Paulinho, Cardoso e Correia no Dauphiné

Paulinho lidera comboio RadioShack no Dauphiné
Paulinho lidera comboio RadioShack no Dauphiné

(actualizado) – Sérgio Paulinho (Radioshack), João Correia (Cérvelo) e o campeão nacional Manuel Cardoso (Footon-Servetto) tomarão parte na 62ª edição do Criterium du Dauphiné Liberé, a decorrer ao longo de oito dias, entre 6 e 13 de Junho. A participação portuguesa na prova que arranca no próximo domingo e que, como habitualmente, servirá de barómetro aos candidatos do Tour conta com a presença de Alberto Contador – 3º em 2009 – como figura de cartaz na ausência de vencedores anteriores como Alejandro Valverde (suspenso) e o duplo galardoado Cadel Evans (BMC).

Paulinho regressa ao Dauphiné integrado numa equipa capitaneada por Cris Horner. Jani Brajkovic, Ben Hermans, Markel Irizar, Geoffroy Lequatre, Tomas Vaitkus e Haimar Zubeldia completam o elenco da RadioShack que não contará com os serviços de Lance Armstrong, em competição na Volta a Suíça. Sérgio Paulinho retorna à competição após a presença na Volta a Romandia (62º).

Já João Correia (Cérvelo) integra uma equipa sem líder definido dada a provável ausência de Xavier Tondo, em recuperação após o abandono da Volta a Itália. A última competição na qual participou João Correia foi a Volta a Califórnia – abandono na 4ª etapa.

Manuel Cardoso será um dos líderes da Footon-Servetto em nova estreia na prova francesa cuja propriedade, este ano, mudou de mãos sendo agora organizada pela ASO. O campeão nacional correrá no Dauphiné após a participação no Circuit de Lorraine, em França, competição que abandonou à terceira etapa, depois de conseguir vários lugares de destaque – foi 3º na primeira etapa – nas chegada em pelotão.

6 comentários a “Paulinho, Cardoso e Correia no Dauphiné”

  1. Sergio Paulinho vai para trabalhar como sempre para Horner ou Zubeldia..

    Manuel pode ser que ganhe alguma etapa que o faça ir com mais confiança para o tour!

    Ja o Joao nao sei bem o que pode fazer.. desejo-lhe boa sorte!

  2. uma prova com caracteristicas mais favoráveis ao Manuel do que ao Sérgio uma vez que este último carbura em termos comparativos biodisel enquanto o Manuel gasóleo com um teor de ceteno mais elevado.

Os comentários estão fechados.