Mancebo ganha em Cancun, Basso impõe-se em Oviedo

Num sábado fértil em critérios de fim de época, o espanhol Francisco Mancebo (Heraklion Kastro-Murcia) voltou a dar razões aos mexicanos para o idolatrarem, vencendo o Chalenge de Cancun, uma prova em que participaram homens como Alexandre Vinokourov, Roman Kreuziger, Alexandre Kolobnev e David Blanco.

Mais perto de Portugal, em Oviedo, Espanha, o mais forte foi o italiano Ivan Basso (Liquigas-Doimo), vencedor da prova por pontos do critério local. José Luis Rubiera (RadioShack) despediu-se do ciclismo, ganhando a prova de eliminação. Alberto Contador (Astana) foi um espectador especial da festa, que deu tempo para tudo, incluindo duas corridas entre o ciclista Samuel Sánchez (Euskaltel-Euskadi) e o piloto de ralis Alberto Hevia, cada um montado na sua máquina habitual. O carro venceu a primeira batalha, mas a bicicleta foi o passaporte para o triunfo no tira-teimas.

No outro lado do mundo, o australiano Allan Davis (Astana) triunfou em casa, conquistando o Noosa GP de Queensland, diante de Jack Bobridge (Garmin-Transitions) e Matthew Hayman (Sky), que ocuparam as posições seguintes.

Foto: Carlos Rodrigues/PAD

3 thoughts on “Mancebo ganha em Cancun, Basso impõe-se em Oviedo”

  1. FRANCISCO MANCEBO e sem a menor das duvidas um grande campeao.k ciclista anda o ano inteiro,mais nada

  2. Gosta de saber qual a diferença entre o Francisco Mancebo que participou na Volta ao Alentejo e o que ganhou no critério organizado pelo Vaqueriças. Eu explico: no Alentejo a jornalistas que le chamam “drogadito” nesta domingueira GANHOU em Cancun a muitos entre eles a Blanco. Com tudo pago pelo “Vacas” …..

Os comentários estão fechados.