamos o Zeferino mas sem ferir outros.um abraço

  4. Existem duvidas acerca desses dois atletas?
    a Liberty continua a apoiar a Vanessa?
    o Candido nao ia se o d desportivo ou ciclista na liberty?
    nao me digam que a liberty não anda bem informada ou não fossem parceiros da federação
    deixem se de tretas o zeferino ja foi abssolvido e vai continuar a ser
    Vejam o que diz o Bruno Castanheira que foi seu ciclista

  5. E esta é para as virgens do ciclismo, então os senhores querem um ciclismo limpo de quê, no ciclismo vai haver e continuar a haver doping como em todo o desporto, não gostam comprem umas botas de monte e ide apanhar gambosinos. Não se pode é perseguir e acusar pessoas sem provas. Este caso já foi a julgamento e nada foi provado, virem-se para outros casos como o de 2009 da volta a portugal que deram positivos e nada se passou, nem julgamento nem nada e foram três positivos na mesma equipa, ou então outros que nem nos passa pela cabeça porque nem saem do tubo de ensaio. Não sou a favor do doping, mas também não sou a favor que se queimem uns e outros não.
    E já agora no futebol, atletismo não há perserguição aos atletas como fazem no ciclismo e o doping também lá está.

  6. Caro Antonio,
    Os “pais” do doping?!!!
    Estamos um pouco desactualizados… Ainda há quem se lembre das algálias, das voltas perdidas por doping, do Porto-Lisboa perdido por doping, do campeonato Nacional perdido por doping… etc. etc.
    Denominador comum, equipas técnicas, médicos, etc. E, por mero acaso, alguns hoje até são responsáveis da modalidade. Aqui e lá fora!
    É caso para pensar quem são ou foram os pais do doping… Eu tenho sérias dúvidas.
    Quanto aos castigos, se provadas as responsabilidades e os factos, sou inteiramente a favor… para todos, é claro. E em todos os processos em curso, não apenas neste. Ou nos outros processos apenas os ciclistas foram os responsáveis pelos seus casos? Pense nisso antes de acusar e apontar o dedo a alguém.
    Cumprimentos

  7. O Ministério Publico fz muito bem!
    Deveriam ser punidos!
    Foram eles os “pais” do doping……ha que receber castigo da justiça civil, porque da desportiva ja foram e estao a ser bem culpabilizados!

    Façam uma revisao e vejam quantos ciclistas que passaram pelo Zeferino ja partiram desta vida!

    O ciclismo tem que ser um desporto limpo e bonito como ele é, nao pode ser manchado por pessoas desta dimensao ! O mesmo digo aos cicistas tipo Cabreira e Benta que se metem nisso ! Sao uns fracos ….

    Esses tambem foram bem castigados!

    Vamos todos apoioar a limpeza no ciclismo.

    Porque todos gostamos desta modalidade

  8. Condenar ciclistas e deixar os tecnicos de fora é passar um atestado de incompetencia aos tecnicos que pelo que quiseram fazer crer á justiça nada sabiam,o que é ridiculo.
    Por outro lado perder tempo com controles anti doping em corridas de veteranos,mesmo que seja um campeonato do mundo ,é um desperdicio de dinheiro absurdo.
    Os veteranos,particularmente os da idade do Manel Zeferino sabem que mais nada vão acrescentar as suas carreiras e que podem acabar com as suas vidas e que sensatamente não devem atentar contra si mesmos…apesar de já ter assistido a um campeonato da europa de ciclsimo veterano em que quase todos os medalhados acabaram a devolver os respectivos premios…foi em Torres Vedras á uns bons anos atrás…

  9. Digam o que disserem quem trabalhou com este senhor nunca se ira esquecer dele,grande treinador,grande d.desportivo e uma excelente pessoa…

  10. Boas para todos, não são novos estes casos só acho graça é que uns passados 2, 3 anos ainda andam a levar tiros bem ou mal dados mas outros com casos semelhantes será que já morreram não ouvi falar nada dessas pessoas que fizeram o mesmo ou faziam que o sr Zeferino e o MP não se lembra deles? Ou é caso para quando terminar o do sr Zeferino bem o desses senhores que até no momento são os patrões da FPC?

  11. Ò amigo Antonio Miguel, precisamente por ter ganho isso tudo, é que hoje está onde está. Eu acredito que ele até deva ser uma boa pessoa, mas mesmo as boas pessoas são ambiciosas, e uma ambição desmedida dá nisto, é que os grandes campeões também têm de saber perder, e há pessoas que não aceitam a derrota, e depois fazem disto que se vê.
    O Maradona era o melhor do mundo, e acusou, lógico que só tem de ser castigado como todos os outros, e entristece-me ouvir comentários como o do Sr Roque, não que tenha algo de errado no comentário, mas está indirectamente a dizer que muita gente se safa de castigos por ter amigos influentes. não sei se isso é só mais uma das teorias da conspiração sem sentido, ou se de facto isso acontece, mas se acontece está muito mal, mas muito mal mesmo.

  12. so para dizer a alguns mal informados que com esse d.d ja ouve casos positivos por ex-fran perez acusou numa volta a suiça!

  13. António Miguel . o teu comentário pode ter várias leituras, agradecia se possivel maior clareza quando te referes a dois dos maiores atletas nacionais e mundiais , insinuando situações menos claras com os atletas por ti mencionados, embora não dizendo nomes todos sabemos a quem te referes.. se possivel informa-me se o meu pensamento está certo ou se fiz uma má leitura da tua crónica, um abraço

  14. É claro que não somos ingénuos a ponto de pensar que os produtos se destinariam a alguma colecção farmacêutica mas este caso assemelha-se um pouco a outros tantos crimes em que não é possível determinar com rigor a relação entre a posse da arma do crime e o crime praticado, o que faz com que os juizes tendam a libertar grande parte dos suspeitos.

  15. Realmente ja fede o Zeferino foi o melhor treinador de sempre em Portugal
    3º por equipas na volta a Espanha 10 no Tour dr Romandia 2º no Paris Nice
    ganhou 4 voltas a Portugal e todos os grandes premios
    E a pessoa que mais provas organiza no norte do Pais em estrada e btt tive a oportunidade de participar na Povoa – Sra da Graça e Povoa – Terras do Bouro e foram espetaculares em organização e segurança
    A classica da Primavera tambem e organizada por ele.Tem uma equipa de escolinhas com 30 crianças uma equipa de nasters
    o que a federação e outros precisavam era que Ele acabasse com tudo ,
    ja algum ciclista que Ele treinou desde o primeiro ano falou mal dele ?
    Zeferinoi se tivesses amigos na politica como a triatleta de perosinho e o foguete de rebordosa ainda a equipa da Povoa existia

  16. No meu comentário anterior tive um lapso de escrita, que queria corrigir, quando escrevi:”um ciclista só é condenado se o virem a dopar-se em flagrante”, queria ter escrito, um médico só condenado se o caçarem em flagrante a dopar um ciclista, assim é que está correcto.
    Desculpem-me.

  17. As coisas são tão evidentes que até doí, e algumas pessoas ainda têm a distinta lata de vir praqui fazer de nós ótários.
    Li em cima que o médico anterior era o Sr Benjamim CARVALHO, isto explica muita coisa, as meias palavras, o defender sem dizer que defende, enfim, Hipócrisia é o que é, vem praqui tentar passar atestados de ignorancia, agora vejoo porquê, faz parte da ceita, havia de lá estar todos (mas isto já sou a eu a dizer).
    E concordo, com o que está escrito em cima, de isto estár tão ridiculo que qualquer dia, um ciclista só é condenado se o virem a dopar-se em flagrante, enfim, isto já nem me merece mais comentários.
    Só fico ansioso para ler os posts de certos pessoas aqui, essas pessoas sabem a quem eu me refiro. (aquele que me ensinou que não há substancias para esconder, entre outras coisas, etc, etc. ele sabe muito da poda).

  18. Conheço o Manuel Zeferino há longos anos. Não somos propriamente “amigos”, mas simples conhecidos, das lides das bicicletas. E, contínuo a admirar o Homem que mais fez pelo nosso ciclismo, com todas as suas virtudes e os seus defeitos. No entanto, não o Condeno nem o Defendo, para isso existem os especialistas em ciclismo e em “doping”, o que não é o meu caso, nem nunca será.
    Na minha opinião este assunto não cheira mal, este assunto já “fede”. É vergonhosa a perseguição que continuam a fazer a toda a estrutura da extinta equipa da Póvoa.
    Com muito menos empenho já teriam obtido “excelentes” resultados com outros casos. Mas esses não interessam, estão protegidos por outros interesses, que alguns, muito poucos, conhecem! E, é verdade, também estou a pensar na Liberty (essa novela é em canal pago, só acessível a alguns), mas não só. Há muitos rabos mal escondidos…
    Investigue-se, prove-se e condene-se, se para tal houver factos. Eu continuo a ser totalmente a favor. Mas que a postura e o empenho dos intervenientes seja imparcial, não apenas direccionado a alguns.
    Essa foi, é e parece que continuará a ser a nossa vergonha, a vergonha desta modalidade.
    Cumprimentos
    (agora resta divertir-me com o chorrilho de comentários que vão aparecer).

  19. Caro genial, quando se fala de factos tem que se ter argumentos. Não falar por falar. Então nunca houve nenhum ciclista orientado por este DD que acusasse positivo nalgum controlo?!? Então quem dirigia por exemplo David Bernabéu na então Maia Milaneza MSS em 2003 quando acusou corticóide no PAris Nice? E quem dirigia Fran Perez em 2003, por acaso na Maia Milaneza MSS quando acusou EPO na Volta a Romandia?

    Entendo que goste muito deste Sr. que nos enganou a todos (inclusive a mim, que sempre o admirei muito) mas não venha pra cá deitar terra nos olhos de quem não se esquece das coisas!!!

  20. pois….
    acho que este assunto nao tem mais remedio….
    castiguem este senhor que se anda a portar mt mal no ciclismo portugues….
    ele parece uma criancinha que pensa que nada se vai reflectir no que lhe poderá acondecer….
    ele merece ser castigado e ser afastado do nosso ciclismo. ele é uma maça podre que anda a contaminar tudo e todos.
    espero que o ministerio publico tenha em consideraçao a fuga que esse senhor fez ao controle anti doping em famalicao…..
    abr a todos.

  21. Estes tribunais não tem mesmo mais nada para fazer. Nos grandes processos, absolvem-se os importantes e fica tudo na mesma. Neste processo continuam á procura dos mosquitos nas cordas. Independentemente de tudo, nunca nenhum ciclista comandado por este DD teve um controlo positivo, no entanto continuam a arrastar estas pessoas á procura de quê? Não defendo nunhuma destas pessoas, pois alguns mal os conheço, mas já começa a cheirar mal continuar a falar do mesmo.

Os comentários estão fechados.