Theo Bos triunfa no arranque da Volta a Castela e Leão

Imperial, Theo Bos não deu hipótese aos adversários
Imperial, Theo Bos não deu hipótese aos adversários

O holandês Theo Bos (Cervélo) impôs-se ao sprint na primeira etapa da Volta a Castela e Leão, instalando-se na liderança da corrida. O antigo campeão mundial de pista correspondeu da melhor forma ao trabalho dos companheiros de equipa, entre os quais o português João Correia, mostrando-se o mais veloz na chegada a Burgos, ao cabo dos 157,7 quilómetros, iniciados em Belorado. Graeme Brown (Rabobank) foi o segundo e o ex-corredor da Liberty Seguros Pablo Urtasun (Euskaltel-Euskadi) fechou o pódio da jornada.

Os corredores portugueses estiveram atentos às pedaladas finais. Filipe Cardoso, da LA-Paredes Rota dos Móveis, foi quinto, e Edgar Pinto, da mesma equipa, foi oitavo, o que não surpreende, dado serem homens rápidos. Mais extraordinário foi o sexto posto de Tiago Machado (RadioShack), que se intrometeu entre os velocistas, revelando motivação e apuro de forma para lutar pelo triunfo final na competição.

A tirada começou sob chuva e frio, adversários que não impediram Iban Mayoz (Footon-Servetto), Marcos Garcia (Xacobeo Galicia) e José Vicente Toribio (Andalucía-Cajasur) de se adiantarem ao quilómetro 17. O trio manteve-se em cabeça-de-corrida até pouco depois da passagem pela única montanha do dia, colocada ao quilómetro 72. No alto, Mayoz garantiu a liderança dos trepadores. O primeiro do pelotão neste local foi o português Hernâni Broco (LA-Paredes Rota dos Móveis). Anulada a primeira aventura logo se formou outra, formada por Oleg Chuzhda (Caja Rural) e por Mikel Ilundain (Orbea).

O basco cedeu a 17 quilómetros da chegada, mas o ucraniano radicado em Espanha deu luta e obrigou o comboio da Cervélo a perseguição forte até faltarem quatro mil metros para a conclusão da etapa. Daí até final foi a luta pelo melhor posicionamento. Na recta da meta brilhou Theo Bos, que assumiu a liderança da competição. Como não há bonificações, são 79 os ciclistas com o mesmo tempo.

A classificação colectiva é comandada pela Caisse D’Epargne, logo seguida pelas duas formações lusas em prova, LA-Paredes Rota dos Móveis e Barbot-Siper.

A segunda etapa leva amanhã o pelotão de Burgos até Carrión de los Condes (Palencia), na mais longa viagem da prova, 209,9 quilómetros. A maior dificuldade poderá ser ditada pelo vento, comum nesta região, já que a montanha não marca presença assinalável.

CLASSIFICAÇÕES
Etapa e Geral Individual

1      Theo Bos (Ned) Cervelo TestTeam      3:52:08
2     Graeme Brown (Aus) Rabobank
3     Pablo Urtasun (Spa) Euskaltel-Euskadi
4     Pablo Lastras (Spa) Caisse D`Epargne
5     Filipe Cardoso (Por) La-Rota Dos Moveis
6     Tiago Machado (Por) Team RadioShack
7     Michael Kwiatkowski (Pol) Caja Rural
8     Edgar Pinto (Por) La-Rota Dos Moveis
9     Javier Aramendia (Spa) Euskaltel-Euskadi
10     Edward King (USA) Cervelo TestTeam
11     Andrey Amador (CRc) Caisse D`Epargne
12     Ruben Plaza (Spa) Caisse D`Epargne
13     Bruno Pires (Por) Barbot-Siper
14     Manuel Anton (Spa) Burgos 2016-Castilla
15     Cesar Fonte (Por) Barbot-Siper
16     Arnold Jeannesson (Fra) Caisse D`Epargne
17     David Garcia (Spa) Xacobeo Galicia
18     Fumiyuki Beppu (Jpn) Team RadioShack
19     Alberto Contador (Spa) Astana
20     Dennis Van Winden (Ned) Rabobank
21     Jose Mendes (Por) La-Rota Dos Moveis
22     Joaquin Ortega (Spa) Barbot-Siper
23     Fabricio Ferrari (Uru) Caja Rural
24     Diego Gallego (Spa) Burgos 2016-Castilla
25     Serafin Martinez (Spa) Xacobeo Galicia
26     David De La Fuente (Spa) Astana
27     Ezequiel Mosquera (Spa) Xacobeo Galicia
28     Pedro Merino (Spa) Footon-Servetto
29     Mario Bruseghin (Ita) Caisse D`Epargne
30     Markel Irizar (Spa) Team RadioShack
31     Janez Brajkovic (Slo) Team RadioShack
32     Ricardo Garcia (Spa) Orbea
33     Stef Clement (Ned) Rabobank
34     Koos Moerenhout (Ned) Rabobank
35     Alberto Losada (Spa) Caisse D`Epargne
36     Francisco Perez (Spa) Caisse D`Epargne
37     Grischa Niermann (Ger) Rabobank
38     Aketza Peña (Spa) Caja Rural
39     J. Mauricio Soler (Col) Caisse D`Epargne
40     Igor Anton (Spa) Euskaltel-Euskadi
41     David Bernabeu (Spa) Barbot-Siper
42     Javier Moreno (Spa) Andalucia-Cajasur
43     Virgilio Santos (Por) La-Rota Dos Moveis
44     Rodrigo Garcia (Spa) Xacobeo Galicia
45     Arturo Mora (Spa) Caja Rural
46     Oscar Pereiro (Spa) Astana
47     Denis Menchov (Rus) Rabobank
48     Gregory Obando (CRc) Burgos 2016-Castilla
49     Jorge Azanza (Spa) Euskaltel-Euskadi
50     Jose L. Rubiera (Spa) Team RadioShack
51     Iñigo Cuesta (Spa) Cervelo TestTeam
52     Benjamin Noval (Spa) Astana
53     Daniel Navarro (Spa) Astana
54     Josep Jufre (Spa) Astana
55     Angel Vicioso (Spa) Andalucia-Cajasur
56     Jose Herrada (Spa) Caja Rural
57     Ruben Calvo (Spa) La-Rota Dos Moveis
58     Juan M. Garate (Spa) Rabobank
59     Jose A. G.Marchante (Spa) Andalucia-Cajasur
60     Delio Fernandez (Spa) Xacobeo Galicia
61     Andoni Blazquez (Spa) Orbea
62     Raul Santamarta (Spa) Burgos 2016-Castilla
63     Gonzalo Rabuñal. (Spa) Xacobeo Galicia
64     Helder Oliveira (Por) Barbot-Siper
65     Steven Kruijswijk (Ned) Rabobank
66     Jon Izaguirre (Spa) Orbea
67     Stefan Denifl (Aut) Cervelo TestTeam
68     Miguel Minguez (Spa) Euskaltel-Euskadi
69     Manuel Ortega (Spa) Andalucia-Cajasur
70     Hugo Sabido (Por) La-Rota Dos Moveis
71     Gorazd Stangelj (Slo) Astana
72     David Gutierrez G. (Spa) Footon-Servetto
73     Ivan Melero (Spa) Burgos 2016-Castilla
74     Jose L. Roldan (Spa) Andalucia-Cajasur
75     Alberto Benitez (Spa) Footon-Servetto
76     Marcos Garcia (Spa) Xacobeo Galicia
77     Gustavo Cesar (Spa) Xacobeo Galicia
78     Mikel Landa (Spa) Orbea
79     Sergio Ribeiro (Por) Barbot-Siper
80     Ruben Reig (Spa) Caja Rural     0:00:27
81     Gert Steegmans (Bel) Team RadioShack     0:00:54
82     Sam Bewley (NZl) Team RadioShack     0:01:02
83     Xabier Zabalo (Spa) Orbea
84     Oscar Pujol (Spa) Cervelo TestTeam     0:01:33
85     Joaquin Novoa (Spa) Cervelo TestTeam
86     Mikel Ilundain (Spa) Orbea
87     Oleg Chuzhda (Ukr) Caja Rural
88     Ignatas Konovalovas (Ltu) Cervelo TestTeam     0:01:49
89     Iban Mayoz (Spa) Footon-Servetto     0:03:57
90     Mario Costa (Por) Barbot-Siper     0:04:05
91     Miguel A. Candil (Spa) La-Rota Dos Moveis
92     Rui Sousa (Por) Barbot-Siper
93     Antonio Cabello (Spa) Andalucia-Cajasur
94     Pablo Lechuga (Spa) Andalucia-Cajasur
95     Jose Vte. Toribio (Spa) Andalucia-Cajasur
96     Tomas P. Faiers (GBr) Footon-Servetto
97     Enrique Mata (Spa) Footon-Servetto
98     Hernani Broco (Por) La-Rota Dos Moveis
99     Jesus Hernandez (Spa) Astana
100     Marco Corti (Ita) Footon-Servetto
101     David Francisco (Spa) Burgos 2016-Castilla A
102     Oscar Grau (Spa) Burgos 2016-Castilla A
103     Luis Mas (Spa) Burgos 2016-Castilla A
104     Adrian Saez (Spa) Orbea
105     Jonathan Castroviejo (Spa) Euskaltel-Euskadi
106     Victor Rodrigues (Por) Caja Rural
107     Benat Urain (Spa) Orbea
108     Jason Mccartney (USA) Team RadioShack
109     Joao Correia (Por) Cervelo TestTeam
110     Gorka Izaguirre (Spa) Euskaltel-Euskadi

Foto: Cervélo Test Team

13 comentários a “Theo Bos triunfa no arranque da Volta a Castela e Leão”

  1. Os meus parabéns a todos os ciclistas, essencialmente aos portugueses, pois ficaram bem posicionados na etapa de ontem…Força Filipe Cardoso:)

  2. o nome bola está mt bem empregue… deves perceber mt de bola, porque de bicicletas percebes tanto como eu de ballet

  3. ai vê-se quem tem e quem não tem passaporte biologico? então agora conseguir bons resultados ou chegar no pelotão que foi o caso já é por não ter passaporte biologico? tavas mt bem caladinho zé, recordo-te que tiago machado e manuel cardoso ainda o ano passado corriam em portugal e no primeiro ano no estrangeiro estão a conseguir excelentes resultados e as equipas deles estão abrangidas pelo passaporte biologico…agora qual é a desculpa que tu arranjas? chega.. de estarmos sempre a tentar deitar a baixo os nossos, algumas pessoas parece que ficam contentes quando os portugueses se dão mal…temos ciclistas bons lá fora e cá e já era altura de lhes darmos valor em vez de tecer comentários ignorantes e com unico objectivo do deita abaixo

  4. FILIPE FAZ PARTE DOS QUADROS DA DELEÇAO NACIONAL ‘PARA O MUNDIAL E AO ABRIGO DA NOVA LEI DA FEDERAÇAO ESTA SUJEITO TAMBEM APASSAPORTE BIOLOGICO. PORTANTO O post DO zÉ É DESCABIDO. FALA DO K SABES PK PELO K JA REPAREI DABES POUCO OU NADA DESTA MODALIDADE.

  5. Bola és mesmo cromo, vir para aqui dizer mal das equipas ou do ciclismo mas vale nem entrar neste sait, o nosso ciclismo nao persica desses tipos de pessoas como tu

  6. Belíssimo resultado para os portugueses , espero que se possam continuar a mostrar 😀

  7. Não sei como é que o comentador que dá por nome BOLA ve o ciclismo o paredes méte dois elementos nos dez primeiros e diz que não há união secalhar não meter nenhum nos dez primeiros havia união ««QUANTAS VEZES O LANCADOR FAZ 2–3–4 E ÁS VEZES ATÉ FAZ PRIMEIRO

  8. O paredes e a unica iquipa que mete 2 ciclistas nos 10 primeiros.
    vesse logo que nao a uniao de iquipa pk so querem fazer o lugar deles.

  9. Força Portugueses! Realmente é um belo resultado por parte dos corredores nacionais, registando com agradável surpresa a adiantada posição do pelotão onde o tiago cortou a meta bem na frente. Muito bem mais uma vez o felipe cardoso! Aposto no Pica para os 5 primeiros

  10. Grande etapa das equipas portuguesas, foi um bom dia para os portugueses, meter 5homens nos 15 primeiros é bom para o ciclismo portugues, para mim filipe,edgar,tiago nao me admira em nada eles ficarem nos 10 sao ciclistas ja com alguma experiencia neste tipo de corrida, atenção tb a este jovem ciclista do barbot césar fonte não um ciclista k se fala muito mas é um ciclista k no seu primeiro ano de profissional esta a fazer uma grande epoca, eu já ando de olho nele. Força Portugal

Os comentários estão fechados.