Cervélo em risco de acabar

Henrich Haussler está em negociações com a Garmin-Transitions

O futuro da equipa Continental Profissional Cervélo Test Team, representada pelo português João Correia, está em risco. O director-desportivo da equipa, Jean-Paul van Poppel, admitiu à imprensa holandesa que haverá mudanças na próxima época, mas garantiu que ainda não está em condições de especificar que modificações serão essas e se passam pela morte do projecto velocipédico.

O provável ponto final na equipa Cervélo está a agitar o mercado, havendo quatro ciclistas que a imprensa internacional apresenta como próximos da Garmin-Transitions: Thor Hushovd, Heinrich Haussler, Andreas Klier e Roger Hammod. O sítio Biciciclismo avança que a Cervélo, enquanto marca de bicicletas vai manter-se no pelotão internacional, substituindo a Felt como fornecedora da equipa Garmin-Transitions.

Um dos fundadores e rostos da equipa, o espanhol Carlos Sastre vai mudar-se para a nova Geox.

10 comentários a “Cervélo em risco de acabar”

  1. Tirou? não há é guitopara continuar!!! Que a UCI o que queria é muitas equipas de qualidade. Digo eu que nada sei…

  2. Seria uma pena. Deve ser aquele autocarro que está com mau olhado
    ahahaha

Os comentários estão fechados.