Novos corpos gerentes da Associação de Ciclismo do Minho eleitos por unanimidade

Os corpos gerentes da Associação de Ciclismo do Minho (ACM) para o biénio 2009/2010 foram eleitos este sábado em Assembleia Geral, tendo recolhido a unanimidade dos votos expressos. A nova direcção é encabeçada por José Luís Ribeiro, que sucede na presidência a Jorge Gonçalves. A lista hoje eleita não teve qualquer concorrência eleitoral, apresentando-se como candidatura única, com uma aposta na renovação e no rejuvenescimento dos quadros directivos.

Após a votação passou-se à tomada de posse de um elenco associativo que se mostra ambicioso nos propósitos. A nova direcção “pretende reafirmar a ACM como associação regional de referência e aumentar o número de praticantes e de actividades”, lê-se numa nota enviada à imprensa. Para 2009 o calendário compreende 85 dias competição, mas não se esgotará aí a actividade da ACM.

“Fazer evoluir a ACM para os novos e modernos processos e modelos de gestão de desporto, a organização de actividades formativas, a ligação da modalidade ao meio escolar e atrair para a prática da modalidade não só os mais jovens, mas também aqueles que encontram na prática do ciclismo uma forma de lazer e de manutenção física, são outros objectivos do novo elenco directivo”, adiantam os dirigentes minhotos.

Outro cavalo de batalha diz respeito às condições de policiamento das provas velocipédicas disputadas na via pública, ficando a promesa de que a ACM tentará “a obtenção de uma solução definitiva para o problema”. O combate ao doping faz também parte dos propósitos de actividade para os próximos dois anos.

Órgãos sociais da Associação de Ciclismo do Minho (2009/2010):
ASSEMBLEIA GERAL
Presidente: Diogo Leite Ribeiro
Vice-Presidente: Emanuel Fernandes
Secretário: Ângela Oliveira
Secretário: Álvaro Amorim

DIRECÇÃO
Presidente: José Luís Ribeiro
Vice-Presidente Financeiro: Amâncio Passos
Vice-Presidente Desportivo: Francisco Marinho
Vice-Presidente Administrativo: Esser Jorge
Director: Jorge Gonçalves
Director: Óscar Lopes
Director: Joaquim Mendes
Director: Nino Pereira
Director: Miguel Gomes
Director Suplente: Pedro Guimarães
Director Suplente: Aníbal Rocha
Director Suplente: Humberto Guimarães
Director Suplente: Tiago Laranjeiro
Director Suplente: Edmundo Pereira

Secretário-Geral: Luís Teixeira

CONSELHO FISCAL
Presidente: João Paulo Rodrigues
Vogal: António Freitas
Vogal: Sérgio Rocha
Vogal: Albino Costa

CONSELHO JURIDISCIONAL
Presidente: Manuel Oliveira Martins
Vogal: José Pedro Oliveira Dias
Vogal: Sónia Cristina Correia