Catorze candidatos para oito vagas no escalão ProTour

A Euskaltel, do campeão olímpico Samuel Sánchez, é uma das candidatas
A Euskaltel, do campeão olímpico Samuel Sánchez, é uma das candidatas

A União Ciclista Internacional (UCI) informou hoje que recebeu catorze pedidos de licença para a inscrição de equipas PtoTour em 2011, mas informa que só existem oito vagas disponíveis. Entre os projectos que se candidatam ao patamar mais elevado do ciclismo estão dois que ainda não existem: o Luxemburgo Pro Cycling Project, dos irmãos Schleck, e o australiano Pegasus Sports. Quatro equipas pretendem subir de Continental Profissional a ProTour: Bbox Bouygues Telecom, BMC, Cofidis e Vacansoleil.

Oito equipas que em 2010 competem com licença ProTour pediram a renovação do estatuto, uma vez que o mesmo cessa no final de 2010. Estão nesta situação a Astana, Euskaltel-Euskadi, Velocity (Ex-Milram), FDJ, Geox (ex-Footon-Servetto), Liquigas, HTC-Columbia e Movistar (ex-Caisse D’Epargne).

Já têm licença ProTour para 2011 as equipas Ag2r La Mondiale, Garmin-Transitions, Lampre-Farnese Vini, Omega Pharma-Lotto, Quick Step, Rabobank, Sky, Katusha, RadioShack e Saxo Bank.

A lista premilinar de equipas ProTour para 2010 será revelada a 20 de Novembro, devendo o lote definitivo ser conhecido no dia 10 de Dezembro.

O estatuto ProTour será menos importante a partir do próximo ano, pelo menos para a obtenção de convites para as três grandes voltas por etapas. Para estas provas serão convidadas as 17 melhores equipas do Ranking Mundial, que integra as formações ProTour e Continental Profissional, ficando as restantes vagas ao critério dos organizadores.

A UCI adiantou ter recebido 28 candidaturas ao estatuto Continental Profissional.

3 comentários a “Catorze candidatos para oito vagas no escalão ProTour”

  1. A ag2r é claramente a melhor equipa francesa e tem nivel de pro tour.
    Gadret fez um grande giro, mas ainda têm nocentini, vladimir efinkim, roche etc…
    Concordo com a selecção do Rodrigo, mas a vacansolleil tambem tem boa equipa ( Ricco, devolder, leukemans, mircato, hoogerland)

  2. Luxemburgo Pro Cycling Project
    BMC
    Astana
    Euskaltel
    Geox
    Liquigas
    Team Columbia
    Movistar

    Estas eram as 8 equipas que eu escolheria para integrarem o Pro Tour! Das 14 sao as mais fortes penso eu!

    Velocity , Cofidis , Bbox e Vacansoleil , FDJ tem claramente menos qualidade que as outras. Nao tem homens para lutar por uma grande volta. Apesar disso creio que as equipas francesas estarao no Tour mesmo que nao sejam de ProTour , pelo menos a maior parte delas.

    Das equipas que ja tem a licença parece-me que a AG2R e a unica que e discutivel . A Lampre se vir sair Cunego ficaria fraca tambem ficando ja so com Pettachi depois de no ano passado ja ter saido o Ballan e o Bruseghin

  3. A Ag2r, estar no pro-tour é que é um pouco esquesito, digam-me lá quem dá mais garantias de luta pelos primeiros lugares, uma BMC com Cadel Evans, que mesmo que não ganhe luta sempre pelos primeiros lugares, ou a Ag2r que fica contente com uma vitoria numa etapa, quem diz Ag2r, tambem diz Fdj, e etc…

Os comentários estão fechados.