Michael Rogers confirma triunfo na Rota do Sol

O australiano Michael Rogers (Team HTC-Columbia) venceu a Volta à Andaluzia, segurando na última etapa a liderança conquistada ontem, no contra-relógio de 10 quilómetros, que se revelou decisivo para o desfecho da prova.  O espanhol Francisco Ventoso (Carmiooro-NGC) foi o mais rápido na derradeira ligação, 161,5 quilómetros entre Torrox Costa e Antequera. Ventoso impôs-se ao grupo restrito, que aguentou o sobe e desce da jornada e que se apresentou na recta da meta para discutir o triunfo.

O líder, apoiado pelo equipa ao longa da tirada, esteve na luta pelos lugares cimeiros, terminando a quinta e última etapa na terceira posição, a dois segundos de Ventoso e de Simon Gerrans (Team Sky), primeiro e segundo, respectivamente. A viagem de hoje foi apimentada por uma fuga composta por homens como Vicioso, Piedra e Gómez Marchante (Andalucía-CajaSur), Feillu (Vacansoleil), Wiggins (Sky) e Marzano (Lampre). Esta iniciativa obrigou a Team HTC-Columbia a um importante trabalho de perseguição, que acabou por ter dupla função: promoveu a junção ao grupo mais adiantado e destruiu o pelotão.

A fuga terminou a 20 quilómetros da chegada. Com os três melhores da geral na frente, a dúvida residia apenas em saber quem ganhar a última etapa da corrida alcunhada de “Rota do Sol”. Ventoso foi o mais forte. Na classificação geral, Michael Rogers foi o primeiro, seguido por Jurgen van den Broeck (Omega Pharma-Lotto) e por Sergio Pardilla (Carmiooro-NGC).

Foto: Bosco Martin/ Fonte: Biciciclismo