Nelson Oliveira comanda selecção em Itália

Nelson Oliveira (Xacobeo Galicia) será o chefe-de-fila da Selecção Nacional/Liberty Seguros de sub-23, que compete em Itália, entre domingo, 25 de Abril, e terça-feira, 27. O seleccionador, José Poeira, convocou seis corredores, que vão disputar o GP delle Liberazione e o Giro delle Regionie, corrida de dois dias pontuável para a Taça das Nações. Além de Oliveira, Portugal estará representado por Marco Coelho, Amaro Antunes e Domingos Gonçalves (Liberty Seguros/SM Feira), João M. Pereira (CC Tavira) e Luís Afonso (Aluvia/Valongo).

Em Itália como em Portugal, 25 de Abril é dia da Liberdade. A efeméride será comemorada em Roma com o GP della Liberazione, que se disputará num circuito de 6 quilómetros, a percorrer 23 vezes, num total de 138 quilómetros. “O GP della Liberazione não conta para a Taça das Nações, mas dá pontos para o Ranking Continental Europeu, que também é importante para o apuramento das selecções para os mundiais. Penso que será de esperar uma chegada ao sprint, especialidade para a qual contamos neste lote de atletas com o líder da Taça de Portugal Liberty Seguros de Sub-23, Marco Coelho”, antecipa José Poeira.

O técnico tem outros trunfos para a prova de duas etapas que se segue no calendário da selecção. “O Giro delle Regioni é diferente, apresentando um perfil mais montanhoso. Distingue-se das clássicas de França e da Holanda, em que participámos recentemente, que eram para roladores. Também por isso os ciclistas que levamos agora para Itália são outros. Temos um grupo de trabalho que se dá melhor com as subidas, especialmente o Nelson Oliveira e o Amaro Antunes. O objectivo é conseguir pontos para a geral da Taça das Nações, se possível com um lugar entre os dez primeiros”, afirma o seleccionador nacional.

O Giro delle Regioni começa com uma etapa de 139,5 quilómetros, com partida e chegada a Montefiascone, na proximidade do Lago de Bolsena. Os corredores vão enfrentar um traçado exigente, com três montanhas, uma de terceira e duas de segunda. A última dificuldade é de segunda categoria e dista apenas 12,7 quilómetros, em falso plano, da meta. O segundo e último dia desta competição conta com 154,1 quilómetros, em torno de Bagno di Romana. Um prémio de montanha de primeira categoria e dois de segunda ajudarão a seleccionar os melhores.

Portugal tem pergaminhos no Giro delle Regioni. Rui Costa venceu esta prova em 2007 e alcançou o segundo posto em 2008, ano em que foi determinante para a vitória portuguesa na Taça das Nações. Em 2010, Nelson Oliveira será a principal arma dos portugueses. Depois do segundo lugar no GP de Portugal e de ter demonstrado estar num excelente momento de forma durante a recente Volta à Turquia, o vice-campeão mundial de contra-relógio em sub-23 terá em Itália um oportunidade de ouro para voltar a mostrar-se.

A Selecção Nacional/Liberty Seguros ocupa a nona posição do Ranking da Taça das Nações, somando 27 pontos. A tabela é encimada pela Holanda, que já leva 76 pontos.

15 comentários a “Nelson Oliveira comanda selecção em Itália”

  1. Ha pessoas que só sabel dizer mal… realmente até ja cansa.

    Boa sorte para a selecção e que mostrem o valor de Portugal lá fora, que actualmente é respeitada por todos e isso deve-se aos atletas e ao trabalho que tem sido feito, mesmo com as vozes dos criticos de sempre.
    Quanto ao Bruno Borges, acho que está num bom momento deforma, mas penso que ainda não terá a maturidade necessária, afinal ainda é o seu 1º ano, deixem-no crescer e certamente terá tempo para mostrar o que vale.

  2. o tiago encarnação desestiu durante a primeira epoca de sub 23 para se dedicar a 100% aos estudos

  3. Por falar em dezaparcidos o que é feito do Tiago Encarnação, do Alcides Almeida, do Rúbem Oliveira , do Tiago Pais ? Alguém save?

  4. o único que tem experiência italiana deve ser o Nelson e mesmo assim tem de estar recuperado, qual momento de boa forma ? tudo o resto vai ser pra ficar a ver navios, qual sprinter qual quê Marco Coelho não sabe nada disso apenas se desenrasca, quanto ao Amaro talvez daqui a uns 4 anos noutro tipo de corridas, não tem estofo…

  5. Realmente o bruno borges está num grande momento de forma, acho que o selecionador devia aproveita-lo.

  6. nunca estao de acordo com nada! so podem ir estes! para a proxima vao outros. LOOL
    boa sorte a todos… penso q dest a vez o Amaro se vaoi safar melhor que o nelson!

  7. senhor selecionador.. por acaso tem acompanhado as corridas para dizer isso?? entao se nao tem devia esatr calada porque neste momento esta andar bem é opinioes como as suas sem fundamento que isto esta assim cheio de falsidades e com apadrinhamestos so porque nao gosta dele ja ta mal… veja a verdade..

  8. este comentario nao tem a ver com esta noticia mas gostaria de saber o k é feito do IVO FERNANDES? é k nunca mais ouvi falar dele. se alguem me souber responder agradecia. obrigado

  9. Não percebo o porquê do Luis Afonso ir à selecção.
    MAIS VALE CAIR EM GRAÇA DO QUE SER ENGRAÇADO !

  10. DESTA VEZ CONCORDO COM TODOS OS ATLETAS QUE VÃO À SELEÇÃO . NÃO QUER DIZER QUE NÃO HAJA OUTROS QUE POSSAM LÁ IR . POIS O
    poeira ESTÁ DE PARABENS . BOA SORTE PARA TODOS OS ATLETAS .

Os comentários estão fechados.