Contador: contaminação alimentar ou dopagem sanguínea?

Alberto Contador defende-se das suspeitas de dopagem com clembuterol, alegando que a ínfima quantidade que lhe foi detectada na urina terá origem numa carne contaminada que ingeriu durante a Volta a França. Em defesa desta tese saiu o especialista holandês Douwe de Boer, cujos cálculos ao volume de clembuterol encontrado na urina do ciclista indicam que nunca a substância poderá ter sido consumida durante a competição, na qual Contador se sagrou vencedor.

Douwe de Boer indica que o valor máximo de clembuterol encontrado em Alberto Contador foi de 0,05 nanogramas por mililitro de sangue. Segundo as contas do especialista, tendo em conta a vida média da substância no organismo, nunca seria possível encontrar uma concentração tão baixa. Se tivesse sido tomado 24 horas antes do teste, a concentração teria de ser, no mínimo, de 0,1 ng/ml. Caso tivesse sido ingerida 32 horas antes, a concentração não poderia ser inferior a 0,09 ng/ml. Ingerida antes disso não seria detectável. O holandês acredita ter-se tratado de contaminação por carne espanhola.

Em sentido inverso posicionou-se Rasmus Damsgaard, perito na luta antidopagem que já trabalhou nesse campo para a Saxo Bank. O dinamarquês suspeita de uma transfusão sanguínea. “Se o resultado está correto, é muito provável que tenha feito um ‘Landis’, o mesmo é dizer, que tenha recebido uma transfusão sanguínea com o seu próprio sangue, extraído uns meses antes, quando usou o clembuterol que agora recebeu de novo”, explicou Damsgaard ao canal dinamarquês TV2.

As dúvidas científicas que o caso está a levantar fazem a União Ciclista Internacional anunciar a suspensão provisória do ciclista, ao mesmo tempo que avança que o desenrolar do processo depende de “investigações científicas complementares”.

“Se o resultado está correto, é muito provável que tenha feito um ‘Landis’, o mesmo é dizer, que tenha recebido uma transfusão sanguínea com o seu próprio sangue, extraído uns meses antes, quando usou o clembuterol que agora recebeu de novo”, assinalou Damsgaard em declarações ao canal dinamarquês TV2.

26 comentários a “Contador: contaminação alimentar ou dopagem sanguínea?”

  1. essa da carne contaminada nao pega……uma equipa como a de contador com um dos orçamentos mais altos do pro tour e dotada de todos os meios tecnicos,humanos ,médicos ,e alimentares do mundo correr riscos com a alimentação do seu chefe de fila????existe aqui algo que nao bate certo……os produtores de carne ja vieram dizer que não usam essa substancia nos animais….quem será que esta a falar verdade????contador estava uns furos abaixo da forma a que nos habituou será que nao saberia lidar com a derrota e não conseguir ganhar o tour que estava tao carregado de expectativas???o uso de substancias dopantes tem sido uma constante ao mais alto nivel do ciclismo infelizmente,e axo que contador é mais um caso para somar aos restantes infelizmente……mas para que o ciclismo seja o desporto que todos tanto gostamos e seja um desporto limpo …..TODOS OS QUE ACUSAREM POSITIVO EM CONTROLOS ANTIDOPING A PUNIÇÃO DEVERIA SER A PROIBIÇÃO TOTAL E SEM MENOR DUVIDAS DE VOLTAREM A PRACTICAR CICLISMO AO MAIS ALTO NIVEL ,,,O DESPORTO NAO PRECISA DE BATOTEIROS

  2. Ò meu caro amigo”Para quê”, aceito as suas explicações, mas não precisa ficar tao irritado, isto é só conversa, que garanto-lhe que nenhum juri virá cá ler isto para julgar o Contador.
    Agora, só o simples facto de essa infima quantidade, que todos admitimos que é infima, basta isso no corpo para ser o suficiente para o penalizar, a questão é que, se fosse a analisar no laboratório do costume, não encontrariam nada, e nós nem estavamos a ter esta coversa, o que tramou o Contador, foi que o laboratório que analisou é dos mais sofisticados, e talvez o Contador e quem o assiste médicammente, não contariam com essa mudança. È só, mas isto é só conversa, não se chateiem por isso, que voce até me parece ser uma pessoa que sabe do que fala.

  3. Nao consigo entender tanta admiraçao,tantas tentativas de explicaçao. Foi apanhado,e ponto final.. Teve azar,se foçe 1 dia depois,talvez tivesse sorte. E o mundo do Ciclismo nos dias de hoje. Agora meu amigo,no minimo 2 anos. GRANDE Armstrong,so daqui a 20 anos e que vao descobrir a tua Dosse magica. Se eu soube-se qual e,volta a Correr Ciclismo.. lol.. 🙂

  4. Quanto aos adjectivos abstenho-me porque ao utilizalos não me vai dar razão nenhuma… OK? Sr. David Sf

  5. Se é uma concentração minima só porque outro já foi apanhado com uma mais infima não deixa da 1ª continuar a ser infima e isso como escreveu não cai por terra será sempre infima … percebeu? A questão aqui é de mesmo infima estava lá e é proibida e o corpo não a produz ´. Lá porque outro teve metade não faz desta normal nem exagerada, não são ambas infimas e ambas proibidas OK? Eu percebi-o muito bem e logo á primeira ,espero que me tenha agora á 2ª feito entender

  6. “Em resposta ao nº1 da msg do David Sf, dou este exemplo 0,01 de alcool é uma quatidade mt pequena de alcool no sangue, mas como houve um que teve 0,005(metade) cai por terra a tese que 0,01 é pouco… Porra , é só ignorantes feitos sabichões.”

    Estupidez, pior ignorância é não perceber o que os outros dizem, o que disse é uma parvoíce. Se o atleta foi suspenso pelo TAS de Lausanne por ter uma concentração inferior, logo Contador também estará sujeito à aplicação da pena, e não vale a pena virem para aí dizer que a concentração é ínfima.

  7. Quanto ao ciclismo que temos é igual ao futebol bilhar tiro e qq outro desporto. É igual á politica que temos aos negócos freeport submarinos e tudo o resto é igual á pedofilia nas entidades religiosas É IGUAL AO HOMEM NA TERRA COM OS SEUS DEFEITOS E VIRTUDES É QUE NÃO VIVEMOS NO CEU EM QUE TUDO É PERFEITO todos os acusadores com todas as suas virtudes se derem um peido tb cheira mal tal qual o maior dos pecadores 😉

  8. Em resposta ao nº1 da msg do David Sf, dou este exemplo 0,01 de alcool é uma quatidade mt pequena de alcool no sangue, mas como houve um que teve 0,005(metade) cai por terra a tese que 0,01 é pouco… Porra , é só ignorantes feitos sabichões.
    NOTE-SE que nem defendo nem ataco o Contador nestes posts só respondo ás barbaridades que leio porque qt ao dito cujo tenho a minha opinião mas não pretendo ser injusto, nem lorpa, mantenho-me em silêncio

  9. O Sr. David Sf veio praki com tanta filosofia, mas tudo isso já era, e principalmente porque ainda não percebi o que é que isso tem a ver com o clembuterol. Têm a p*** da mania e fala-se de hortaliça e eles respondem com sardinhas e cavalas. Qt ás proteinas o principal constituinte do músculo em esforços duros em que se perde musculo terá que ser necessária. Se fossem atletas e não só apontadores do indicador saberiam que em alturas de carga todos tomam bcca e glutamina vão ao google percebam porquê e confirmem que são proteinas

  10. Gostei muito da explicação do sr David sf e penso que têm toda a razão,pena que o ciclismo esteja assim.

  11. Adepto,as proteinas tambem sao precisas,daí a carne e o peixe!!!
    O nivel profissional é muito,que toda a sua comida é controlada pelo treinador e medicos..as suas ementas para o tour sao ja estao em calendario ainda antes de começar a prova…é obvio que naqueles dias eles sabem logo o que comeram

  12. Vem Sr David sf, você rasgou a chiquita, como se diz na minha terra, fiquei sem palavras. Quero ver agora estes entendidos, como o Sr B. Carvalho, debaterem o que voce disse.

  13. Diga-me quem souber! Os ciclistas não é costume comerem só hidratos quando competem(massas e farinhas). Não é costume evitarem-se carnes, que têm calorias ou protainas que não são desejaveis? E como é que ele(Contador) soube logo dizer o que comeu? alguem aqui se lembra do que comeu antes-de-ontem? quanto mais no dia 21 de junho ou julho. Cheira-me tudo tão mal.

  14. 1 – Joseph Onyia, atleta espanhol, foi sancionado em 2 anos de suspensão por ter acusado uma concentração de 0,02 ng/ml de clembuterol (menos de metade da de Contador). Cai por terra a tese de que a concentração é muito pequena.

    2 – O uso desta substância em animais para consumo humano é proibido na Europa. Esta substância desaparece do corpo do animal 15 dias após administração, só se mantendo em alguns órgãos como fígado, rins ou bexiga. Sabendo que as autoridades sanitárias analisam alguma da carne aleatoriamente, nenhum produtor arriscaria administrar tal substância nos 15 dias antes de levar o animal ao matadouro. E mesmo que a vaca estivesse cheia de clembuterol, mesmo que o ciclista a comesse toda ao almoço não daria para proporcionar tal concentração.

    3 – O Actovegin é uma proteína que prolonga o efeito de um treino em altitude ou de um ciclo de EPO por mais 2 ou 3 semanas, que o normal. O Actovegin é extraído do sangue de bezerros, e ainda não é detectável em controles anti doping.

    “Utilizei o Actovegin, que é um plasma de novilha jovem, de
    vitela. É um produto alemão, muito caro, mas desconheço o
    preço real. Esse é o que chamamos no meio de gás bus. É um
    produto que oxigena ainda mais o sangue e é indetectável. Seu
    efeito é de um dia e utiliza-se para uma etapa que seja
    complicada. Como exemplo uma contra-relógio. Numa etapa
    difícil, o corpo oxigena mais.

    Isso é como uma moto de 500cc, você mexe aqui, mexe ali, muda
    algumas coisas e temos muito mais gás. São umas ampolas de
    vidros que não se aplicam tudo. Se é para uma seringa de 20,
    aplicam-se 10 de Actovegine 10 de soro, injeta-se direto na
    veia.

    Nas cronos curtas se aplica pela manhã, e nas etapas
    complicadas, naqueles dias de guerra aplica-se no dia
    anterior. ”

    4 – Tanto tempo para sair a notícia. Hoje a notícia dos galegos saiu ainda sem a contra-análise. Estaria Contador a negociar o valor da “doação” à UCI, para esta combater o doping, como fez outro multi-vencedor do Tour?

  15. Concordo a 100% com o Sr nelsonreef, faço das palavras dele as minhas. È o triste ciclismo que temos, mas isto terá que mudar, que quando os patrocinadores abandonarem a modalidade por causa disto, voces vêm como vão aparecer soluções, deixem andar o barco…

  16. Daqi a pouco tempo veremos. Eu confio no Contador….e alguem que ande em alta competição anda nos limites, mas um ciclista do nivel dele tomar substancias é de burrice…e de burro n tem nada pq sabe bem que quem anda no top3 duma volta a frança é testes anti doping todos os dias.

    e se 3 dias antes da contaminação os valores estavam normais e 3 dias depois já estavam outra vez normais significa q fala a verdade.

    os franceses têm inveja, e são vingativos… à quanto tempo um frances n ganha a volta? e eles qerem estragar a reputação dele. LEmbram-se das cenas que fizeram ao Armstrong? até vidros punham na estrada….

  17. carne contaminada? por favor não atirem areia para os olhos das pessoas.todas as pessoas que andam no meio sabe que o tempo do bifinho mal passado,da massa e da folhinha de alface já passou e já não chega.

  18. Eu fico muito triste ao ouvir isto, até pensei para mim mesmo, “nunca mais quero ver ciclismo”, porque o que eu gosto é das subidas ao Tourmalet, e etc. Mas tambem detesto xicos-espertos, que tentam vencer através de meios ilicitos, ainda é cedo para afirmar que ele usou, mas tambem é cedo para dizer o contrário, mas uma coisa é certa, apartir de agora haverá explicações para todos os gostos, o que não podemos esquecer é que, o organismo de luta contra o Doping, tambem têm médicos e tambem sabem o que estão a fazer, não acredito que tenham alguma coisa contra o Contador, nem acredito em vingança pessoais, de alguem contra o Espanhol.
    Uma coisa é certa, todos os comentadores televisivos durante o Tour, disseram que o Contador estava aquem do que nos habituou, e apartir daquela história em que “saltou a corrente” ao Schleck, ele começou a ganhar tempo, como tamem não me esqueço de uma altura, em que numa subida, um companheiro seu na Astana estava a puxar, desvia-se para o lado estourado e o Contador fica atrás dele, tudo isto eram sináis de debilidade fisica do Contador, até no CR final, o Schleck superou a expectativas, já o Contador desiludiu, claro que agora é facil falar.
    Eu espero que isto seja só um engano, é bom para o ciclismo, mas não nos podemos esquecer que, o que ficou em 2º lugar tambem trabalhou muito para vencer o Tour, e é injusto se o perdesse para uma pessoa a fazer batota. Que eu não vivo nem desejo as desgraças alheias, mas destesto muito mais batoteiros, espero que se prove que foi um engano, mas senão, então que o castiguem exemplarmente.
    Os números não querem dizer nada, até porque a medicação para os esconder e diminuir, por isso. Não acredito em anjinhos,isso podem ter a certeza que já não os há. Esta é a opinião de um adepto, sem interesses escondidos, e tento sempre pôr um pouco de bom senso, sem extremismos, porque sem adeptos não há ciclismo, e em mim podem ter uma ideia, do que o resto das pessoas está a pensar….

  19. ESTÃO A ESQUECER-SE DE UMA COISA:

    PODE INDICIAR UMA TRANSFUSÃO SANGUÍNEA EM QUE ESSA OU OUTRAS SUBSTÂNCIAS PODEM TER SIDO USADAS UNS MESES ANTES…AHM?

    aCHAM O CONTADOR UM SANTINHO??EU NÃO.

    HÁ UNS ANOS QUEM ERA “APANHADO” COM NANDROLONA TB SE DESCULPAVA COM A CARNE DE VACA….NÃO SABIAM ERA QUE PARA O ORGANISMO HUMANO FOSSE CONTAMINADO PELA CARNE TERIAMOS QUE ANDAR 20 ANOS SEGUIDOS A COMER CERCA DE 5 KGS DE CARNE POR DIA!!!!

    TONTOS…BELA BOTA PARA DESCALÇAR PELA UCI….E O CHINÊS DA RADIOSHAC APANHOU DOIS ANOS COM CLEMBUTEROL!!!!

  20. querem ver que foi um bife de boi que ele comeu que estava carregado de substancias? =/
    lembro-me de uma entrevista dele em que diz : “nem sei como há pessoas capaz de se doparem se sabem que vão ser apanhadas”.
    E agora aparece isto!  È de rir!.

  21. Espero que seja um engano de facto!

    Contador e o melhor e nao precisa de substancias ilicitas para vencer , e o melhor de facto!

    Nao acredito nisto e penso que e uma contaminaçao alimentar como diz o Alberto Contador.

  22. Olá…
    A verdade é que ninguem sobe ao mais alto nivel sem recorrer a transfusões…
    Quem anda lá dentro sabe… Os sacos de sangue são usados nas etapas rainhas e nos momentos decisivos… Tavamos a chegar ao tourmalet…
    A verdade é que a UCI sabe quem se dopa.. Basta atentar as variações de taxa de hematócrito no decorrer de uma grande volta mesmo que esteja dentro dos valores permitidos….
    O alberto não deixa de ser um grandioso ciclista… A verdade é que todos os top 10 usam e abusam de substancias proibidas contudo hoje teve mais azar o alberto… amanha será o andy…
    e assim se escreve o ciclismo dos finais do seculo XX e inicios do XXI

  23. Não ponho as mãos no fogo por ninguem, mas esta historia ainda precisa de mais dados para ser analisada, penso.

Os comentários estão fechados.