Tiago Machado fecha Criterium no terceiro lugar

Tiago Machado volta a estar entre os primeiros lugares de uma grande competição do calendário europeu, ao concluir o Criterium International na terceira posição, após cumpridas a segunda e terceira etapa da prova disputada na Córsega. O pódio foi conquistado pelo francês Pierrick Fédrigo (Bbox), vencedor da primeira etapa com termo na subida de l’Ospedal,e e que selou com autoridade a vitória à geral numa prova assinalada pela ausência de medição de forças entre o espanhol Alberto Contador e o norte-americano Lance Armstrong. Na última etapa, Tiago Machado acabou batido na luta pelo segundo lugar – por um segundo – pelo australiano Michael Rogers (HTC-Columbia).

Se o famalicense da RadioShack se afirmara, na véspera, como a revelação da prova, a confirmação do estatuto de Tiago Machado deu-se com a conquista do 10º posto no contra-relógio vespertino em redor de Porto Vecchio, a escassos 15 segundos do vencedor, o britânico David Millar (Garmin-Transition), que se antecipou a Alberto Contador (Astana), já recuperado da “alergia” que o afectara na primeira ligação.

Depois de uma etapa matinal conquistada por Russel Downing (Team SKY) e não qual apenas o líder, Pierrick Fédrigo disso beneficiou – ao colher mais dois segundos de bonificação na geral individual correspondentes ao terceiro lugar – Machado preparou com minúcia a prova cronometrada para o ataque às posições cimeiras e, no final, garantiu o lugar no pódio.

“Foi um contra-relógio cuja primeira parte, mais dura, me beneficiou. Não foi fácil, mas estou satisfeito com a minha prestação. Esta prova já está feita, vamos com calma, ver como correm as próximas”, reconheceu o campeão nacional de contra-relógio ao Jornal Ciclismo.

Elogiado pelo seu director-desportivo Johan Bruyneel, Machado, que venceu ainda a classificação de melhor jovem, comentou as declarações do belga. “Dão bastante moral, é o melhor director-desportivo do mundo, os resultados não deixam dúvidas. Vou continuar a trabalhar”, acrescentou.

No ordenamento final da classificação, Machado foi terceiro classificado na vitória de Fédrigo, 31 anos, antigo campeão nacional francês (2005) e vencedor de duas etapas na Volta a França (Tarbes, 2009 e Gap, 2006).
Sérgio Paulinho (RadioShack) participou sem pressão na competição francesa tendo terminado a prova no 55º lugar, pouco distante do “patrão” Armstrong, 47º.

CLASSIFICAÇÃO
3ª etapa: Porto-Vecchio, 7.7 km
Média de 48.8135 km/h
1º David Millar (Garmin-Transitions) 9m50s
2º Alberto Contador (Astana) a 2s
3º Michael Rogers (HTC COlumbia) a 3s
4º Liéuwe Westra (Vacansoleil) a 9s
5º Benat Intxausti (Euskaltel-Euskadi) a 11s
10º Tiago Machado (RadioShack) a 15s
15º Lance Armstrong (RadioShack) a 19s
110º Sérgio Paulinho (RadioShack) a 1m38s

Geral individual
1º Pierrick Fédrigo (BBox) 7h11m59s
2º Michael Rogers (HTC Columbia) a 14s
3º Tiago Machado (RadioShack) a 15s
4º Samuel Sanchez (Euskaltel-Euskadi) a 19s
5º David Millar (Garmin-Transitions) mt
6º Cadel Evans (BMC Racing Team) a 22s
15º Alberto Contador (Astana) a 1m18s
47º Lance Armstrong (RadioShack) a
55º Sérgio Paulinho (RadioShack) a

5 thoughts on “Tiago Machado fecha Criterium no terceiro lugar”

  1. excelente prova do tiago. ficar a frente de samuel sanchez , cadel evans, contador, armstrong e david millar nao e para todos!

  2. Esta prestação sabe quase a vitória! Estar entre os melhores durante toda a competição é espectacular para um “rookie” no ProTour. Parabéns!

  3. Boa prestação do Tiago nesta prova , mostrou mais uma vez que pode estar entre os melhores . Continuação de boa sorte .

Os comentários estão fechados.