Portugal recebe Europeu de Pista para juniores e sub-23 em 2011

O Velódromo Nacional, sediado em Sangalhos, Anadia, será palco do Campeonato da Europa de Pista para juniores e sub-23 em 2011. É a segunda competição internacional a disputar naquela infra-estrutura, que irá estrear-se a esse nível com o Campeonato do Mundo para veteranos, que irá decorrer de 26 a 31 do mês em curso.

A escolha de Portugal para sede do Europeu do próximo ano foi hoje revelada durante a cerimónia de apresentação da Escola de Ciclismo de Pista, instalada no Velódromo Nacional e Centro de Alto Rendimento (CAR) da Anadia desde Setembro.

João Santos, Fábio Gouveia, Hugo Brito, Adelino Pires, José Mendes, Pedro Brás, Miguel Amorim, Nélson Silva, Ana Azenha e Tatiana Borralho são os primeiros atletas residentes neste CAR, frequentando, em paralelo, a Escola Secundária da Anadia.

O coordenador da Escola de Ciclismo de Pista é Gabriel Mendes, que estipulou como meta a preparação dos dez corredores residentes para representarem o ciclismo português nos Jogos Olímpicos de 2016, que irão disputar-se no Rio de Janeiro, Brasil.

Taça de Portugal
Enquanto as pistas internacionais continuam no plano dos objectivos a alcançar, o pelotão nacional vai competindo entre si, dando colorido ao Velódromo Nacional. Amanhã começa a Taça de Portugal de Pista, que conta com 60 inscritos, entre cadetes, juniores, sub-23 e corredores de elite, representando nove equipas, uma dela espanhola.

A Taça de Portugal terá quatro provas pontuáveis, agendadas para 9 e 16 de Outubro, 6 e 20 de Novembro.

5 comentários a “Portugal recebe Europeu de Pista para juniores e sub-23 em 2011”

  1. O estadio do Algarve está a fazer monte? Todos os anos recebe o rally de Portugal, a feira da caça e pesca, alguns jogos do olhanense, FARENSE e louletano, e de vez em quando lá vem um jogo da seleção cá, para nao falar do final da taça da liga. Peço desculpa, mas eu nao considero a isto fazer monte.
    No que toca a esta noticia, é uma mais valia recebermos mais uma competiçao internacional, trazendo ca atletas internacionais, e interiorizar mais o nosso ciclismo, pois neste momento a modalidade a nivel nacional está a necessitar disso.

    Que mais eventos destes venham.

  2. Lá vem a mesquinhisse do costume. Andamos sempre a comparar-nos ao futebol, isso é complexo de inferioridade, que em Portugal até tem razão de ser, é que não é novidade para ninguem que o Futebol é a modalidade Rainha, eu gosto de futebol e ciclismo e chateia-me ver sempre estas acusações infundadas.
    Que estádio é que faz monte, tirando o do Algarve? E agora vejamos, imagina que cada terrinha em Portugal tem um estádio, imagina se a mesma terrinha tivesse uma pista. Agora em Portugal, vai-se ao estádio de 15 em 15 dias, alguns fazem concertos ou provas de carros, se o de Aveiro ou o de Leiria não enchem é porque não têm adeptos para isso (lamento, mas neste impar país de pategos, é tudo Benfiquista, ou quase!?!), mas o estádio está a ser usado, a excepção do Algarve, que entrou nestas contas, porque é um polo turístico, e um polo turístico não podia ficar de fora do Euro 2004. Não estou a ver uma pista a ser utilizada de 15 em 15 dias.
    Deixem as comparações com outras modalidades em paz, é tudo desporto, como é possivel um desportista estar contra instalações desportivas, o que eu digo é, tivessem todas as grandes cidades deste Pais, uma boa pista, um bom estádio um bom teatro, e etc….

Os comentários estão fechados.