As expectativas de Nelson Oliveira e Vítor Rodrigues para a Volta

Nelson Oliveira ficaria satisfeito com um top 20 e um bom contra-relógio
Nelson Oliveira ficaria satisfeito com um top 20 e um bom contra-relógio

Nelson Oliveira (Xacobeo Galicia) e Vítor Rodrigues (Caja Rural) distinguem-se dos outros 43 portugueses inscritos na Volta a Portugal por serem os únicos lusos que representam equipas estrangeiras. Esse é o principal ponto em comum entre ambos, porque as diferenças são muitas.

Vítor Rodrigues vai para a terceira participação, ao passo que Nelson Oliveira irá estrear-se. Distintas experiências, expectativas diversas. “Pela primeira vez estou livre das obrigações rígidas de trabalho para a equipa, vou poder dar o meu melhor tentando estar dia-a-dia na luta pela geral. Um top 10 seria um bom resultado”, adianta Vítor Rodrigues, cuja melhor participação foi a de 2009, quando foi o vigésimo classificado.

“Nunca fiz uma prova com tantos dias, não sei como irá correr. A equipa deixou-me totalmente à vontade, sem pressão. Etapa a etapa verei como me sinto, mas um lugar entre os vinte primeiros e entrar na discussão do contra-relógio já seria muito bom”, afirma, por sua vez, Nelson Oliveira.

Certo é que a Xacobeo Galicia chega a Portugal sem qualquer referência para os postos cimeiros, motivo pelo qual a discussão das etapas será uma prioridade. “Antes de pensar em mais alguma coisa quero contribuir para ajudar o Francisco Pacheco a bater-se com os melhores nos sprints”, revela Nelson Oliveira, que não consegue esconder uma certa fixação com o contra-relógio da nona etapa: “Estou em boa forma e o contra-relógio é ao meu estilo, ao contrário do prólogo, que é demasiado curto. Só me falta saber como chegarei ao ‘crono’, após dez dias de competição”.

Vítor Rodrigues aponta ao top 10
Vítor Rodrigues aponta ao top 10

A Caja Rural, por seu turno, apresenta-se com um bloco homogéneo e “com vários atletas com capacidade para atingir aquilo a que a equipa se propõe, ou seja, estar presente nas batalhas pela geral e pelas etapas”, acredita Vítor Rodrigues. Sem um líder definido à partida, a ideia é “divulgar a equipa, que ainda está no seu primeiro ano, e perceber, com o decorrer das etapas, quem está em melhor posição”.

Os dois jovens estão a viver temporadas de sensações opostas. Nelson Oliveira, 21 anos, revalidou o título nacional de contra-relógio em sub-23 e conquistou duas medalhas no Europeu do mesmo escalão, prata na prova de fundo e bronze no contra-relógio, além de lugares de destaque em corridas da Taça das Nações. Vítor Rodrigues, 24 anos, esteve parado dois meses, Abril e Maio, devido a uma lesão na cartilagem do joelho esquerdo que lhe prejudicou a estreia no pelotão internacional.

Independentemente do percurso que fizeram em 2010, pelo menos num ponto, Nelson Oliveira e Vítor Rodrigues estão sintonizados com os restantes 43 portugueses inscritos na Volta: de uma forma ou de outra, querem brilhar o mais possível, pois a prova-rainha tem um sabor especial para todos os ciclistas nacionais.

9 comentários a “As expectativas de Nelson Oliveira e Vítor Rodrigues para a Volta”

  1. Pedro Tambem deves ser algo fustrado que ja chorou muito na roda do Vitor, foi pena que para andar na roda tu consegues.

  2. as opiniões são dadas em funçao dos conhecimentos k keda um tem. portanto o sr. eduardo naõ foi por se levantar mal disposto k disse o k´ disse ………. ele pensa k assim é . naõ vejo motivo pra tanto alarido. até axo k o sr. eduardo o conhece bem e mais não digo,

  3. Sr Eduardo você é uma pessoa de muito baixo nivel, ao menos já analisou a carreira do Vitor? Deveria estar bem no seu canto.

  4. é verdade, como é que uma pessoa consegue deixar aqui comentarios destes, só vejo uma explicação, não percebe mesmo nada de ciclismo, mas e que é mesmo nada. Se quiser perceber va tirar um curso de treinador, ou veja muito de ciclismo, porque voçe percebe 0 desta modalidade,

    força Vitor Rodrigues e Nelson Oliveira.

  5. O senhor Eduardo Fonseca de facto deve realmente perceber muito de ciclismo.Tenha é descaramento de vir para aqui fazer comentários desses.

  6. O Vitor Rodrigues tem claramete aspiraçoes ao Top 10.

    O Nelson Oliveira vamos ver o que faz.. o prologo e o contra-relogio podem estar ao seu alcance.

  7. O Vítor Rodrigues vai estar AGORA livre das obrigações rígidas do trabalho em equipa ?

    Que descaramento. O maior coça do pelotão. Enfim!!!

Os comentários estão fechados.