Valverde suspenso até 31 de Dezembro de 2011

O espanhol Alejandro Valverde (Caisse D’Epargne) vai ser suspenso até 31 de Dezembro de 2011 por envolvimento na “Operação Puerto”. A informação foi hoje avançada pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), que decidiu dar provimento aos apelos da União Ciclista Internacional (UCI) e da Agência Mundial Antidopagem (AMA) para que fosse alargada a todo o Mundo a suspensão decretada ao corredor pelo Comitá Olímpico Italiano (CONI), em Maio de 2009.

A decisão já era esperada, mas subsistiam dúvidas sobre a data em vigor da sanção, tendo em conta que o corredor já está parcialmente suspenso desde o ano passado, por ter sido impedido, pelo Comité Olímpico Italiano, de correr em território transalpino. Os prazos hoje avançados optam pelo meio termo. Nem Valverde tem de cumprir castigo desde hoje nem é dado como afastado desde Maio de 2009. Assim, o corredor é considerado suspenso desde 1 de Janeiro de 2010, sendo desclassificado de todas as corridas em que participou desde então, ficando sem os triunfos que alcançara na Volta à Romandia, na Volta ao Mediterrâneo e em duas etapas da Volta ao País Basco.

Enquanto as autoridades espanholas atiraram para debaixo  do tapete a investigação dos desportistas clientes da rede de dopagem desmantelada pela “Operação Puerto”, as autoridades italianas conseguem castigar mais um nome importante, depois de o terem já feito com Ivan Basso e a Michele Scarponi.

O acórdão do TAD faz a cronologia do processo e revela que a UCI e a AMA solicitaram, há três anos, à Real Federação Espanhola de Ciclismo (RFEC) a abertura de um processo contra o corredor. A federação recusou abrir o procedimento. Da mesma forma que o Tribunal espanhol que tem a “Operação Puerto” a seu cargo tem recusado, por decisão do juiz Antonio Serrano, o acesso às bolsas de sangue apreendidas aquando da investida da Guardia Civil.

As autoridades italianas tiveram de seguir por portas travessas para chegarem à verdade. Sabendo que parte das amostras apreendidas haviam sido enviadas para o Laboratório de Barcelona, onde foi detectada a presença de EPO na bolsa número 18, etiquetada com a inscrição “Val.Piti”, o CONI conseguiu um autorização para que parte do conteúdo dessa bolsa fosse remetido para Itália. Uma vez dado este passo, bastou comparar o ADN do sangue contido na bolsa com o de uma amostra de sangue colhida a Valverde para se concluir que o sangue armazenado em Espanha pertencia ao actual corredor da Caisse D’Epargne.

Este processo foi concluído em Abril de 2009 e a suspensão, inicialmente apenas para território italiano, decretada em Maio desse ano. Desde então vem sendo travada uma batalha jurídica. Por um lado, o corredor queria que o TAD considerasse que o CONI não tinha competência para intervir num caso passado em Espanha com um ciclistas espanhol. O TAD já rejeitara esta pretensão de Valverde. Por outro lado, a batalha seguia por iniciativa da UCI e da AMA que lutavam para que a suspensão transpusesse as fronteiras italianas, estendendo-se a todo o Globo. O TAD vem agora dar-lhes razão.

UCI regozija-se
A UCI já reagiu à decisão do TAD, manifestando regozijo pelo castigo aplicado ao ciclista espanhol. No entanto, a confederação sediada em Aigle, Suíça, lembra que o arrastar do processo faz com que a decisão agora anunciada “não possa ressarcir totalmente o ciclismo pelos danos causados pela conduta do senhor Valverde desde que a UCI expressou a convicção da sua culpabilidade”.

A Abarca Sports, empresa gestora da equipa Caisse D’Epargne, aceita a sanção, mas faz duas ressalvas. Por um lado, frisa que os actos de que está acusado o corredor terão sucedido antes de Valverde assinar pela equipa actual. Por outro lado, lembram que o TAD não dá como provado que os resultados desportivos do ciclista sejam fruto da dopagem, apesar de considerar que o murciano violou os regulamentos antidopagem.

A RFEC garante que tomará todas as medidas para fazer cumprir a decisão do TAD.

Foto: Volta à Romandia

40 comentários a “Valverde suspenso até 31 de Dezembro de 2011”

  1. De uma vez por todas: não existe doping no futebol! Existe é um intervalo ao fim de 45min onde o organismo recupera toda a energia que perdeu nesses 45min e carrega o dobro dessa energia pelos ouvidos com os berros dos treinadores…. É obvio que estou a ser irónico (para quem não percebeu)…

    Doping existe, infelizmente, em todas as modalidades ditas profissionais. Umas são mais controladas que outras, e o ciclismo até não é o desporto onde se registam mais casos por número de praticantes. É talvez a modalidade onde são aplicados os métodos mais eficazes de detecção. Todos nos devemos lembrar do caso Balto que estudava e implementava programas de doping para atletas americanos do atletismo.

    Estas medidas aplicadas a ciclistas que, não acusando, são penalizados como se estivessem dopados são quase um método de profilaxia que a par do passaporte biológico, não conseguirão acabar definitivamente com o doping no ciclismo mas irão reduzir drásticamente o número de casos no futuro. É o que espero a bem da modalidade de que tanto gosto…

  2. senhores comentadores de mei tijela sera que existe algum ciclista limpo limpinhoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo. deixam de comentar e limpai o vosso servo treininho treininho e o que vos falta ………………………………………….pora…………………………………….

  3. sim david. opa peço desculpa mas estou indignado com isto e um caso que ja se arraste a muito tempo .

  4. JOAO SILVA: Sim acho o Valverde um corredor de qualidade!
    E quanto ao seu regresso espero que regresse em força e acho que o vai fazer.. ve-se por exemplo no caso do Basso!

  5. Oh micael, o que é que isso tem a ver com o que foi dito? Ninguém aqui pôs em causa a qualidade do ciclista, simplesmente a violação por parte do Valverde é tão óbvia que a decisão não podia ser outra.

  6. para david e joao silva

    todos nos sabemos que o vinokourov voltou da suspensao em grande forma como demonstrou na volta a italia e na liege , prova que ganhou , ja o valverde tem sido o ciclista mais regular nos ultimos tempos com top10 no tour e no ano passado ganhando o dauphiné e a vuelta um ciclista que sprinta sobe bem em alta montanha e defende-se nos cronos e da zero no controlo anti doping so podemos estar a frente de um dos melhores do mundo na modalidade, acho que sinceramente isto e uma pouca vergonha e injusto para o qe este homen fez e ainda vai fazer em 2012 quando regressar e calar-vos a todos !!!!!!

  7. A decisão de Valverde e da sua equipa, a Caisse D´Epargne foi tornada pública num comunicado onde se podia ler: “O TAS reconheceu que as vitórias de Alejandro Valverde foram justas e que, em caso algum, foram obtidas através do uso de substâncias e práticas proibidas, confirmando o facto que o Alejandro Valverde é, provavelmente, o atleta mais testado do mundo e nunca testou positivo em qualquer controlo de doping”.

  8. Para João Borges

    O ano passado já era para ter terminado a Caisse D’Epargne só prossegui por ter um corredor capaz de vencer uma grande volta e dar muitas victorias. A qualidade do plantel e do Rui neste caso são inegáveis. Mas será que a equipa continua sem o Valverde???? Esperemos que sim e se não continuar pelo menos o Rui encontra equipa facilmente.

  9. Como é que amantes da modalidade podem estar aqui a dizer que é bem feito..é isto que está a destruir o nosso desporto..Eu nasci para o ciclismo a ver o Armstrong vencer o tour sem problemas e para mim ele era um herói..depois passei do sofá a estrada corri ate sub-23 e sei no corpo que performances como as dele são possíveis mas nunca falhar não o é..tenho tentado estar em cima das noticias sobre o que o Sr. Landis disse e começo a pensar se realmente os controlos a esse senhor não são forjados..te o actual nº1 Alberto Contador já se viu por várias ocasiões ficar parado na estrada..Não ha super Homens e toda a ajuda é pouca para suportar o esforço na estrada agora andar desde 2006 sem dar descanço a um atleta com uma perseguição constante é mau..assim como as exclusões de muitos ciclistas sem nada provado..em Portugal é o que se vê ate nos cadetes já há casos, agora suspendem o Freitas que duvido que com 17anos tivesse sido ele a arranjar morfina e administrar a si próprio..mas ok que todos estes anos negros sejam por um futuro melhor para a modalidade que mais gosto e admiro.

  10. W= F x d. Isto é Work(trabalho)= a forçax distancia percorrida

    Para realizar determinado trabalho é preciso determinada energia.A energia no desporto deriva das calorias produzidas pelo metabolismo energético a maioria das quais são desperdiçadas na forma de calor+- 80%.Se um maratonista, ciclista,futebolista..realizou determinado trabalho, que pode ser mensurável, gastou x de energia referenciada á força que utilizou para realizar o tal trabalho poderemos ver ,mesmo contando com a tal economia de esforço,que há determinados corpos mesmo franzinos, que estariam impossibilitados de ter conseguido determinado record…..peguem aí nos ex-recordistas que agora juram a pés juntos que era só forças da natureza e até quase imponhem pena de morte para quem prevarica, e façam uma analise pessoal…sonhem depois de noite…concluirão de certeza: como todos andamos a ser ienganados porque somos ignorantes!….como os hipocritas protagonizam á sombra da hipocrisia e ignorancia!…mas devem ser abençoados dado a natureza humana que é nata…não é que os pedofilos também pensam muito amar as criancinhas ?…tal como esses que estão convencidos que nada fizeram porque o fizeram por BEM!…

  11. Boa decisão… e com isto parece que vamos ter o Rui Costa no Tour a dar show… Bora… vamos a eles

  12. É o único crime desportivo que conheço onde o criminoso confessa ter infringido as leis em relação também a outros desportos e a justiça faz também rasa como que dizendo : “Cala.te, não fizeste nada disso!”Apenas cometeste estes crimes.” Percebe-se porque se reunem os abutres cada vez que um Landis qualquer abre a boca mas porque fecham olhos e ouvidos cada vez que um Fernando Mendes levanta o véu sobre o doping no futebol.

  13. Está alguma coisa mal contada para sair esta decisão e o próprio atleta já estava a contar com a suspensão.Uma data de intereses,patrocinios ,o atleta,a equipa, o mundo do ciclismo está a forçar toda a gente e subretudo os ciclistas a recorrerem a mais qualquer coisa para os resultados.Não acredito que o doping tenha um fim á vista.

  14. Quanta confusão que para aqui vai, confundir médias com espectáculo. O espectáculo não tem nada a ver com médias, uma corrida pode ser a 20Km/h e ser um grande espectáculo. Se querem médias altas vão ver corridas de f1. Isso são desculpas para aqueles que não têmestofo nem humildade suficientes para reconhecer que há outros melhores que eles e daí usarem esses meios para calar o ego, e se uns tomam outros há que para não ficar atrás têm de tomar também, e daí generaliza-se a prática e assimila-se uma nova ‘cultura’ de competição que já chegou aos escalões jovens e masters, qualquer dia até no cicloturismo… A desculpa da dificuldade é outra, é difícil mas é igual para todos, se fosse fácil perdia o encanto, é o mesmo que no circo, não é para todos. Dificil? Então e o que dizer dos mineiros, e os pescadores que andam na faina contra ventos marés e tempestades, e os que pegam na enxada de sol a sol? Meus amigos, sois uns previligiados e ainda se queixam.

  15. E o que é mais incrível é constatar o enorme e inacreditável facciosismo, aliás fanatismo, aliás, sectarismo de algumas opiniões que aparecem por aqui…

  16. O que esta condenação mostra (e ainda não vi ninguém falar disto…) é que deve existir (e foi o que de facto aconteceu) independência entre a justiça desportiva e a justiça cível. É que em Portugal, segundo alguns comentadores residentes, a justiça desportiva não tem pode para nada e aqui se mostra que, legalmente, é possível extrair uma decisão válida,sem prejuízo dos processos que decorrem na justiça cível.

  17. mas alguém akredita em milagres??? não deitem areia para os olhos, como é possível fazer por exemplo este giro onde de 21 etapas 10 tem 200km ou mais a massa e esfregar as pernas? eu adoro ciclismo mas aki ninguém esta inocente, ninguém e k venha aki o primeiro e atire a 1ª pedra!! claro uns mais outros menos…

  18. Experimentem fazer o Giro, Tour, Vuelta ou Volta de carro e digam-me como chegam ao fim! Como é possível os ciclistas fazerem auqelas médias e depois dumas massagens e vitaminas estarem preparados de novo! Se calhar os culpados são os organizadores e media que querem espectáculos próprios de super-homens!

  19. joão silva não será bem assim, o Basso teve suspenso e agora ganhou novamente o giro….quando há qualidade há qualidade! por isso o Valverde poderá continuar a vencer quando voltar

  20. Meus amigos, o caso já vem de 2003. Se na altura o Alejandro pensou em usar EPO? Talvez. Também o Basso pensou em fazê-lo, pagou pelo erro que cometeu e agora voltou para dar espectáculo, como grande ciclista que é. Agora, durante todos os anos que se seguiram à Operación Puerto, o Valverde foi submetido a um imenso número de controlos e todos eles deram sempre negativo. Não há corredor mais completo que ele, e se sempre deu negativo, para quê dizer que andou a correr de forma suja? Segundo pude ler numa entrevista há uns tempos, ele diz que tinha consciência que o iam suspender, mas garantiu que vai voltar e ainda com mais força, para mostrar que andou a correr limpo.
    Outra coisa, também não acho que faça muito sentido a suspensão ser a mesma para pessoas que acusam e para pessoas que “tencionam usar”, segundo as palavras do TAS.

  21. @Helder: O Basso e o Scarponi também não deram nenhum positivo e estiveram suspensos. Este caso é exactamente igual.

  22. gostava de ver era ser castigados outros envolvidos na operaçao puerto mas no( futebol tenis…….. )nimguem lhes chegas enfim ainda bem para aqui dizer mal do cilismo

  23. Mas que doping mas que que?? Nunca deu um único positivo. Agora fica 2anos fora e acabou a carreira porque muito difícil será regressar no topo..espero que o maior carregado de sempre também seja apanhado então..ja confessou EPO mas não era substancia proibida, esteroides no tour mas afinal eram da composição de um creme para a pele..agora pode ser que o Landis faça algo de bom para a modalidade para variar

  24. É UMA VERGONHA ! Há gente que nao descansa enquanto nao acabar com o ciclismo. Com o desporto do Teso ! Enfim.. Andamos nos a pagar impostos para os jogardorzinhos da Selecçao tarem a ganhar 800 euros por dia no estagio… Enfim.. Para isso a sempre dinheiro mas para fazer provas cá e tudo mais nao há

  25. joão silva e que tal aprenderes a ler? desde quando é que sabes que o Valverde andou a correr de forma suja? sinceramente.. não sei se sabes quantos controlos o Alejandro teve de se submeter durante estes anos e acusou … 0!
    Ganhou a Vuelta com exibições de força constantes e acusou … 0!
    Este ano estava em 1º no Ranking deste ano e acusou … 0!

  26. “Até a UCI diz que Valverde não se dopou”. Oh Micael, esforcaste-te ao menos em ler o último parágrafo da notícia? Quanto à suspensão é justíssima, nem compreendo como se pode defender um ciclista que de que ficou provada a existência de sacos de sangue seu com EPO.

  27. é uma vergonha. a uci perdeu toda a dignidade.afinal qual é a vantagem de não ser apanhado com doping se também se é suspenso 2 anos?que palhaçada…os italianos conseguiram o que queriam..continuam com a dor de cotovelo de não terem um ciclista como o valverde.
    é uma autentica vergonha e é muito triste não vermos o melhor e mais completo ciclista no mundo competir! é uma pena não podermos assistir às suas magnificas exibições seja em que prova for.

  28. RODRIGO:será um ciclista de qualidade realmente????De qualidade são os(poucos)que ainda andam de forma limpa….Veremos o que andarà em 2012 sem drogas…é que esperemos que volte de forma limpa,por alguém lhe estenderá a mão novamente…embora com idades diferentes,o Vinokourov tb regressou mas sem o andamento que nos habituou….e porquê!!?!?!?Todos sabemos!!!

  29. toda gente sabe que o valverde nao se dopou, alias isto e tudo mais para incriminar um grande ciclista, ate a UCI diz que valverde nao se dopou tudo porque é le que tem ficado em primeiro no ranking mundial

  30. sim ao doping…
    há k tomar para andar. para dar espectaculo, para se correrem voltas a italia como a deste ano. alguem sabe o k é andar 3 semanas num inferno dakeles? o ser humano tem limites… so para chegar ao fim da corrida já sabe deus. imagino para discutir a vitória. looooool…

  31. pena um ciclista da qualidade de valverde ficar suspenso.. mas pronto fez asneira tem que pagar o erro! espero que volte em força em 2012!

  32. só é pena estas pessoas que andam a estragar esta modalidade nao serem clocadas defenitivamente de fora…..
    NAO AO DOPING

  33. mais um a….”ter azar”….pena é que em 2012 darem-lhe 2ª oportunidade!!!!

  34. Boa decisão embora os proprietários das 150 bolsas de sangue de não-ciclistas permaneçam impunes.

Os comentários estão fechados.