Barbot-Siper na estrada até 2011

barbot

A manutenção da Barbot-Siper no pelotão profissional 2011 será uma realidade após a confirmação do aval do admnistrador Carlos Barbot, principal patrocinador da equipa sedeada em Pedroso, Vila Nova de Gaia. A confirmação foi tornada pública no decorrer do almoço de apresentação dos “nove” escolhidos para a Volta a Portugal numa cerimónia na qual não marcou presença o líder da formação, o espanhol David Bernabéu, que se juntará à equipa em Viseu na próxima segunda-feira. O avanço da Barbot para o horizonte 2011 carece agora da confirmação do segundo patrocinador – a Siper – num processo que, segundo Carlos Pereira, director-desportivo “ainda não está concluído”. “A manutenção da equipa está assegurada e isso é o mais importante”, ressalvou o responsável. A confirmação da Barbot no pelotão 2011 poderá servir de ignição aos restantes projectos do pelotão Continental português que, recorde-se, tenta resistir a uma crise sem precedentes nas duas últimas décadas. Na Volta a Portugal, e como o Jornal Ciclismo já havia avançado a Barbot-Siper alinhará com os seguintes elementos: David Bernabéu, Bruno Pires, Sérgio Ribeiro, Rui Sousa, Hélder Oliveira, César Fonte, António Amorim, Joaquin Ortega e Carlos Baltazar. Suplentes: Bruno Lima e Mário Costa.

13 comentários a “Barbot-Siper na estrada até 2011”

  1. Só por exemplo, a Ag2r que investe há anos no ciclismo,elaborou um estudo no qual apurou que no ano transacto ao investir 6 milhões de euros na sua equipa,teve um retorno estimado de 60 milhões.Ora contra factos não há argumentos.

  2. Podemos então dizer que os directores da Liberty, LA, Madeinox, juntando-se ao lote a Paredes Rota dos Móveis, Camara da feira, camara de Mortagua, Camara de tavira, etc, tb andam a dormir.
    Você vem com estudos que nem compreende pois obviamente não acabou a 4ª classe eu refiro-lhe exemplos da vida real.
    É devido a estudiosos como você que este pais parou no tempo.
    Leo Visco – a corrigir cromos desde 1983.

  3. Leo visco, interessante. Andava a fazer uma pesquisa sobre a relação entre a inteligência (ou falta dela) e o medo da exposição pública. Já não vou investigar mais, já constatei que a relação é directa.

    Interessante que em todos os exemplos que deu referiu-se a equipas com dimensão Europeia. Euskatel Euskadi ,Pro-Tour , Quickstep Idem, La française des jeux Idem , Lampre Idem , Rabobank Idem .

    Para pessoas com alguns dedos de testa seria fácil perceber que 3 anos seriam os suficientes para atingir a Notoriedade da marca, alcançando a alavancagem necessária. Foi assim com a Goldnutrition, foi assim com a Ribeiralves, foi assim com a Pascoal que facilmente preencheram as necessidades do mercado Nacional. Isto está estudado pela IADE.
    INFORME-SE. O Eduardo Fonseca quando fala, sabe o que está a dizer.

    Eduardo Fonseca – a criar fãs desde 1975 ( E agora a aturar cromos também)

  4. Sr criador de fãs o que se pode dizer das empresas como a Cofidis, Liquigás, Euskaltel euskadi, quickstep, La française des jeux, Lampre, Rabobank, Colnago, aqua e sapone, etc?
    Na teoria do criador de fãs essas empresas são todas dirigidas por burros que n sabem ver as estatisticas e que são apenas apaixonados pela modalidade. Por isso é que elas facturam milhões por ano.
    Ó criador de fãs parece-me a mim que andas a dormir desde 1975. Agora n disseste nada de jeito, já que só falas quando sabes remetias-te ao silêncio.
    Mas pronto, eu compreendo-te, cometeste um deslize. És humano, também tens direito.
    Leo visco a corrigir cromos desde 1983.

  5. parabéns amigo CARLOS, fico muito feliz por vc te espero aqui no tour do BRASIL
    esse ano

  6. O Ciclismo dá muito bom retorno. No ano passado fizeram no pódio. Um pódio visto por milhões em Portugal por só 400 000€. Dê-me um investimento melhor que podia fazer de marketing por esse dinheiro. Com tanta casa para pintar no fim do verão, com tanta competição (Cin, Robbiolac, etc), a Barbot é a qual vai ser vista por milhões. E as pessoas vão andar com noção disso quando vão à loja comprar tinta. 

    Faço lembrar este artigo do Jornal Ciclismo:

    http://jornalciclismo.com/audiencia-da-volta-a-portugal-evolucao-2005-2008

  7. forca barbot…

    ja qe apostaram em que a equipa continue ganhem qualqer coisita agora na volta, voses tem corredores para fazer melhor

  8. Ainda bem que esta equipa continuara para o ano . Sempre e mais uma a lutar pelo ciclismo portugues!

  9. O ciclismo tem um público alvo. 3 anos são mais do que suficientes para atingir essa quota. Tudo o que vá além disso só revela que quem comanda os destinos na empresa não esta a pensar apenas no desenvolvimento da empresa mas também na sua paixão. E ainda bem!!

  10. Continuo sem perceber como é que uma empresa como a Barbot continua a apostar no ciclismo. Já lá vão cerca de 10 anos, a mais ou menos 400 mil euros cada um …. MEU DEUS !!!

    Mas ainda bem para o ciclismo Português e para o Pereira.

Os comentários estão fechados.