Yannick Eijssen novo líder da Volta a França do Futuro

O belga Yannick Eijssen ganhou isolado a terceira etapa da Volta a França do Futuro e assumiu o comando da geral individual, depois de percorridos os 157 quilómetros que hoje ligaram Saint-Pourçain-sur-Sioule à contagem de montanha de primeira categoria instalada no Col du Béal. Os portugueses não resistiram às dificuldades, tendo Nelson Oliveira caído da quinta para a 21.ª posição, estando agora a 2m54s da camisola amarela.

Os últimos 40 quilómetros da tirada foram demolidores, primeiro com a subida de segunda categoria para o Col du Chansert, a que se seguiu uma sinuosa descida que levou os corredores à base do Col du Béal, uma subida de 13,5 quilómetros até à meta. Neste terreno, Yannick Eijssen, reforço da BMC para 2011, mostrou por que é considerado um dos mais prometedores trepadores do pelotão sub-23 europeu, superiorizando-se a todos os adversários, incluindo aos colombianos, que colocaram três homens nos nove melhores da etapa.

Yannick Eijssen venceu com 21 segundos de vantagem sobre o colombiano Darwin Atapuma, segundo, e com 26 segundos para o estadunidense Andrew Talansky. O melhor português nesta viagem voltou a ser Nelson Oliveira, que não foi além do 22.º posto, a 3m17s. A montanha revolucionou a classificação, estando Eijssen na frente. O colombiano Jarlinson Pantano, a 17 segundos, e o holandês Tom Jelte Slagter, a 54 segundos, ocupam as posições seguintes. O melhor luso é Nelson Oliveira, 21.º, a 2m54s.

As quedas continuam a perseguir a selecção portuguesa. Hoje foi a vez do algarvio Amaro Antunes ir ao solo, ainda antes de percorridos os primeiros dez quilómetros, numa fase em que se formavam “bordures”. O trepador luso ficou muito dorido, com várias escoriações. Antes do jantar, Amaro Antunes será transportado ao hospital para fazer uma radiografia à mão esquerda, da qual o corredor está muito queixoso.

Se o desempenho de Amaro Antunes ficou prejudicado pelo acidente, a prestação de Nelson Oliveira também não correspondeu às expectativas. Apesar disso, o seleccionador nacional, José Poeira, mantém a esperança de colocar o vice-campeão mundial de contra-relógio no top-10. “As diferenças já são significativas, mas acreditamos que é possível melhorar a classificação e chegar aos dez primeiros. É possível que o Nelson consiga entrar numa fuga e ganhar algum tempo e não é de excluir que na outra chegada em alto esteja num dia bom, ao contrário do que aconteceu hoje. E no final ainda tem o contra-relógio”, afirma o técnico.

O pelotão vai percorrer amanhã 183 quilómetros, pedalando desde Ambert até Vals-les-Bains. Cinco contagens de montanha de terceira categoria e uma de quarta polvilham o percurso de dificuldades.

CLASSIFICAÇÕES
3.ª Etapa: Saint-Pourçain-sur-Sioule – Col du Béal, 157 km

1º Yannick Eijssen (Bélgica), 4h11m48s
2º Darwin Atapuma (Colômbia), a 21s
3º Andrew Talansky (EUA), a 26s
4º Jarlinson Pantano (Colômbia), a 33s
5º Tom Jelte Slagter (Holanda), a 56s
6º Mikel Landa (Espanha), a 1m04s
7º Thomas Bonnin (França A), a 1m08s
8º Timothy Roe (Austrália), a 1m16s
9º Nairo Quintana (Colômbia), a 1m34s
10º Higino Fernández (Espanha), a 1m34s
22º Nelson Oliveira (Portugal), a 3m17s
24º Amaro Antunes (Portugal), a 4m21s
56º Bruno Silva (Portugal), a 17m14s
58º Guilherme Lourenço (Portugal), mt
75º Joni Brandão (Portugal), a 21m36s
93º Domingos Gonçalves (Portugal), a 23m36s

Geral Individual
1º Yannick Eijssen (Bélgica), 11h52m07s
2º Jarlinson Pantano (Colômbia), a 17s
3º Tom Jelte Slagter (Holanda), a 54s
4º Timothy Roe (Austrália), a 1m10s
5º Thomas Bonnin (França A), a 1m14s
6º Nairo Quintana (Colômbia), a 1m17s
7º Mikel Landa (Espanha), a 1m19s
8º Darwin Atapuma (Colômbia), a 1m25s
9º Higino Fernández (Espanha), a 1m33s
10º Andrew Talansky (EUA), a 1m35s
21º Nelson Oliveira (Portugal), a 2m54s
24º Amaro Antunes (Portugal), a 4m32s
62º Bruno Silva (Portugal), a 18m20s
66º Guilherme Lourenço (Portugal), a 18m40s
88º Joni Brandão (Portugal), a 24m33s
90º Domingos Gonçalves (Portugal), a 26m04s

Foto: ASO

19 comentários a “Yannick Eijssen novo líder da Volta a França do Futuro”

  1. ó de quem sabe caso nao saibas ler o bruno silva teve duas quedas nas duas primeiras etapas e esta muito mal tratado é normal que um ciclista mal tratado devido a quedas nao consegue render o que era esperado e ficas ja a saber que o bruno silva é sim o melhor trepador nacional de sub 23… ”desculpem me se tenho algum erro no meu comentario”

  2. há que repensar a estrategia porque estamos a dar má imagem do paìs, temos condições para discutir qualquer corrida internacional, ficaram atletas de fora com grande potencial, e outros em mau momento. já agora o joni brandão não devia ter participado na volta a portugal. porque agora está estafado na volta a frança como é óbvio. esta seleção funciona de forma muito amadora

  3. Uma duvida, o Pancho vila era cowboy? digo isto porque tu é sempre a espingardar, chamas ignorantes a todo o mundo, mas claro, no conforto da tua casa. Na minha terra isso tem nome, é má educação e cobardia, mas na tua deve ser só Hormonas aos saltos, faz parte da necessidade de afirmação da juventude…

  4. Olhem que já ouvi o Cancelara dizer, que está com ideias de mudar a estratégia de treino e adptar-se mais ás montanhas, para tentar vencer provas de semanas, por isso, olha lá que não tenhas de engulir essas palavras, Ó “Scano”, é que com motor ou sem ele, do Spartacus é preciso medir as palavras dele nada me admira, é o maior!!! \\o// 🙂

  5. o bruno silva na volta a portugal do futuro era o ciclista mais forte, na etapa do montejunto ganhou á vontade a grandes trepadores não foi á volta a portugal para descansar e estar bem bem nesta corrida, e depois apanha 17 minutos no seu “terreno” é no minimo estranho

  6. Mas isso de ele cair na classificação era evidente e expectável, não se pode pedir a um ciclista, que tem no contra-relogio a sua grande e unica arma, que suba bem na motanha, mas só a facto de no prologo ter estado bem, já compensou a sua chamada.
    Agora, o que me parece é que muita gente aqui, estava a torcer para que ele caí-se na classificação, só pelo gosto de dizer, “eu tinha razão, eu bem disse”. Em minha opinião, isso é tristemente baixo.

  7. Serraceno, és mesmo ignorante. O nelson contraiu uma tendinite na prova de crono do nacional porque a bicicleta em que correu n é a que ele costumava correr. N se adaptou. Depois do Nacional andou a fazer tratamentos á tendinite e treinou limitado durante 15 dias.
    Achas que alguem que segue nos primeiros abandona a prova numa zona a rolar so porque tem subidas mais á frente? O Europeu n tinha subidas? Se calhar era a descer.

  8. mais vale cair em graça do que ser engraçado. 
    Havia gente melhor para esta prova. 

  9. Esperava mais do Joni Brandão e do Bruno Silva, apesar de não saber como está o bruno depois da queda de ontem, mas estou de acordo que existe melhores corredores de momento aqui em portugal, veremos se nao ficaram a repousar para o mundial.

  10. Ja se sabe que o Nelson nao se da bem na montanha pelo menos nesta fase da carreira, Vai melhorar esse aspecto e tornar-se um bom ciclista penso eu

  11. pois eu sou por aqeles que estão melhores de momento é que devem representar PORTUGAL e não só aqueles que tem cunhas para lá irem , assim não vamos a lado algum , desculpem se vos ofendí por terem lá aqlgum familiar ………………..

  12. E ????? É dessa maneira que se motivam e apoia os atletas ? Mete nojo! Deve ser um especialista em ciclismo com curso tirado na universidade do Sócrates!

    “espero enganar-me” que se espera enganar não fala da maneira arrogante nem diz as coisas que o Mourinho disse. Isso na volta é dor de cotovelo por ou ter sido um fiasco quando correu(se é que algum dia correu) ou não ter lá alguém que o represente.

  13. Ò mourinho para ele ficar no top 10 , também o cancelara ficava no top 20 da volta à França e tinha que ser com motor , pois este é o melhor no contra relógio ………..

  14. eu sabia que o nelson a trepar não é grande ciclista , mas tem que ser convocado , pois nem a prova em linha do campionato nacional acabou …………..e sabem porquê ? porque aquilo é duro e a subir .
    Força Amaro és o melhor que aí está a representar PORTUGAL . Mas para acabar os melhores ficaram por cá , pois não têm cunhas ……………..

  15. E ACHAM QUE ELE VAI AQUECER O LUGAR????ERA BOM ERA!!!!MAS VAI PULAR DE LÁ E BEM DEPRESSA!!!

    Este foi o meu comentário á noticia do 5º lugar do Nelson,pelos vistos choquei alguns”comentadores”,mas apenas aqueles que pouco ou nada sabem de ciclismo….Nelson é C.R.,com provas dadas…trepador “tá quieto”…duvido mt,aliás não acredito ao contrário do que diz o selecionadopr que consiga ficar no top-10,espero enganar-me.

  16. Perfeitamente normal! Todos sabemos que o Nelson é limitado na montanha esperemos que melhore no futuro. Força Nelson!

Os comentários estão fechados.