Guilherme Lourenço permanece em observação

Guilherme Lourenço no alto do Montejunto numa pausa no treino
Guilherme Lourenço no alto do Montejunto numa pausa no treino

Guilherme Lourenço foi transferido para o Hospital das Caldas da Rainha – de onde é natural – e permanece em observação durante um período de 24 horas. O TAC efectuado no Hospital de Aveiro ao corredor sub-23 da Mortágua-BASI não revelou qualquer lesão cerebral, mas confirmou uma fractura craniana na zona de embate com o asfalto. Lourenço caíu durante a 10ª Volta a Albergaria quando o pelotão descia a alta velocidade e não conseguiu fugir ao embate com Pedro Soeiro –o primeiro a cair – que o projectou para o chão.

“Só amanhã poderá ser feito um diagnóstico mais correcto e estimar prazos de recuperação. A nível cerebral o TAC revelou-se negativo pelo que, para já, terá sido apenas um susto”, confirmou ao Jornal Ciclismo Pedro Silva, director-desportivo.

A queda de Lourenço foi dramática tendo o natural de Relvas e atleta regular da Selecção Nacional permanecido no solo enquanto os seus colegas vítimas de queda se levantam. Soeiro foi o primeiro a aperceber-se da gravidade da lesão e apenas retomou marcha com a chegada da ambulância que não tardou mais do que 30 segundos. No chão, Lourenço permanceu alguns minutos inanimado e com espasmos. Às perguntas de orientação, Lourenço confirmou a sua naturalidade e o seu nome e do sucedido apenas se lembra de travar a fundo. “O pneu ficou na lona”, resume Pedro Silva. A fractura que Lourenço apresenta é agora a dor de cabeça para o ciclista já escalonado para representar a Selecção Nacional nos compromissos internacionais da Taça das Nações no Giro Delle Regioni.

Foto: Guilherme-lourenço.blogspot.com

4 comentários a “Guilherme Lourenço permanece em observação”

  1. Aquele tipo de notícias que nunca gostamos de ler.
    Força campeão e recupera rápido !!!!!!

Os comentários estão fechados.